Swift

Crítica: Chocante (sem spoiler)


Nesta quinta-feira (5 de outubro) estreia ‘Chocante’, uma comédia brasileira dirigida por Johnny Araújo e Gustavo Bonafé. A história se inicia nos anos 90 apresentando o sucesso da boy band Chocante e o seu único single “Choque de Amor” e é trazida para os tempos atuais, vinte anos mais tarde, através de uma notícia de um programa de fofoca anunciando que o grupo se reuniu para um evento inesperado: a morte de Tarcísio, ex-membro da banda.

No desenrolar da história, Téo (Bruno Mazzeo), Toni (Bruno Garcia), Clay (Marcus Majella) e Tim (Lúcio Mauro Filho) decidem matar a saudade dos velhos tempos e se apresentar mais uma vez. Só que agora, orientados pelo ex-empresário Lessa (Tony Ramos), no lugar do falecido Tarcísio, entra o novo integrante Rod (Pedro Neschling), vencedor de um reality show, que tem a metade da idade dos membros originais.


Começando pelos personagens; a história é abordada de uma forma que você se sente mais próximo de cada um. Com características peculiares, tanto os membros da banda quanto os outros personagens, como a fã histérica e presidente do fã clube Quézia (Débora Lamm), trazem para tela a realidade do nosso cotidiano misturado com fatos marcantes do passado de pelo menos quem viveu os anos 90 deve se recordar.

Enquanto os personagens mais velhos dividem o filme numa linha entre o presente e o apego ao passado, os personagens de Klara Castanho e Pedro Neschling representam a atualidade, o público jovem como os Youtubers da vida, gerando esse conflito de gerações que é um aspecto fundamental no filme. Mesmo carregando a comédia como gênero, o roteiro faz muitas outras abordagens dramáticas como a frustação profissional, problemas familiares, necessidade de reconhecimento, entre vários outros, que tornam os personagens ainda mais humanos.

Também não podemos deixar de comentar da música tema “Choque de Amor” que se encaixa perfeitamente como um hit dos anos 90, fazendo com que você fique com o refrão na cabeça durante algumas semanas. Assista o vídeo clipe para entrar no clima!


Um dos pontos negativos é que o filme se baseia naquela velha história que a gente já conhece muito bem: um grupo de loosers (perdedores) querendo dar a volta por cima. Outro ponto é que, apesar do final nos levar a algumas lágrimas, o roteiro peca um pouco na escolha do desfecho que até é compreensível, mas não “ornou” com todo o resto.

Na coletiva de imprensa que aconteceu na última terça (26), tivemos a honra de estar com a maior parte do elenco presente e durante todo o momento pudemos observar o clima de descontração entre os atores. A impressão que temos é que toda a gravação foi daquele jeito, com muitas brincadeiras, risadas e sem muita marcação da direção que deixou tudo acontecer da forma mais natural possível.

‘Chocante’ é um filme carregado de nostalgia, muito clichê, muita referência da cultura pop brasileira e muito humor. Vale a pena conferir nos cinemas!



LEIA TAMBÉM