Swift

Bleach: A saga de um Shinigami


Na minha fase adulta já havia parado de assistir animes, mas certo dia um amigo meu (Mac Donald, não a rede de fast food, rs) me apresentou a Naruto (que já falei sobre no blog) e a Bleach (anime que irei comentar), em uma visita à casa dele.

Logo de cara curti o visual do anime, bem como a temática. Sendo assim, pedi que este me enviasse alguns episódios para que assim pudesse assistir tudo que já tinha disponível. E agora vou fazer uma breve apresentação para vocês.

Bleach foi um mangá escrito por Tite Kubo, que durou de 7 de agosto de 2001 até 18 de agosto de 2016, onde conta a história de Ichigo Kurosaki, um jovem que via e mantinha certo contato com almas que não haviam partido deste mundo, e que ganha poderes de uma shinigami para se tornar um e encaminhar as almas boas ao mundo pós-vida, a Soul Society, e derrotar os espíritos malignos (Hollows) que tentam devora-las.

A adaptação pra TV começou a ser transmitida dia 5 de outubro de 2004 até 27 de março de 2012, contando boa parte da história do mangá, porém ainda há arcos para serem adaptados para o anime, fato pelo qual os fãs esperam ansiosamente.

Rukia e Ichigo
Como outrora dito, o anime segue a história do Ichigo Kurosaki, que devido a um evento entre uma Shinigami (Rukia Kuchiki) e um Hollow, se torna um combatente dessas criaturas que se alimentam das almas. Em consequência disso, a personagem tem que permanecer em nosso mundo para “tomar conta” do novo guerreiro.

Shinigami é uma expressão da cultura japonesa, que significa "Deus da morte" ou "espírito da morte", é um termo usado no Japão para descrever entidades sobrenaturais presentes na mitologia e aqui no mangá/anime adaptado com um contexto "mais amigável".

Cada shinigami possui uma espada (zanpakutō) tanto para fazer a passagem das almas, quanto para lutar contra os Hollows. O formato e tamanho dela se baseia na força que o portador dela tem dentro de si.

Bankai do Capitão Toshiro Hitsugaya
Quanto mais forte o shinigami é, ele adquire o poder de transformar sua zanpakutō em outra coisa (não vou falar mais para não dar spoilers), chamada de Bankai. Algumas se transformam em outro formato e tamanho de katana, outras em coisas que nada tem a ver com o que eram.

Ao longo do anime, Ichigo vai combatendo as forças malignas e se tornando mais forte, com a ajuda de Rukia e posteriormente de outros amigos humanos e shinigamis. Vai adquirindo novos poderes e sempre junto com isto, novos adversários.

Evolução - Ichigo
Fui devorando os episódios um atrás do outro, e cada vez mais curtindo o que via. Ichigo humano, depois virando shinigami e cada luta que participava, se tornava mais forte para que pudesse defender sua família e amigos.

Temos muita ação no anime, visto que quase todo mundo tem espada e/ou poder sobrenatural. Porém o anime não é só isso, temos muita comédia. Temos muitas cenas engraçadas, seja pela situação, seja pelos personagens cativantes.

A melhor fase para mim foi a da Soul Society (lar dos shinigamis), onde nós conhecemos uma infinidade deles. Cada um mais forte e diferente que o outro. Uns se tornam rivais do Ichigo, outros rivais e alguns deles, inimigos.

Lá também conhecemos os capitães das forças. Ao todo são 12, sendo o primeiro, chefe de toda Soul Society. As melhores lutas sempre têm um capitão participando. Sem contar que possuem as bankai mais legais.

Soul Society
Como todo anime que possui muitos episódios, Bleach tem pontos altos e baixos. Possuindo muitos fillers o que "quebrava" muito o ritmo da história 

O anime acabou do nada, deixando muita gente com raiva, triste e decepcionada. Os fãs até hoje em dia enviam emails, cartas ou tweets para o criador na tentativa de conseguir que o anime volte a ser produzido e com isso Ichigo tenha um fim digno.

Eu gostaria muito que Bleach voltasse à TV, para mais uma vez acompanhar as aventuras do shinigami mais outsider da Soul Society.




LEIA TAMBÉM