Swift

Quase tudo que já sabemos sobre Transformers: O Último Cavaleiro

Mais um trailer de Transformers: O Último Cavaleiro foi liberado hoje e esclareceu muitas coisas – e vamos combinar, QUE TRAILER! Por isso, decidimos fazer um post especial para reunir todos os detalhes sobre o novo filme da franquia dirigida por Michael Bay.

A HISTÓRIA


Em uma entrevista, o diretor Michael Bay confirmou que todos os filmes vão se interligar neste e que nunca houve um filme do Transformers com enorme alcance visual e uma mitologia expansiva como será mostrado em ‘O Último Cavaleiro’. Já vimos que realmente o filme tem vários flashbacks, como por exemplo as cenas que aparecerem alguns cavaleiros carregando bandeiras seguido por uma guerra e também, uma cena em que vemos bandeiras nazistas, obviamente durante a Segunda Guerra Mundial...

No último trailer tivemos o gostinho de assistir um pouco dessa mitologia que foi trazida para história. A cena nos mostra os Cavaleiros da Távola Redonda juntamente com os Transformers. Agora está escancarado há muito tempo existe uma aliança entre homem e máquina.

A trama vai redefinir o verdadeiro significado de ser um herói. E como já dito: a chave para salvar o futuro está enterrada nos segredos do passado, escondido na história dos Transformers aqui na Terra.


E QUEM REALMENTE É O ÚLTIMO CAVALEIRO?

Relatos de quem assistiu os 20 minutos que foi exibido do filme, disseram que que Cade acha um medalhão do Rei Arthur, o que dá indícios que ele é de fato ‘O Último Cavaleiro’.


FÃS DE OPTIMUS PRIME QUE SE PREPAREM


Mesmo sabendo que o líder dos Autobots já passou por muita coisa no decorrer da série - chegar à Terra, sacrificar sua vida para proteger os humanos, ele também foi traído por seu mentor, caçado por humanos e no último filme ele deixou a Terra para buscar informações sobre a origem de sua raça - já deu para perceber no trailer que Optimus Prime não está em condições normais, ele foi “possuído” e entrou em uma missão para destruir a Terra para poder reviver Cybertron.

Isso pode ser efeito do “Dark Energon”. Para quem já assistiu os outros filmes, sabe que Energon é a energia que dá vida aos Transformers. O Dark Energon também é uma energia, mas ela substitui o Energon natural fazendo com que você tenha o controle do hospedeiro além de deixa-lo muito mais forte.


[FASE BÔNUS] Para quem nunca assistiu um desenho dos Transformers na vida: Hot Rod, um dos novos personagens autobots que serão apresentados no filme, é o sucessor de Optimus Prime - assim que ele se transforma em Rodimus Prime - então se isso acontecer, já sabem né? Esta pode ser a última vez que vemos uma Peterbilt 379X vermelha e azul nas telonas.

Isso é o que a história conta, agora se é neste filme que tudo pode acontecer, ainda temos nossas dúvidas, mas vale lembrar que isso fecharia definitivamente a ERA BAY.


NOVOS PERSONAGENS


Começando pela jovem heroína da saga: Izzy, interpretada pela atriz Isabela Moner. O que sabemos até agora é que ela ficou órfã durante a batalha que aconteceu em Chicago (Transformers: O Lado Oculto da Lua) onde Sentinel Prime e Megaton tentaram trazer Cybertron para a Terra, e agora ela vive nas ruas e tem como melhor amigo o autobots Sqweeks, uma Vespa azul, que foi danificado durante a batalha e isso o deixou incapaz de se transformar em seu modo veículo de novo. Izzy acaba se tornando uma “mecânica” e também parece saber muito sobre os Transformers.

Apesar da limitação física de Sqweeks o personagem promete ser um “descarrego emocional” para o filme, trazendo cenas com algum humor, mas sem deixar de mostrar a sua coragem.

Laura Harddock (a mãe de Star Lord em Guardiões da Galáxia) interpretará a professora de Oxford, Vivian Cremley, uma personagem de origem inglesa que provavelmente será o interesse amoroso de Cade Yeager (Mark Wahlberg) e o acompanhará nessa nova jornada.


