Swift

Endgame - Uma série de livros


Em algum momento da vida, ou em vários deles, acredito que todos iremos nos deparar com algum livro que nos fará querer falar sobre ele para todo mundo. Assim é a série Endgame para mim e por isso estou aqui para falar sobre ela para vocês, afinal, a editora não fez um trabalho de marketing muito grande com esses títulos.

Eu conheci a série porque eu sou bastante fã do autor principal, James Frey, devido aos Legados de Lorien. Então quando aquele livro dourado chegou aqui no Brasil, pela editora Intrínseca, eu não pensei duas vezes antes de comprar. Ainda bem, porque a história é boa demais! Endgame é divido entre três livros e vários e-Books de spin-off. Os dois primeiros, “O Chamado” e o segundo, “A Chave do Céu”, já estão disponíveis nas livrarias. O terceiro e último volume já saiu lá fora e chegará pra gente no próximo semestre, segundo confirmação da própria editora, via Twitter.

Mas então, do que se trata esses livros? Bom, imagine um livro de ficção científica, que insere aliens e tecnologias futurísticas no nosso mundo e na nossa história, no nosso tempo atual, mas também no passado. Agora pega esse cenário e encaixa em uma trama de Jogos Vorazes, e assim você terá o Endgame. A história se resume em criadores da humanidade, de origem alienígena, todos poderosos e soberanos. Porém a humanidade é bem fácil de se corromper, então de tempos em tempos os “criadores” fazem um jogo, o Endgame, para reciclar a Terra, onde um jogador de cada linhagem da humanidade deverá reunir as chaves para garantir que sua linhagem seja poupada da destruição. As demais serão destruídas. No Endgame vale tudo e só duas coisas importam: sobreviver e reunir as chaves!


O primeiro livro, “O Chamado”, nos apresentará o jogo, o começo da guerra pela Chave da Terra e também os personagens, que possuem características bem definidas por suas linhagens, bem como personalidades bastante distintas. Os autores se empenharam muito para deixar isso bem estruturado e realmente resultou em um excelente trabalho. No segundo livro temos um pouco menos de ação e, embora os personagens estejam bem desenvolvidos, nós conheceremos um pouco mais de suas histórias, com o foco um tanto maior em suas linhagens, explicando certas capacidades, atitudes e características. Mas não se preocupe, isso não chega a deixar o livro chato.

Os jogadores são mais do que ninjas. Extremamente capacitados e treinados, mas eles ainda são humanos, então além de toda a ação, nós teremos romances, medos, triângulos amorosos e traições também. Tudo isso misturado com sangue, morte e algumas heresias para adaptar a história à trama. E aqui vai uma dica: tente não se apegar a nenhum personagem, porque ele vai morrer! Por experiência própria, eu não resisti e depois fiquei sofrendo.

Os livros talvez sejam extensos se compararmos o tamanho da fonte com a quantidade de páginas, porém isso passa despercebido, porque a leitura é bem fluída e se torna quase impossível parar de ler com a ansiedade de saber o que acontece na página seguinte. Os finais dos dois primeiros volumes são extremamente desesperadores, então eu aconselho que você compre “A Chave do Céu” antes de terminar “O Chamado” e que leiam os spin-offs enquanto aguardam o lançamento de “As Regras do Jogo” (Rules Of The Game), porque eles possuem informações importantes.

"CORRER, LUTAR, JOGAR AJUDAM EM PELO MENOS UMA COISA: ESQUECER."

Aqui abaixo vocês podem conferir os booktrailers oficiais dos dois primeiros livros, mas cuidado! O segundo vídeo pode apresentar spoilers do primeiro livro.

Booktrailer - Endgame: O Chamado


Booktrailer - Endgame: A Chave do Céu

LEIA TAMBÉM