Swift

Resenha | Mais Que Amigos



Se tem uma coisa que cura minha ressaca literária, é romance clichê. Sabe aquele romance que só através do título já sabemos o final? Bom, ao receber “Mais Que Amigos” da editora Companhia das Letras (selo Paralela), eu soube instantaneamente o que daria nessa história, mas nem por isso fiquei desanimada, pelo contrário, como sempre digo — eu adoro um bom clichê!

Mais Que Amigos vai contar a história de Park e Ben que são BFF e moram juntos desde a época da faculdade. Ben é um mulherengo e não quer saber de relacionamento sério, já Park namora há cinco anos com Lance, que aceita perfeitamente essa amizade dela com Ben.

Acontece que Park leva um pé na bunda de Lance e decide levar a vida como Ben. Ir pra night e levar um homem diferente pra casa quando tiver vontade, nada mais de relacionamento, apenas sexo. Só que ao conversar com esses homens, por mais bonitos que eles fossem ela perdia todo o interesse. Então tem a brilhante ideia, não seria legal transar sem compromisso com alguém que você já gosta de conversar? É aí que nossa história se desenrola. Será que dá pra rolar sexo sem compromisso com seu melhor amigo e a relação não ser destruída? Será que as pessoas estavam certas o tempo todo e, mulher e homem não conseguem ser somente amigos?


Confesso que comecei o livro naquela expectativa de um clichê maravilhoso e me decepcionei um pouco. Achei a escrita da autora muito repetitiva e absurdamente rasa. Mas, tirando essa decepção inicial, consegui me envolver na história e devorar o livro rapidamente.

Se você procura um ótimo romance com uma história super inédita e desenrolada, não é uma boa indicação para você. Agora, se você, assim como eu, gosta de livros leves e romances clichês pra dar aquela desestressada, você vai gostar de Mais Que Amigos. Só não vá com muita expectativa, ok?

Título: Mais Que Amigos
Autora: Lauren Layne
Editora: Paralela (2018)

LEIA TAMBÉM