Swift

HQs vão muito além de super-heróis.


É muito provável, ainda mais se você for jovem, que ao escutar falar sobre HQ, logo pense em Marvel, DC Comics ou alguma outra publicação de super-heróis. Com todo esse movimento geek da última década, esse core de histórias em quadrinhos de bancas tem aumentado em uma escala bem grande, enquanto outras obras neste formato estão sendo cada vez mais afogadas.

Na maioria dos casos, o primeiro contato com a leitura se dá pelo meio das HQs. Quando crianças, nada melhor do que visualizar nossos personagens tão amados ganhando vidas nas páginas cheias de balões e onomatopeias! A questão, é que HQs vão muito além de super-heróis.

Talvez você não goste de histórias em quadrinhos ou, quem sabe, associe esse tipo de leitura com imaturidade. Mas e se eu te disser que Hamlet, Romeu e JulietaMacbeth e outros clássicos de Shakespeare possuem uma versão em HQ? E se eu te mostrasse a eternizada história de Anne Frank entre quadrinhos? E se eu te contasse que elas são maravilhosas?

Sim, todos esses títulos que mencionei realmente existem no formato de HQs. Não só eles, mas um monte de tantas outras histórias maravilhosas ganha vida com ilustrações e balõezinhos, mas é bem provável que você não tenha ouvido falar, porque muitas vezes elas estão mal localizadas nas livrarias.

Grupo Autêntica está completando 20 anos e a Nemo é o membro do grupo que traz muitas das narrativas dos livros que a gente tanto ama, para as prateleiras, adaptadas com maestria para as HQs.

Nós, juntamente com outros blogs, membros da Aliança de Blogueiros Literários do RJ, batemos um papo muito legal sobre isso, com o PH, do Tu Já Viu, e descobrimos que há muito mais além do que enxergamos nas lojas.


Imagine uma história de um homem que conhece uma mulher que tem HIV e eles se apaixonam e o cara vence todos os desafios e preconceitos sobre isso e eles têm uma vida feliz, juntos. Imaginou? Pílulas Azuis é uma HQ que conta essa história, baseada em uma vida real.

Imagine o clássico de Jane Austen, Orgulho e Preconceito, descrito num formato de graphic novel. Imagine os dilemas sociais do Oriente Médio. Imagine os eventos históricos do mundo. Tudo isso também pode ser encontrado no formato de quadrinhos.

De repente você pode virar um fã de Calvin and Hobbes, como eu, ou talvez o Snoopy consiga fazer você se apaixonar por Peanuts! Quem sabe você passe a amar Valente e Morte Crens, que postamos no desafio literário do mês de abril, exatamente por serem HQs fora do core de super-heróis. Podemos declarar sem medo que há muito mais do que Marvel e DC Comics! Há narrativas com conteúdo social, de moral, do mundo, da vida real, que também são apaixonantes.

Vale a pena ir de encontro à acomodação de receber o conteúdo massivo das divulgações e dar espaço para o valor de roteiros com conteúdo mais amplo.



Agradecemos ao Cleber e ao Grupo Autêntica pelo convite e ao PH, pela palestra tão dedicada.

LEIA TAMBÉM