Swift

Diário de Bordo:Comic Con Experience- dia 3 e 4


Olá tripulação, devido a alguns problemas técnico (cujo o nome é chuva) ficamos sem nosso canal de transmissão e não conseguimos postar o terceiro e quarto dia de CCXP. Contudo, depois de muitas preces a Odim, estamos conectador e prontos para contar todos os destaques desses dois dias. Então confira nosso resumo que está recheado de notícias épicas.

DIA 3

Evanna Lynch e David Wenham esbanjam simpatia

O primeiro painel no Auditório Cinemark foi de Evanna Lynch. Fã assumida da franquia, a atriz disse que diariamente lia sites relacionados à Harry Potter, e um um belo dia viu uma notícia no MuggleNet de que estavam fazendo testes para a personagem de Luna Lovegood. Sem pensar duas vezes, a atriz se inscreveu e acabou sendo selecionada para participar do filme.

Além disso, confessou que dentre todas as cenas a que mais marcou foi com Xenofílio Lovegood. Segundo Evanna, "foi simplesmente maravilhoso ver outro Lovegood nos set de filmagem. Eu imediatamente me deixei levar pelo momento e pensei 'Pai!' ".

Ao ser questionada sobre se toparia participar de Animais Fantásticos e Onde Habitam a atriz foi assertiva e disse:"Com toda certeza! O único problema é que teria que comprar algum creme  antirrugas para não parecer tão velha”, brincou.

Logo após, foi a vez de David Wenham, com o seu painel "Por Gondor! Por Esparta! David Wenham está entre nós". Muito simpático, o ator que já participou de filmes como Senhor dos Aneis, onde interpretou Faramir, e 300, onde interpretou Dilios, contou um pouco como foi o processo de trabalhar em dois grandes filmes que marcaram tanto a cultura pop e geek. 

Mencionou em como se sentia privilegiado por ter trabalhado nessas produções e de que não tinha ideia que tinha tantos fãs no Brasil. Muito feliz, o ator disse que afirmou que sentia uma enorme alegria em receber todo o amor do público brasileiro.

Por fim,  David ao ser inquerido sobre novos projetos mencionou seus futuros papeis em Piratas do Caribe 5, que segundo o  ator será o maior de toda franquia e terá uma trama bem similar a primeiro filme,  e Punho de Ferro, onde interpretará o vilão Harold Meachum, executivo sem escrúpulos responsável pela morte dos pais de Danny Rand.

Moana nos surpreende com sua arte e trama sobre empoderamento feminino

Muito aguardado pelos fãs, tivemos o privilégio de assistir  Moana: Um Mar de Aventuras, que no Brasil estreia dia 5 de Janeiro de 2017. A trama conta a história de uma menina chamada Moana, futura líder de sua tribo - e não uma princesa como corrigido por esta - que encontra-se em uma encruzilhada, assumir as responsabilidades de sua tribo ou de consumir o desejo de explorar o vasto oceano. No entanto, devido há um antigo acontecimento, sua ilha começa se tornar infértil, o que faz com que a personagem embarque em uma aventura para salvar sua tribo e o mundo.

Não temos palavras para descrever este filme. Sua arte é surpreendente (o que é aquele cabelo e água ?!) e a trama nos mostra uma garota tentando assumir as rédeas do seu próprio destino, o que é algo extremamente positivo. E não se preocupem pois teremos critica no blog explorando mais detalhes da animação.

Ao final, os diretores Ron Clements e John Musker, subiram ao palco para contar um pouco sobre os segredos da produção.

Paris Filmes faz sua estreia na CCXP 2016

A distribuidora finalmente fez sua estreia na Comic Con Experience, mostrando seu foco no público jovem com os títulos Como se Tornar o Pior Aluno do Mundo, com Danilo Gentili e Carlos Vilagran - que pediu um minuto de aplausos as vítimas do acidente da Chapecoense -; Eu Fiko Locofilme sobre a adolescência do youtuber Christian Figueredo; e Internet - O Filme, filme com Rafinha Bastos e outros youtubers. 

Contudo o painel mais esperado era o de Power Rangers, onde tivemos o prazer de conhecer grande parte dos protagonistas do filme. Os atores Dacre Montgomery (Ranger Vermelho), Naomi Scott (Ranger Rosa), Ludi Lin (Ranger Preto) e RJ Cyler (Ranger Azul), se mostraram extremamente animados e já entraram falando português.  

