Swift

Resenha: Promessa de Fogo - Abismo #1


Em meados do mês de setembro, o autor — independente — Thiago d’Evecque nos procurou, após ter gostado do nosso carinho com os livros. Pois não havia melhor lugar para ele aterrissar, senão em nossa base, porque amamos autores nacionais, ainda mais com essa garra e coragem de enfrentar uma carreira independente.

Ainda bem que fui eu quem leu o e-mail do Thiago, porque saí correndo na dianteira dos demais membros e assumi a ideia dele. Digo “ainda bem”, porque foi um privilégio conhecer esse trabalho e é sobre isso que eu venho falar com vocês, hoje.

Eu não conhecia as obras de d’Evecque até ele me apresentar e — embora tenha um livro físico lançado — eu pude conhecer a escrita dele através do primeiro volume de “Abismo”, com o título de “Promessa de Fogo”. Por enquanto, o livro só está disponível em formato digital, mas falaremos disso depois, agora vamos à resenha!

Promessa de Fogo” é um livro de fantasia sombria e já começou a me ganhar por aí. Quando li a sinopse, foi tiro certeiro, sem volta.
Aqui no primeiro volume de “Abismo”, nós vamos conhecer a história de Alicia, uma garota da fazenda, de vida simples, que ama seus amigos e sonha em passar o restante de sua vida com o garoto que ama. Porém essa vida é destruída por mercenários que atacam seu vilarejo, deixando um rastro de destruição e dor para trás. Antes que me apedrejem, isso não é um spoiler, hahaha. A história mesmo começa após o evento traumático.

Thiago já chega sem brincadeiras e ganha o leitor nas primeiras páginas, com um ótimo suspense que recheia as primeiras cenas. Gosto assim!
É impossível não ser conquistado pelo excelente ritmo do início da narrativa, que se destaca bastante de tantas outras obras de fantasia, que tendem a começar arrastando a história com uma longa explicação de fatos, cenários e universo.

A descrição das cenas pelo narrador onisciente foram um outro ponto chave, que eu acredito que ajudou muito na qualidade da história, porque aqui d’Evecque consegue explorar os diversos ângulos dos pontos de vistas dos personagens, o que complementa e enriquece as batalhas e a narrativa.

Uma fantasia com elementos essenciais que são esperados de toda fantasia, no entanto se por um lado algumas coisas se tornam previsíveis, o autor surpreende trazendo peças totalmente distintas do que estamos acostumados a ver. Eu nunca esperava encontrar dinossauros e lá estão eles! O melhor disso tudo? Dinossauros, um ambiente medieval, somados a elementos sobrenaturais, juntos e misturados, formando um universo extremamente crível com tudo encaixado em seus devidos lugares. Tudo que a gente gosta em um só livro. É de olhar e dizer “cara isso é demais!”.

Demônios que são cultuados, mas que não escodem sua raiz maligna, magias proibidas que me transportaram para cenas de Full Metal Alchemist. Sáurios que me fizeram recordar dos jogos de Final Fantasy — eu juro que os Gastornis são algo muito parecido com Chocobos! Ah, e me digam, como não comparar Vilmos a alguns personagens de Arena 13? É muita referência boa, costurada com muita maestria, criando uma mitologia única e própria.

Outro ponto positivo foi a escolha dos personagens. E eu confesso que fiquei com muito medo de tudo desandar, quando percebi que Thiago estava criando uma narrativa protagonizada por mulheres fortes. Mas eu preciso exaltar que foi uma decisão muito feliz. “Promessa de Fogo” traz mulheres fortíssimas, em personalidade, poder e força. Desde vilãs a mocinhas, garotas e senhoras. Todas muito bem construídas.

Uma Alicia geniosa, que eu não pude evitar de comparar com Laura — a X-23. Uma Matilda totalmente fora dos padrões esperados, que mostra o que é importante e que traz o humor certo, no momento exato. Uma Charlotte que é muito mais durona do que muitos homens de muitas fantasias por aí. Uma Olga que é misteriosa e que sempre deixa a entender que pode fazer muito mais do que transparece.

"Toda decisão significa um abandono. Cada escolha deixa outra opção para trás. Sempre haverá arrependimentos, sempre haverá “o que poderia ter sido”. Um mundo de possibilidades sempre seria destruído ao agarrar-se a uma escolha. O que importava era resolver com qual delas seria mais fácil viver."

Uma história que vai falar sobre paixão, sobre destruição, sobre amizade, sobre o mundo sobrenatural, sobre criaturas malignas e interessantes, sobre sonhos e sobre dor. Tudo isso motivado por ódio e sede de vingança, com muito sangue espalhado e muita inocência destruída.

Uma narrativa com uma fluidez excelente que não deixa as páginas se arrastarem, tampouco se perderem em aprofundamentos desnecessários. Thiago mostra o que precisa ser mostrado no momento exato e essencial. Nada de informações inúteis permeando os capítulos, embora eu acredite que poderia ter menos repetições sobre certas descrições, mas nada que comprometa a qualidade da obra.

Terminei chorando de vontade de ter a continuação de “Abismo” em mãos, mas como ainda não está pronto, me resta esperar. Enquanto isso, vou aproveitar e garantir meu volume de “Limbo”, primeira obra publicada por d’Evecque. Quem quiser garantir seus exemplares, vou deixar aqui em baixo os links para aquisição dos mesmos.

► Limbo https://goo.gl/48baoX
► Promessa de Fogohttps://goo.gl/fqn1t4

Voltarei em breve com mais detalhes sobre o trabalho de Thiago d’Evecque e sobre suas obras, porque depois desse livro, eu tenho muita coisa pra perguntar a ele! Continuem acompanhando nossas transmissões para não perder nenhum detalhe. Câmbio, desliga.

Título: Promessa de Fogo - Abismo #1
AutorThiago d'Evecque

LEIA TAMBÉM