Swift

Once Upon a Time está vivíssima!


Acho que eu não sou a única Oncer que ficou com medo de começar a assistir a sétima temporada, certo? Devido a mudança na história e aquela questão chata de ter saído parte do elenco ou terem sido demitidos e depois recontratados... E quando tivemos a divulgação do primeiro sneak peek, onde vimos Henry adulto (que deu um up na vida, não é mesmo?), percebemos que a história iria se repetir... E levando em conta que as últimas temporadas não foram nada empolgantes... Então sim, tínhamos todo o motivo para ter um certo medo de que a sétima temporada fosse um flop total. Mas se você, assim como eu, espera uma luz no fim do túnel e que alguém dê um sinal verde avisando que a série não está decepcionante, aqui está a aprovação que você esperava!

Diferente das outras temporadas que acompanhava semanalmente, dessa vez decidi esperar chegar quase no mid season (aquela primeira parte da temporada antes da pausa, com retorno em 2018) para poder fazer uma maratona. Se fosse para decepcionar, vamos decepcionar de uma vez só, sem sofrer picado! Acontece que logo nos primeiros episódios eu fiquei espantada e aliviada pelo “novo” rumo que a série tomou.


Sem dar spoilers, vou resumir essa primeira parte da sétima temporada: Henry agora está com 28 anos, a mesma idade da Emma, e acontece o mesmo que aconteceu com ela – ou também podemos dizer, o mesmo que acontece na história que Henry escreveu. Ele é um autor, que não fez muito sucesso e que está com bloqueio criativo e seu único livro publicado... adivinha qual o nome? Once Upon a Time. Ou seja, aconteceu mais uma maldição (que você vai descobrir quem a lançou lá pelo sexto ou sétimo episódio), e meus amigos... Vão ficar tão chocados quanto eu. Me senti até um pouco mal de estar odiando um personagem que não merecia.

Ainda sobre o Henry, tenho certeza que todos ficaram um pouco chocados com a escolha do novo ator para interpretá-lo. Como eu disse anteriormente, ele deu um UP na vida. Um dos meus medos era não conseguir assimilar os dois e isso era um ponto que realmente podia estragar a série, porque agora o peso do protagonismo está com ele. Mas esse foi mais um motivo que me deixou aliviada! Logo no primeiro episódio eles fazem um gancho entre o Henry mais novo e o Henry adulto, e a gente compra essa mudança. A atuação do Andrew J. West (Henry adulto) está fiel o personagem que a gente já conhecia. Ou seja, ele continua sendo o “nosso” Henry <3


Mas aí você pensa: “se a história se repete, vai ficar chato, porque já sabemos o que vai acontecer...”. Engano seu/nosso! O que posso adiantar é que quem lançou a maldição dessa vez, aprendeu com os erros da maldição anterior e fez com que tudo ficasse mais complicado. Além disso, os personagens que já conhecemos (Regina, Rumple, Gancho) agora tem novos nomes, novas identidades e não se lembram de nada do que aconteceu antes, assim como Henry. E claro, temos novos personagens que podem ter o mesmo nome de alguns que já apareceram, mas são de outro reino e tem outras histórias.

Nessa maldição, alguns personagens foram presos em um bairro conhecido de Seattle (diferente de Storybrooke que foi uma cidade inteira criada pela Regina), e a maioria tem uma vida bem complicada, mas eles não vivem um eterno looping igual a primeira temporada.

Depois de assistir até ao 9º episódio nunca me senti tão feliz e aliviada, acho que finalmente a série encontrou um novo caminho (que estava precisando né?), e mesmo que seja um quase reboot do que já aconteceu, eles não perderam a essência e conseguiram adicionar mais mistérios que nos deixam ansiosos por mais episódios.


Sentiremos falta dos antigos personagens? Claro que sentiremos! Mas sabemos que alguns deles não sumiram por completo. Eles ainda estão em Storybrooke sem saber o que aconteceu com os outros. Mas vamos combinar que o novo elenco também é muito bom e tem ótimos atores. Alguns que vocês vão amar – como a Alice e a Princesa Tiana, e outros que vocês vão sentir raiva, mas vão aplaudir de pé pela atuação.

Então é isso tripulação, se você ainda não começou a assistir a sétima temporada por medo, vai na fé que nossa Once Upon a Time está vivíssima! Agora se você já está acompanhando, deixa aqui nos comentários o que você está achando dessa mudança!

Câmbio, desligo.

LEIA TAMBÉM