Swift

Como foi o Anime Friends 2017


Apesar e estar um pouco atrasada venho aqui relatar como foi minha experiência no Anime Friends 2017. O evento ocorreu entre os dias 7 e 9 de julho no Transamerica Expo Center e reuniu milhares de fãs.

Devo confessar que a última vez que fui no evento foi em 2012 e fiquei muito feliz em poder presenciar o quanto este cresceu. Durante os dois dias em que compareci, o que mais me impressionou foi a organização do local tanto em relação a credenciamento de imprensa como de público, sempre havia alguém disponível para você tirar dúvidas. Outro ponto que deve ser levado em consideração é o espaço, muito maior, e com mais disponibilidade de criar atrações e conteúdo para os fãs.

Aquele momento quando você gruda o rosto no vidro 
Com inúmeras atividades ocorrendo ao mesmo tempo e para todos os gostos, cada vez mais o evento consegue trazer elementos da cultura asiática como da cultura nerd. O maior exemplo disso foi durante a palestra que estava assistindo no Palco BBC (Auditório Brasil Comic Con) com os dubladores  Wirley Contaifer e Marco Ribeiro, responsáveis pelas vozes, respectivamente, de Peter Parker e Tony Stark, em Homem-Aranha: De Volta ao Lar e, ao mesmo tempo, ao lado, literalmente, fãs se descabelando no Meet&Greet da banda de k-pop BLANC7

Marco Ribeiro e Wirley Contaifer esbanjaram simpatia
Contudo, tenho um pequena crítica quanto a disponibilidade dos palcos. Como disse anteriormente, o espaço é gigantesco e poderia ter sido melhor aproveitado, pois algumas vezes a poluição sonora era tão grande - em razão da proximidade destes - que você não conseguia ouvir os convidados ou palestras que estavam ocorrendo.

Seguindo a diante, não posso deixar de mencionar o show de Bruno Sutter - que ficou conhecido por interpretar Detonator, personagem e integrante da banda de heavy metal Massacration -  trouxe um show recheado de nostalgia ao cantar temas das aberturas de Cavaleiros do Zodíaco, Dragon Ball Z, como também, algumas canções autorais como Gratitute e The Best Singer in the World, que fazem parte do seu trabalho solo lançado no fim de 2016. Outro que também emocionou foi a banda Asian Kung-Fu Generation, o show foi incrível e posso dizer que o ponto alto foi quando eles tocaram Haruka Kanata, tema da segunda abertura de Naruto - e na minha opinião a melhor de todas -, e Rewrite, última abertura de Fullmetal Alchemist, levando o público ao delírio.

Por fim, mas não menos importante, o que seria de um evento ser os cosplayers. Não posso dizer qual chamou mais minha atenção, pois o nível de detalhes e perfeição eram surpreendentes e mais importante de tudo, eles estavam se divertindo horrores. Por falar, em cosplay, também ocorreu a final da Yamato Cosplay Cup, onde Luca Buzzi, da Itália, foi o grande vencedor, apresentando um cosplay de Griffith de Berseck

Voldemort e Murta que Geme arrasando na pixxxta
Bem, espero que tenho gostado deste pequeno relato tripulação e antes que me esqueça confira abaixo nosso vídeo do evento. Vejo vocês na próxima transmissão 😉

LEIA TAMBÉM