Swift

Review | Youngblood - 5 Seconds of Summer


E depois de afundar o botão do repeat resolvi vir aqui para comentar um pouco do álbum Youngblood do 5 Seconds Of Summer que traz uma proposta completamente diferente dos álbuns anteriores, mais maduro e muito apaixonante. 

O primeiro single divulgado foi ‘Want You Back’, na hora já deu para perceber que era uma pegada diferente do álbum anterior. Puxado mais para o pop, como fã, o meu medo era que a banda tivesse optado por ir para “aquele lado” que muitas bandas acabam indo... Aquele lado pop, fácil, que sabe que vai agradar gregos e troianos, que tem singles que tocam vinte vezes por dia nas rádios e parece tudo muito raso e sem sentimento, só pela fama e dinheiro. Isso não significa que eu não tenha gostado da música, mas foi essa a primeira impressão que tive. 

Minha opinião começou a mudar quando eles liberaram 'Youngblood'. Deu para entender um pouco mais da proposta que eles queriam, mesmo ainda sem compreender totalmente. Foi acompanhando as publicações das redes sociais dos integrantes que percebi qual era a deles. Eles quiseram sim optar por algo diferente, e pelas palavras do Michael: “é algo que eles sempre quiseram fazer e eles estão muito satisfeitos com o resultado final”


Quando finalmente chegou o dia do show (você pode conferir como foi clicando aqui), pude ver com os meus próprios olhos que eles realmente estavam fazendo o que gostavam e do jeito que queriam. Não foi para o lado pop modinha. Você sente que foi um álbum que teve um trabalho minucioso, mais que isso, é visível a evolução musical dos meninos, tanto vocal quanto na produção instrumental. 

O que antes as canções me lembravam uma mistura de Green Day com Good Charlotte e Simple Plan, agora eles encontraram seu próprio estilo! As batidas lembram músicas dos anos 90 e todo o visual do álbum também. Com letras de muita dor de cotovelo e outras que você pára pensar: “não é possível que tão novos já sofreram tanto por amor” hahaha. 

A sensação que tenho agora é de uma fã orgulhosa! Youngblood é aquele álbum que basicamente não tem uma música ruim. E para aqueles que diziam que a banda era um “One Direction” da vida, não tem desculpa para não escutar agora. :)

LEIA TAMBÉM