Anthony Hopkins também está no elenco e seu personagem Edmund Burton ainda é um mistério, mas o ator de 78 anos aparece no trailer falando que “sem sacrifício não há vitória”, a conhecida meditação que vem desde o primeiro filme e que agora parece ser sobre alguma coisa mais séria.

Também teremos Santos – sim, um personagem brasileiro – interpretado pelo ator chileno Santiago Cabrera, ele será o líder de um grupo da "Transformers Reaction Force” (TRF), uma unidade paramilitar privada e apoiada pelo governo que é encarregada de caçar e destruir Autobots ou Decepticons. Santos já pertencia ao “Cemetery Wind” (do filme anterior, os humanos que trabalhavam para Lockdown) e agora ele foi designado para confrontar Cade Yeager por suspeita de abrigar alguns Autobots.

Um pouco do elenco original também está de volta! Lenox (Joshua Duhamel), Epps (Tyrese Gibson) retornam a saga depois de “um descanso de um filme”. Só faltou o Simmons L.


Os Dinobots também estão de volta! No último filme (Transformers: A Era da Extinção) não teve tempo para explorar esses antigos guerreiros que passaram a maior parte da história como prisioneiros de Lockdown. Agora conheceremos um pouco mais da personalidade Grimlock que já apareceu em uma cena nos trailers agindo como um pet de Cade.

Para alegria dos fãs, outros tipos de Transformers também estarão no filme e uma delas são os Combaticons que unidos podem formar (tipo um Megazord) conhecido como Bruticus. Eles estão entre os mais fortes da espécie – e também os mais burros. Provavelmente se unirão aos Decepticons e formaram o tão sonhado exército do Megatron.


QUEREMOS UNICRON!


Unicron é um dos maiores vilões da saga, ele é praticamente uma entidade e devora Planetas. No trailer lançado hoje tivemos um relance do que está acontecendo e há grandes chances de ele estar envolvido na trama.


TÉCNICAS EM ALTO NÍVEL


Para quem reclama que tem explosão demais é só pensar como seria se realmente existissem alienígenas gigantes que tomam forma de carros. Uma luta dessas está longe de sair faíscas alá Power Rangers, certo?

Para os que não conseguem perceber que existe toda uma “genialidade” por trás das técnicas usadas por Michael Bay, segura essa informação: ‘Transformers: O Último Cavaleiro’ nos mostrará OITO formatos diferentes de imagem. Provavelmente porque o filme terá cenas de diversas épocas e ambientes distintos. As câmeras usadas na produção incluem uma Alexa 65 IMAX, IMAX Phantom 65, Red 6K Weapon Dragon – ambas câmeras 3D. E também algumas câmeras 2D com ótica esférica e também imagens de GoPro.


MICHAEL BAY E SUA SAGA

Bay está dizendo que vai deixar a franquia já faz tempo e dez anos se passaram e lá está ele novamente dizendo que este pode ser seu último filme, mas que tem interesse em dirigir alguns dos spin-offs que serão produzidos. O primeiro desta leva será o filme solo do Bumblebee (desnecessário na minha opinião) que tem data de estreia prevista para 2019.


O QUE ESTÁ FALTANDO?


Para completar o tópico acima, vamos entender o que realmente falta na saga. Como fã de longa data não vejo problema nenhum em ter entregue Transformers na mão do Michael Bay, o problema mesmo está no roteiro, na insistência de sempre ter uma carinha bonita com bunda de fora que só corre e grita; de sempre ter humanos envolvidos (uma vez que nos desenhos a batalha é apenas entre Autobots e Decepticons) e o que mais me incomoda nisso tudo: Megatron.

O que foi apresentado sobre o personagem até agora não chega a ser a metade do que ele realmente é. Para quem só acompanha os filmes, não deve saber que ele é estrategista e ameaçador. E infelizmente em ‘Transformers: O Último Cavaleiro’, novamente não teremos o gostinho de ter Megatron como vilão principal.


‘Transformers: O Último Cavaleiro’ estreia dia 17 de julho e estamos aqui na expectativa de que este possa ser o melhor filme da franquia!

LEIA TAMBÉM