Swift

Indiana... Ops, Nathan Drake. O maior historiador e caçador de tesouros


Exclusivo do Playstation 4, o Uncharted 4 veio para terminar a saga de Nathan Drake que fora iniciada em 2007 com o primeiro jogo da quadrilogia.

Eu vou tentar dar um panorama geral do game, sem levar em conta os três primeiros, pois não joguei. Até tiver a oportunidade de jogar o 2º e o 3º, ano retrasado, mas não curti muito a jogabilidade, visto que já havia desbravado o The Last Of Us (melhor game ever), que é da Naughty Dog, a empresa que também faz o Uncharted.

Já sabia que o game tratava da história de Nathan Drake, um historiador e caçador de tesouros, que sempre se mete em confusões para conseguir o grande prêmio, mas isso não atrapalha em nada, considerando que quem já jogou os anteriores já sabe de mais coisas.

O jogo omeça apresentando Nathan e Sam (que depois descobrimos ser irmão dele) em uma lancha, em uma tempestade, fugindo de alguém até chegar no ápice e então voltar no tempo para mostrar Nathan criança em um orfanato religioso e junto com seu irmão, que saem em busca de pertences da mãe que foram vendidos pelo pai deles. Tal segmento já serve como tutorial para ensinar alguns movimentos.


Depois já mostra os irmãos mais velhos, em uma prisão no Panamá, onde foram atrás de uma pista do tesouro do pirata Henry Avery que, depois de um imprevisto, Sam fica para trás após levar um tiro. Nathan foge com o outro comparsa, Rafe, mas nunca para de lembrar do irmão.

15 anos se passaram após a morte do irmão, dentro desse período ocorrem os 3 Uncharted anteriores, e Nathan abandona a vida perigosa que levava, e passa a trabalhar para uma empresa que recolhe coisas que caem em um rio da cidade. Chegando a não aceitar mais trabalhos ilegais.

Nathan está casado com Elena, levando uma vida pacata com trabalho dentro da legalidade, mas mantem no sótão várias coisas que coletou em suas aventuras passadas, guardando dentro de si a saudade da ação.


Ocorre que Sam reaparece do nada, deixando Nathan ao mesmo tempo feliz por ter seu irmão de volta, mas também culpado por tê-lo abandonado na prisão. Ele explica como fugiu da prisão e pede ajuda a Nathan na caça ao tesouro que eles sempre buscaram.

É aí que começa a aventura, com eles dois e o Sully, amigo de Nathan, seguindo as pistas do tesouro, passando por vários locais, como Itália, Escócia, África do Sul, Madagascar, entre outros lugares paradisíacos.

Sempre em paralelo à sua busca pelo tesouro, Nathan e cia tem que que competir com Rafe e sua nova associada, Nadine, tendo embates com os vilões e seu exército.

Gostei muito dos antagonistas do game. Rafe e Nadine fazem oposição aos irmãos durante toda a campanha, além de cada um ter uma personalidade própria. Com especial destaque para ela, que é uma mulher forte, comandando um exército de mercenários.


Naughty Dog tem uma preocupação enorme com a ambientação do jogo, são cenários muito lindos e possui grandes mapas, que você pode explorá-los, e que muitas vezes você se pega apenas admirando. Além da diversidade, tendo muitas áreas verdes, outras com neve, também vemos muita água.

O roteiro é outro ponto alto do game, como sempre. Desde o Uncharted 1, passando pelo 2, o 3 e o The Last Of Us (o melhor na minha opinião), a Naughty Dog consegue contar uma história de uma forma magistral, fazendo com que a gente crie empatia com os personagens,  se apegando muito e deixando muito difícil de se despedir.

Considerado o jogo do ano para muitos, Uncharted 4 vendeu a marca de 8.7 milhões de cópias vendidas em todo o mundo, aproveitando o gigantesco número de PS4 espalhados pelas casas dos jogadores e mostrando que ter uma base instalada sólida pode ser decisivo para o sucesso de um jogo exclusivo.


Quanto mais pensava sobre o jogo para escrever, mais vontade de jogar novamente eu tinha. É uma história bem escrita e, apesar de ser linear, você tem certa liberdade, e com a excelente jogabilidade você terá uma grande diversão durante o desenrolar da trama.

A Naughty Dog já falou que não pretende mais fazer jogo do Uncharted com mais histórias do Nathan Drake, porém para a alegria dos fãs que já estão se sentindo órfãos, já foi anunciado o lançamento de uma DLC, chamada de "The Lost Legacy".


A DLC irá se passar após o acontecimentos do Uncharted 4, e focará nas personagens Nadine e Chloe em busca do tesouro chamado "Presa de Ganesha", que também está sendo procurado pelo vilão chamado de Asav. Um dos locais em que elas irão se aventurar em busca do artefato, será a Índia.



LEIA TAMBÉM