Swift

Cobertura - XVIII Bienal Internacional do Livro


Se há um evento que me deixa morrendo de ansiedade, é a Bienal Internacional do Livro, que ocorre intercaladamente entre RJ e SP. Neste ano, assim como todos os demais anos ímpares, a Bienal abre seus portões aqui na Cidade Maravilhosa.
Nesta XVIII edição, nós pudemos cobrir o evento com maior abrangência e marcamos presença nos pavilhões do Riocentro por oito, dos onze dias de duração do evento.

Ontem foi o último dia, nós saímos de lá totalmente esgotados, mas já estamos com saudades. Para matar essa saudade, eu trago aqui mais um pouco de Bienal para vocês, com algumas coisas que rolaram nessa festa maravilhosa e que achamos válido destacar.

O PRIMEIRO DIA
Em edições anteriores, a Bienal Internacional do Livro reservava o primeiro dia para os professores e livreiros, eles tinham chances de conhecer tudo antes do público geral. Hoje não é mais assim, porém muitas pessoas ainda desconheciam a liberação do evento desde o primeiro dia de festa. O que nos deixou bastante impressionados é que havia uma quantidade razoável de pessoas andando por lá desde o dia 31/08. Foi muito bom saber que não estávamos sozinhos na ansiedade de desbravar aqueles corredores de estandes.

Ainda no primeiro dia, fomos surpreendidos mais uma vez! As editoras resolveram inovar e algumas editoras e estandes tinham títulos excelentes — inclusive edições limitadas — por R$ 5,00 e R$ 10,00. Eu nunca havia feito uma compra no primeiro dia de Bienal, porém 2017 veio para marcar e eu saí de lá com dois livros.

OS EVENTOS
Algumas editoras promovem eventos durante a Bienal. Alguns são destinados a nós, blogueiros, para recebermos o material de marketing necessário e divulgar os próximos lançamentos para vocês, enquanto outros eventos são abertos para os leitores em geral. Mas o que me chamou a atenção mesmo é que nesta edição, algumas editoras foram bastante carinhosas conosco, blogueiros e leitores. Alguns eventos foram recheados de brindes e a dinâmica das interações foi excelente. Amamos ter sentido o carinho de quem a gente admira.

Outro destaque foi o espaço Geek & Quadrinhos, que juntava o público nerd para bate papo e jogos com autores e figuras maravilhosas desse mundo pop. Não havia mais desculpa para se sentir deslocado na Bienal!

OS AUTORES
Como sempre, a Bienal traz alguns escritores internacionais para bater um papo com o pessoal e autografar os livros para a galera. Neste ano tivemos grandes figuras como Jenny Han, Paula Hawkins, Victoria Schwab... mas eu só consegui o meu autógrafo com a linda da Karin Slaughter. Não me atrevi a enfrentar a fila de senhas dos demais.

Amamos autores internacionais, sim! Mas eu quero dar um destaque maior para os autores nacionais, desta vez. Sou fã declarado de alguns, mas me surpreendi com tantos outros que conheci e que escrevem maravilhosamente bem! E o que mais me emocionou foi o carinho e a recepção que tivemos deles. Tanto dos recorrentes, quanto dos que conheci nesses dias de festa.
Alguns eventos realizados por blogs e canais, tiveram esse objetivo, divulgar os autores nacionais emergentes e que possuem talentos merecedores de muito mais atenção do que recebem.

OS ESTANDES
Não basta ter livro pra todo canto, pra nos deixar encantados! As editoras arrebentam na montagem dos estandes e nos inserem no contexto das histórias. É impossível não derreter o coração quando encontramos decorações tematizadas com as narrativas que ganharam nossos corações.
Simplesmente não dá para evitar de tirar fotos em todas as posições possíveis, diante dos painéis que a gente tem vontade de levar pra casa.

A decoração vencedora desta edição foi a Rocco, que mais uma vez apostou em Harry Potter e montou um castelo de Hogwarts dentro do pavilhão azul. Foi realmente um prêmio muito justo e bem recebido. Estava lindo demais!


OS PREÇOS
Como já mencionei acima, desde o primeiro dia havia livros com descontos, porém o destaque vai para os estandes de “Livros Por R$ 10,00” que continham edições lacradas de títulos excelentes, tudo por apenas R$ 10,00! Eu levei quatro livros que são lançamentos e eu não acreditei quando encontrei por lá até comprar e abrir e ver que era realmente o livro que eu estava pensando.
Os preços das editoras estavam bem normalizados e muita gente estava garantindo levar os livros pra casa, invés de aguardar a entrega e pagar mais caro no frete das compras online. Então todo dia havia muita gente comprando por lá.

Mas o último dia é aquele que destrói o nosso bolso mesmo e eu consegui levar para casa, por R$ 16,00 livros que custam R$ 55,00 pela internet a fora.
Nas últimas horas de ontem, era uma queima total de estoque, com descontos progressivos, desconto em cima de mais desconto e preços absurdamente baixos, que com certeza faliu muito leitor. Provavelmente alguém voltou a pé porque gastou até o dinheiro da passagem com livros.

O PÚBLICO
Pudemos encontrar muitas escolas visitando a Bienal, muitas famílias comprando livros juntos, muitas famílias se formando lá dentro também porque TEVE PEDIDO DE CASAMENTO NA BIENAL! Reencontramos amigos de longa data e fizemos mais alguns novos. Gente que é como a gente! Simplesmente 680 mil pessoas participaram dessa festa maravilhosa.

Tinha blogueiro de Fortaleza que teve a coragem de despencar aqui pro RJ para dividir a sala de imprensa com a gente, cada um com uma experiência mais legal que o outro.

QUERO MAIS
Nós provavelmente não aguentaríamos mais um dia de evento. Saímos de lá, ontem, destruídos e esgotados. Já estávamos nos jogando pelo chão nas últimas horas, cheios de mochilas recheadas com livros. Não tinha mais cabeça, coluna, perna, pé... mas chegamos vivos em casa!

E é claro, a saudade já dá vontade de chorar e se perguntarem se voltaríamos para lá agora, não pensaríamos duas vezes antes de gritar que SIM! Precisamos de mais dessa vida que cansa, mas que é muito gostosa de viver.

No decorrer das próximas semanas e meses, traremos todas as novidades para vocês, aqui na nossa transmissão. Fiquem ligados porque tem coisa boa chegando por aí.

LEIA TAMBÉM