Swift

Crítica: Extraordinário (sem spoilers)


Baseado em um best-seller do The New York Times, o filme ‘Extraordinário’  estreia dia 7 de dezembro nos cinemas. 

A trama conta a história de August Pullman, um garoto de 10 anos apaixonado pelo espaço e por Star Wars, que te mostrará que enquanto ele se sente extraordinário por dentro, por fora, o sentimento não é o mesmo. Auggie tem síndrome de Treacher-Collins (uma desordem craniofacial) e já passou por 21 cirurgias. Durante toda sua vida ele foi educado em casa por sua mãe Isabel (Julia Roberts) e agora ele está prestes a ingressar em uma escola pública pela primeira vez, onde imediatamente é intimidado por causa de sua aparência. 


Com quase 2 horas de duração, o filme consegue te tocar e manipular suas emoções. Mostrando o bom e o ruim sobre os valores que esperamos aprender quando crianças e que precisamos reaprender à medida que nos tornamos mais mundanos. E é com o pequeno Auggie, que já passou por tantas coisas, que nos faz lembrar que ele não é a única pessoa com necessidades. "Seja gentil. Todos que você conhece pode estar lutando contra uma dura batalha”.

O ator mirim Jacob Tremblay, que está irreconhecível por causa da maquiagem, está maravilhoso como Auggie, trazendo para a tela toda a simplicidade e carisma de uma criança especial que faz com que o espectador se emocione em vários momentos. Todos os personagens foram bem retratados e mesmo com grandes nomes no elenco como Julia Roberts e Owen Wilson, todos tiveram seu tempo em tela, brilhando em cada cena.


Assim como no livro, também temos a perspectiva da história através do ponto de vista de outros personagens (com as transições de momentos acontecendo do mesmo jeito). Isso faz com que criemos uma conexão muito forte com cada um deles. O diretor Stephen Chbosky se manteve fiel ao material original, poucos detalhes foram alterados na adaptação, mas nada que tenha afetado o filme de forma negativa. 

‘Extraordinário’ é uma história emocionante, engraçada e gratificante, do tipo de filme que todo ser humano é obrigado a assistir pelo menos uma vez na vida. Carregando uma mensagem forte, o filme é indicado para toda a família! 


<

"Ao escolher entre estar certo e ser gentil, escolha ser gentil."

LEIA TAMBÉM