Swift

Crítica: De Volta Para Casa (sem spoilers)


Reese Whiterspoon está de volta as comédias românticas com De Volta Para Casa. Dirigido por Hallie Meyers-Shyer, filha da diretora Nancy Meyers - um dos grandes nomes do gênero, tendo escrito e dirigido filmes como Simplesmente Complicado, Alguém Tem Que Ceder, entre outros – a estreante, que também assina o roteiro, vem contar a história de Alice Kinney.

Interpretada por Reese, nossa protagonista é uma mulher que acabou de se separar do marido e que está de mudança com suas duas filhas para a antiga casa do falecido pai – um famoso diretor de Hollywood – em Los Angeles, enquanto tenta dar um novo rumo a sua vida.


Contudo no seu aniversário de quarenta anos, acaba conhecendo três jovens, interpretados por Pico Alexander (O Ano Mais Violento), Nat Wolff (Death Note, Cidades de Papel) e Jon Rudnitsky (Saturday Night Live), aspirantes a cineastas que pretendem vender seu projeto a um grande estúdio. Após algumas bebidas, conversas e desenrolar da história, o trio acaba encontrando abrigo na casa de Alice, o que irá render algumas confusões.

Recheado de clichês, De Volta Para Casa é sua típica comédia romântica. Alias, iria um pouco mais longe e diria que é um filme perfeito para se assistir num domingo a tarde, quando você está a fim de ver algo doce e otimista.


Confesso que, achei bem interessante o envolvimento dos três rapazes na trama e o fato do filme não se transformar em um triangulo ou quadrado amoroso. É nítido o sentimento de cumplicidade e amizade na relação entre Alice e os jovens - apesar de haver um interesse desta por um dos boys -. No entanto, preciso mencionar como os arcos são rasos, parece que o filme sempre fica no ponto morto nunca engatando em algo a mais, o que também acaba prejudicando o ritmo deste.

O mesmo posso dizer de Michael Sheen e Candice Bergen, que são completamente desperdiçados, ao coloca-los como apenas precursores de determinados eventos. Sendo a sua função apenas de movimentar a história, não tendo seus personagens nenhum peso.

De Volta Para Casa traz uma mensagem positiva e sua história possui momentos cativantes ao mostrar a protagonista redescobrindo suas paixões e objetivos. Mas ao cair na previsibilidade, acaba se tornando mais do mesmo.




LEIA TAMBÉM