Swift

Crítica: O Touro Ferdinando (sem spoiler)


Carlos Saldanha presenteou o público com produções como A Era do Gelo e Rio. Conhecido por suas belas animações com forte apelo reflexivo, em sua mais nova produção, O Touro Ferdinando, o brasileiro mostra a importância da tolerância.

Inspirado no conto de Mundo Leaf e Robert Lawson - a obra conta a história de Ferdinando (voz de John Cena), um touro que preza a sensibilidade e não suporta a violência, sendo constantemente criticado pelos outros touros por não fazer parte da “regra”. A medida que vai crescendo, ele se torna forte e grande, mas com o mesmo pensamento. Contudo, quando cinco homens vão até sua fazenda para escolher o melhor animal para as touradas em Madri, Ferdinando é escolhido e nossa aventura se inicia.


Como disse anteriormente, ao invés de ficar treinando para encontrar glória nas arenas, Ferdinando se importar em encontrar a beleza nos pequenos detalhes. Estamos diante de um personagem que não se encaixa nos padrões exigidos e por isso é excluído do convívio social. Possuindo uma verdadeira aversão à hostilidade, Ferdinando defende sua visão e ensina aos seus semelhantes que não precisamos ser consequências de rótulos impostos.

Entenda, o filme não é triste, pelo contrário, fará você dar boas risadas, já que seu humor é bem inserido e eficaz durante toda a trama. No entanto, é preciso reconhecer que a produção traz uma grande crítica social e que conversa com os tempos atuais. O que me leva a outro assunto abordado na história, as touradas.

O filme é bem pontual ao mostrar sua posição contra este evento e traz para a tela um tema que vem sido discutido na Espanha há bastante tempo, onde se pondera se deve ser protegido o direito dos animais ou uma tradição.


Ademais, a minha única insatisfação com o roteiro fica no desenvolvimento de alguns personagens – como Nina (voz de Maisa) -, que mostram um grande potencial mas acabam sendo unidimensionais e não tendo tanto espaço para desenvolvimento. No mais a animação acerta, tendo muitas cores, boas músicas e um protagonista adorável.

O Touro Ferdinando, é um ótimo início para as animações de 2018. Recheado de humor e aventura, a produção consegue inserir neste meio uma bela reflexão ao mostrar que as aparências enganam e que as vezes é necessário um touro falante nos lembrar sobre a necessidade da aceitação.



LEIA TAMBÉM