Durante a conversa os atores contaram como descobriram o projeto e como foi todo o processo de produção . Além disso, Naomi Scott, afirmou que o longa irá agradar tantos os fãs antigos como os novos, ao dizer "aos fãs antigos, tudo o que vocês querem estará lá. Contudo, um novo tom foi dado, mais inovador. Todos poderão se identificar com este filme".

Os atores Ludi Lin e RJ Cyler também foram destaque ao proclamar o amor pelo país e brincar com a platéia. Contudo, RJ deu um show a parte, ao constantemente ficar gritando 'Azul' e retirar o terno e ajoelhar perante a platéia ao falar " É Hora de Morfar".

Marvel Comics apresenta novos títulos e uma personagem brasileira

Mediado por  Ryan Penagos, Vice- Presidente e Editor Executivo da Marvel Digital Media, o painel contou com nomes como Alan DavisDanilo BeyruthCris Peter, R. B. Silva. e Luke Ross, para discutir as novidades no mundo das HQs.

A primeira delas foi revelar uma personagem brasileira, Nina, uma maga suprema que fará parte da série Doctor Strange & The Sorcerers Supreme, que conta aventura de de Doutor Estranho com vários magos supremos.

Outro destaque, foi o anuncio da novelização de "X-Men: Dias De Um Futuro Esquecido", que tem o lançamento programado para  Janeiro de 2017, e  a HQ de "Darth Maul", cujo o lançamento é Fevereiro de 2017.

James Gunn é venerado durante painel da Marvel Studios

O grande destaque da noite, o público aguardava ansiosamente a presença de James Gunn no auditório para falar sobre Guardiões da Galáxia - Vol.2. Ao entrar, o diretor foi aplaudido de pé pelo público e se emocionou com a recepção, ao dizer "Essa é a melhor Comic Con que já participei na minha vida"

Extremamente impressionado com o calor do público brasileiro, Gunn mencionou que Comic Cons servem para unir o publico nerd e falar sobre o que gostam, foi com este pensamento que o diretor criou a trama de "Guardiões da Galáxia". 

Se o primeiro filme é sobre um grupo de estranho que não se encaixam em nenhum lugar, o segundo filme fala sobre a família que eles formaram, sendo abordado tanto os aspectos positivos como negativos. 

Ao ser questionado sobre como lida com sucesso do filme, o diretor disse que ele se sentem bem mais confortável, sendo menos ameaçador, pois pode ir além e quebrar algumas barreiras.

Disse também, que a relação com o elenco é ótimo e que foi incrível ver todos reunidos novamente. Além disso, destacou a performance de Dave Batista (Drax) ao dizer: "Vocês vai se surpreender mais ainda, Dave Batista está incrível. Ele deveria ser indicado ao Oscar, e isso não é uma brincadeira!"
E como não podia faltar fomos presenteados com conteúdos exclusivos. Além do trailer, que já foi divulgado na internet, vimos uma sequência onde Yondu, Groot e Rocket Racoon fogem da prisão (que é incrível!) e um teaser trailer onde somos apresentados aos personagens de Kurt Russel (Ego), Sylvester Stallone, Pom Klementieff (Mantis).
Por fim, o diretor o diretor agradeceu novamente a recepção e ficou contemplando o público  emocionado enquanto  gritavam o seu nome. Mais tarde, no Twitter, este escreveu "Vocês realmente tocaram meu coração hoje. Quase chorei no palco. Nenhum cineasta poderia esperar ou sonhar com mais".

DIA 4
Warner  traz Kong, DC e Bingo como destaques.
Com um painel com mais de duas horas, a Warner iniciou seu painel com Thiago Romariz chamando ao palco o diretor Jordan Vogt-Roberts para falar sobre Kong: A Ilha da Caveira ". Ao entrar no palco, este ficou impressionado com a grandiosidade do evento ao falar: "É incrível como vocês conseguiram isso em três anos".
O diretor contou detalhes da produção, como está se passar nos anos 70 em plena Guerra do Vietnã - escolha está cuidadosamente feita, pois de acordo com Jordan ele queria uma época com uma tecnologia não tão avançada e de grande instabilidade para ver quais seriam a reação dos personagens ao encontrar um 'mito'.
Além disso, mencionou que o filme não é um remake, mas que uma nova história está sendo contada. Um exemplo disso, foi a preocupação de explorar a "Ilha da Caveira", criando um ecossistema e todo um background que nunca antes foi explorado.
E claro que ao ser questionado sobre o crossover entre King Kong e Godzilla, o diretor mencionou que não existiria melhor luta do que está, mas que apostava suas fichas no gorila gigante.
Logo após, foram exibido os trailers de Rei Arthur,  Annabello 2 e LEGO Batman. Já a DC não trouxe nada de novo para o evento (o que decepcionou um pouco), tendo sido exibido os já divulgados trailers de Liga da Justiça e Mulher-Maravilha, como também, algumas mensagens dos diretores Zack Snyder e Patty Jenkins.

