Swift

Playlist: Hinário da Solidão



Para a nossa playlist deste mês a gente até podia fazer alguma coisa para comemorar o dia dos namorados, mas isso está fora do nosso alcance (exceto o Neto). Então resolvemos fazer algo diferente, pegamos aquelas músicas que nos toca de alguma forma, umas são lentinhas, outras bem depressivas e tem até aquelas que resumindo, manda um “foda-se”.

O mais legal deste post é que vocês vão perceber que cada membro do blog tem um jeito particular de curtir ou “sofrer” o momento. E claro que a gente quer saber com quem vocês se identificaram mais na escolha. Não esquece de deixar nos comentários!

Então vamos lá, para quem está na mesma situação a gente, está mais que convidado a curtir um pouco o momento neste dia que vai ser recheado de “mimimi”. Dá o play, aumenta o som no último, pega um vinho, pede uma pizza e só vem!


Lonely Day – System Of A Down | Lips Of An Angel – Hinder | We Are Broken – Paramore | I Don’t Wanna In Be Love – Good Charlotte

Começamos cantando “the most loneliest day of my life”. Este, mais do que qualquer outro dia do ano, parece que nem os e-mails de promoção do dia dos namorados ajuda, não é mesmo? Quando todo mundo no planeta Terra – principalmente sua família, resolve te olhar naquele estilo: “cadê os namoradinhos?”. E para piorar a situação, para todo lado que você olha só tem casais, enquanto você está feliz-triste-bem resolvido e claro: amando fielmente a Netflix.

Sem mais, algumas das minhas escolhas foram músicas que – de certa forma – me confortaram quando eu estava na sofrência dos dois últimos relacionamentos. Para finalizar fiz questão de dar um flashback na minha época emo e jogar um Good Charlotte, porque chega em um momento que a gente dá aquele famoso “foda-se” para vida e canta: “everybody, put up your hands and say I don’t wanna be in love”.
- por: Raphaela Vieira


K.O - Pabllo Vittar | Say Something - A Great Big World | Wicked Games - James Vincent McMorrow

Para os solteiros, o dia dos namorados é a data perfeita para se afogar no chocolate e na Netflix, ou até mesmo reunir os amigos companheiros de solteirice e se divertir. Independente de como seja "sua comemoração", acho que as três músicas selecionadas se adaptam perfeitamente a ocasião, não importa se você está procurando um relacionamento ou não, no dia dos namorados, acho que a grande maioria pensa no famoso "e se", sabe? Se o crush tivesse se tornado algo a mais, se você tivesse continuado num relacionamento. São reflexões válidas e que sempre ajudam a clarear algumas dúvidas. Mas lembre-se não entre no vórtex da bad, porque estar em um relacionamento não é sinônimo de felicidade. Por isso digo, aproveite este dia como você bem entender porque amigos solteiro sim, mas sozinho nunca 😉
- por: Fernanda Azevedo


Segunda-feira – Esteban | Pra você dar o nome - 5 a seco | Happier - Ed Sheeran

Dia dos namorados na solidão não é nenhuma novidade para mim, na verdade podemos até dizer que sou graduada nisso! E após anos e anos de tristeza a gente aceita que dói menos e monta uma playlist para dar uma trilha sonora ao choro. O primeiro da minha lista é Esteban com ‘Segunda-feira’, que está sofrendo com o pouco caso da pessoa amada -quem nunca? O trecho que mais gosto na música é: "Eu bebi saudade a semana inteira, pra domingo você me dizer que não sabe o que quer e não quer mais saber".

Logo depois vem ‘Pra você dar o nome’, que mostra um amor mais maduro. É aquela pessoa que não pode ficar com o amor da sua vida, mas deseja que ela seja feliz e se for o caso, até encontre alguém. Meu trecho favorito: "Quero é te ver dando volta no mundo indo atrás de você, sabe o quê. E rezando pra um dia você se encontrar e perceber que o que falta em você sou eu". E finalizando com ‘Happier’ do maravilhoso Ed Sheeran. Eu fiquei completamente apaixonada pelo novo álbum dele e essa música ativa minha bad instantaneamente. Conta sobre alguém que sabe que não é o melhor para a pessoa amada, mas mesmo assim vai esperá-la porque ninguém a ama como ele. O trecho que toca meu coração: "Ain't nobody hurt you like I hurt you, but ain't nobody need you like I do. I know that there's others that deserve you, but my darling, I am still in love with you."
- por: Thamy Dantas


video

It's a Beautiful Day - Micheel Bublé | Bonsai – Supercombo | Bad Day - Daniel Powter | Oceans – Seafret

Quando me disseram que o tema da nova playlist seria dor, sofrimento, solidão, fundo do poço, abandono e ranger de dentes, só uma coisa passou pela minha mente: esse é o meu momento. Eu defendo a tese de que o bonde dos solteiros convictos vive de oscilar entre fases de aceitação reverente e um pouco de desespero romântico quase literário. Minhas escolhas de música tentaram contemplar um pouco de cada fase.

Abrindo o tour da solidão temos ‘It's a beautiful day’, do Michael Bublé, uma solidão mais sólida, mais justa, mais bem-humorada e assertiva. A coisa do "estou melhor sem você" que todo solteiro convicto insiste em defender. Na sequência temos ‘Bonsai’, da banda nacional Supercombo, que também insiste no amor-próprio, em amar a arte e os livros. É nisso que eu me encontro. No geral, pelo menos. Mas todo mundo tem dias para ouvir ‘Bad Day’, de Daniel Powter, e ‘Oceans’, da Seafret, que aí é quando o poço está puxando mesmo e a gente só pode ligar o Spotify e se deixar levar pelas águas salgadas da melancolia.
- por: Ramon Vitor


Astronaut - Simple Plan | Dancing On My Own - Calum Scott | When I Was Your Man - Boyce Avenue

Eu não consegui formular um texto sobre o assunto. Faltaram palavras e eu só consegui colocar os fones e sentir essas músicas.
- por: Miguel Felipe


Você pode ouvir a nossa playlist completa no nosso canal do Spotify, é só clicar aqui.


LEIA TAMBÉM