Swift

Resenha: Cósmico


Hey, tripulação! Depois de uma Bienal do Livro maravilhosa, como já aclamamos por aqui, eu vou trazer vários posts literários para vocês, durante um bom tempo, e aqui vai a primeira resenha do saldo de livros novos gerados pela Bienal 2017 — hoje vamos falar de Cósmico, um livro que tem bastante a ver com nosso blog!

Durante a caça ao livros, nessa festa que terminou há poucos dias atrás, eu encontrei Cósmico — na verdade, prefiro dizer que Cósmico me encontrou —, aquele livro com uma capa prateada, brilhando no alto de uma prateleira de liquidação me chamou atenção. O reflexo não me deixava ver muito bem qual era, até que eu peguei aquele pequeno pedaço de traje espacial, com nada menos que um astronauta na capa. Pronto, eu já estava apaixonado pelo livro. Depois que li a sinopse, tive certeza de que eu precisava levá-lo para casa. No dia em que ele me encontrou, eu não pude levar, porque já estava levando muitas outras coisas e a fila da Companhia das Letras estava gigante. Mas eu precisava dele e então escondi um exemplar no meio de vários outros livros e voltei no dia seguinte para buscá-lo! Deu certo, ele ainda estava lá me esperando!

Mas vamos à história do livro! Cósmico vai falar sobre crianças, seus mundos e como os adultos agem e interferem nele.

Aos olho de Liam, um garoto prestes a chegar na adolescência, porém muito alto para a sua idade. Aos doze anos, todos o confundem com um adulto, afinal, ele já tem até barba!

Ainda sem muito juízo na cabeça e também sem muita compreensão da dimensão de suas atitudes, Liam resolve usar suas características para se passar passar por adulto em algumas ocasiões, sempre se metendo em confusão, e sempre fazendo uma comparação de como as coisas das pessoas mais velhas possuem uma enorme diferença quando são analisadas por uma criança. Por cada cenário de adulto que Liam interpreta, o personagem convidará o leitor a acompanhar um ponto de vista único e simples sobre as coisas que fazemos todos os dias, mas que nem percebemos. Até que em uma dessas suas confusões, ele acaba perdido no espaço, a bordo de um foguete, em uma aventura — literalmente — muito cósmica! Mas será que Liam vai conseguir voltar? Será que Liam gostaria de voltar? Qual será o espaço em que estamos e qual seria o que gostaríamos de estar?

Durante todo o livro, os capítulos criarão momentos reflexivos. Seja sobre nossas reações fúteis, seja sobre como complicamos tanto algumas coisas que podem ser simples, seja como desvalorizamos o que realmente tem valor em meio à correria e ao ambiente que molda a vida adulta.

"Estou falando sobre como não pirar. Não esquecer as coisas que são importantes, as coisas boas e verdadeiras na vida. Há algo encantador lá em cima. E talvez você precisa ter algo no seu coração, sabe, mais encantador. Para conseguir voltar para casa. Do contrário, pode acabar se iludindo."

Cósmico vai nos mostrar como muitas vezes crianças poderiam ser melhores pais do que nós, pessoas adultas. É um daqueles livros que vai fazer o leitor desacelerar a vida e parar para rever os próprios conceitos. É daqueles que quando a gente termina de ler, quer indicar pra todo mundo. Cósmico é uma excelente aventura, com a leveza de infanto-juvenil, mas recheado de grandes lições que nós precisamos reaprender de tempos em tempos.

Título: Cósmico
AutorFrank Cottrell Boyce
EditoraSeguinte (2012)

LEIA TAMBÉM