Por fim, trouxe também Bingo - O Rei das Manhãs que conta a história de Arlindo Barreto, o Bozo. Primeiro filme dirigido por Daniel Rezende, a trama irá falar sobre a vida do artista, mostrando muito dos bastidores da TV nos anos 80 e toda a influência que a cultura pop teve na época. 

Ross Marquand conquista o público brasileiro

Na minha opinião, um dos painéis mais divertidos de todo o evento. O ator já estava divertindo a plateia com suas imitações de Michael Cane e Justin Timberlake. Ao ser anunciado foi ovacionado pelo walkers presentes. 

Nerd de carteirinha, o ator contou que leu os quadrinhos até a morte de Gleen, tendo ficado extremamente  chateado, pois era seu personagem favorito. Outro curiosidade, é que o ator contou um pouco do dia-a-dia de gravações, elogiando Andrew Lincoln, ao dizer que este é a grande força que mantém o elenco unido diante das longas horas de filmagem.

Ademais, mencionou que estava adorando a CCXP e que queria muito conhecer o trabalho dos artistas brasileiros, sendo a Artsit Allley uma parada obrigatória antes de ir embora.

Maurício de Souza fala sobre o futuro de Turma da Mônica.

O painel divulgou uma nova animação chamada Bairro do Limoeiro, baseado nos antigos desenhos do artista, tendo como inspiração Vila Sesámo, sendo voltada para todas as idades e tendo sua estreia prevista em 2018 no canal Cartoon Network.

Foram também apresentados os dois live actions que serão lançados em 2018. O primeiro Turma da Mônica Jovem, cuja a trama envolverá uma ameaça tecnológica que colocará em ameaça toda uma geração, assim como,a amizade entre a turma. Já a segunda, é Laços, adaptação da HQ com o mesmo nome, tendo sido apresentado durante o painel o primeiro integrante do elenco - Floquinho.

No quesito HQs, foram divulgadas quatro lançamentos: Turma da Mônica 3, Chico Bento, Capitão Feio e Jeremias.

Netflix mita novamente

O paínel que sempre é aguardado por todos, não decepcionou novamente. Recheado de conteúdo e com quatro horas de duração fomos apresentados a diversas séries. 

Primeiramente começamos com Sense 8, que logo de cara mostrou uma cena inédita da segunda temporada levando os fãs a histeria e logo após Brian J. Smith (Will), Tina Desai (Kala) e Miguel Ángel Silvestre (Lito) subiram ao palco para contar curiosidades sobre a nova temporada como: as diversões locações em que filmaram, cenas favoritas, cuidados com a saúde etc.
O painel também contou com conteúdos exclusivos de Punho de Ferro, The AO e Star Trek Discovery, além da confirmação das segundas temporada de Luke Cage e 3%. Tendo a última sido divulgada no palco, durante o painel com o elenco, o que fez com que Bianca Comparato, Rodolfo Valente, Michel Gomes, Rafael Lozano, Viviane Porto e Veneza Oliveira se emocionassem.
Mas não é só isso o elenco de Shadowhunters também marcou presença. Katherine McNamara, Matthew Daddario, Dominic Sherwood, Alberto Resende e Emeraude Toubia fizeram um balanço da primeira temporada e falaram sobre os caminhos que seus personagens irão tomar na nova temporada da série.
Fechando o painel, Neil Patrick Harris, deixou a plateia maluca ao subir ao palco, sendo aplaudido de pé pelos presentes. O ator comentou sobre "Desventuras em Série", em especial, sobre todo o processo de preparação para Conde Olaf e como o construiu o personagem. "Os livros são mais obscuros que o filme de 2004, por isso quis retratar o personagem de uma maneira mais sombria", disse
Além disso, mencionou que a série terá oito episódios, sendo que a cada dois episódios, um livro da saga é representado. Prometeu, também, easter eggs para os fãs, números músicas e muitas surpresas.

Com isso, tripulação chegamos ao fim dessa cobertura. O evento foi épico em muitos sentidos: stands, cosplayers, painéis, público etc. Com toda certeza, a CCXP não está devendo nada para as comic-cons ao redor do mundo. Nos vemos em 2017!

LEIA TAMBÉM