Swift

Uma visita ao Grupo Editorial Record


Na última sexta feira nós fomos atender a um convite muito especial! Pousamos nossa nave na sede do Grupo Editorial Record, aqui no Rio de Janeiro! Acompanhe-me nessa incrível jornada por uma fábrica de livros.

Eu já havia escutado falar sobre a gráfica que a Record possui, sempre cheia de elogios, mas até então ficava tudo somente na imaginação — o que já era suficiente para ficar deslumbrado com a magnitude do lugar. Mas finalmente eu pude entrar nesse paraíso de máquinas e papel, para ver como a magia dos livros começa a acontecer.
Guiados pela Rafa e pela Ana, do marketing da Record, além do Rapaz-Que-Esqueci-O-Nome-Me-Desculpe, nós passamos por dentro de máquinas que levavam o papel para as matrizes de impressão e depois vimos o corte a dobra das páginas. Seguindo o fluxo, vimos as capas sendo também dobradas e a cola sendo aplicada na lombada, para então receber o miolo do livro, logo após, passando pelo processo de secagem e finalmente chegando às guilhotinas que cortavam os excessos e deixavam os livros como os vemos nas prateleiras. No final disso tudo, ainda tinham os funcionários que faziam o controle de qualidade e embalavam os livros, onde nós oferecemos — várias vezes — nossas mochilas como embalagem, mas parece que eles preferiam as caixas de papelão da Record, mesmo.

Talvez você pense — “Mas é apenas um processo simples. Imprime, dobra, cola e corta.” —, sim é um processo mecânico simples de ser descrito, mas quando a gente é apaixonado por livro, tudo isso ganha um encanto muito maior ao presenciar cada passo dessa realização de novos mundos e universos. E olha que de mundos e universos, nós, astronautas, entendemos bastante!
Minha vontade era de sentar em uma daquelas esteiras, junto com os livros, e ficar circulando pela gráfica, o dia inteiro. Acredito que deva ser um dos trabalhos de linha de produção mais gratificantes do mundo.

Depois de babar bastante, dentro daquela fábrica de mundos, as meninas nos levaram para conhecer a Galera da Record — desculpe pelo trocadilho, hahaha. E então passamos pela equipe de marketing, pelo editorial, pelo pessoal de aquisição e a cada sala que eu entrava, eu ficava boquiaberto com o ambiente. Coisa linda de se ver, um monte de mesas decoradas tematicamente com livros e sempre cheio de prateleiras recheadas para todos os lados. A vontade era realmente de mandar todo mundo sair dali e tomar posse do lugar, hahaha! Sério que foi impossível não pensar “quero uma mesa dessas pra mim, só preciso disso pra ser feliz!”. Será que tem vaga de TI por lá? #RecordMeContrata

E as surpresas não acabaram por aí. Ainda tivemos um coffee break, onde as meninas nos apresentaram os títulos para esse último trimestre de 2017, além de algumas promessas para 2018 e alguns livros de presente, com alguns brindes que adoramos!
Dentre os livros apresentados, eu não poderia deixar de alguns para vocês. Confiram o que está vindo por aí:

O Mago de Batalha — Aleluia, irmãos! Temos aqui o terceiro volume da saga do conjurador. Já resenhada aqui no blog e com entrevista exclusiva do Taran Matharu, essa é uma das melhores séries infanto-juvenis que já li na minha vida! Você pode completar a coleção a partir da primeira quinzena de novembro!

Assassin’s Creed Origins: Desert Oath — Mais um título da nossa queridinha coleção de Assassin’s Creed que trazem com maestria as cenas de um dos melhores games do mundo, para as páginas dos livros. Dessa vez nossa viagem histórica será ao Egito, cerca de setenta anos antes de Cristo, na pele de Bayek. Ainda sem título em português, mas algo como “O Juramento do Deserto”, esse título traz o retorno de Oliver Bowden às narrativas de AC.

Todas as Garotas Desaparecidas — Um daqueles títulos de tirar o fôlego e que não te deixam largar as páginas enquanto não terminar a leitura. A promessa é de um livro mais intenso que nunca falha em cativar o leitor. Afinal, “ninguém simplesmente some”. Não vou falar muito desse porque em breve traremos uma resenha com mais detalhes sobre ele. O livro já se encontra nas melhores livrarias!

O Maravilhoso Bistrô Francês — Se você curtiu “A Livraria Mágica de Paris”, com certeza você vai precisar de mais esse título de Nina George, com uma promessa de resgate às coisas simples e bonitas da vida. Leitura leve, mas cheia de sentimentos, e obrigatória! Também na primeira quinzena de novembro.

Criaturas e Criadores — Uma das mais aguardadas promessas nacionais que estamos esperando, trazendo quatro releituras das sombras pelas mãos de Raphael Draccon, Carolina Munhóz, Frini e Raphael Montes, que também chega logo após o Halloween, no início de novembro.

Recebemos mais alguns livros e fomos apresentados a mais alguns outros, porém deixei para trazer postagens mais exclusivas sobre eles, em breve. Os que eu não trouxer, a Thamy trará, fiquem tranquilos que vai ter muita coisa boa rolando aqui pela nossa transmissão e lá na nossa Plataforma Literária.

Antes de encerrar essa transmissão, preciso agradecer infinitamente pelo carinho do Grupo Editorial Record e pela recepção e dedicação do tempo — que a gente sabe que é apertado — da Rafa e da Ana. Agradecemos também à Aliança de Blogueiros Literários do Rio de Janeiro, pela oportunidade. Câmbio, desliga.


LEIA TAMBÉM