Swift

Resenha | Fortaleza Impossível


Hey, Tripulação! Normalmente eu venho aqui para falar de livros de fantasia ou de ficção científica, certo? No entanto hoje eu venho trazendo uma resenha sobre um livro com uma pegada mais geek no conteúdo, com uma exaltação aos anos 80 e à cultura pop.

Quando eu vi a capa de “Fortaleza Impossível”, eu sabia que seria um daqueles livros para guardar em lugar especial da estante. E se tem uma coisa que me encanta sempre um pouco mais nesse meu universo geek — dentre tantas e tantas coisas — é a cultura dos anos 80. Ah se eu pudesse voltar no tempo... E Fortaleza Impossível vai nos transportar exatamente para lá! Onde Vanna White era a apresentadora da Roda da Fortuna e motivo da loucura de muitos homens.

Naquela época — sem internet e sem nudes pelo WhatsApp —, as revistas masculinas faziam muito sucesso. Dentre elas, a famosa Playboy costumava fazer mais barulho do que as concorrentes, principalmente por trazer a mulherada da celebridade em suas capas. Pois é aí que chega o dia em que eles estampam ninguém menos do que Vanna White em uma de suas edições.

Billy e seus amigos — adolescentes, nerds e consequentemente tarados — simplesmente piram quando descobrem que a apresentadora que eles tanto babavam saiu na revista. É uma daquelas questões de necessidade, eles PRECISAM da revista, mas é claro que existe um problema... eles ainda não têm 18 anos para comprar a edição.
Diante desse obstáculo, os garotos começam a bolar inúmeros planos mirabolantes para conseguir a revista, desde implorar a homens mais velhos, para que comprem a revista para eles, até chegar ao ponto de decidirem invadir uma loja para roubar a Playboy.

O plano era infalível, até que uma garota — Mary —, filha do dono da loja, entra no circuito e se torna tanto uma ponte, como uma ameaça ao plano dos garotos. Uma ponte porque eles podem tentar conseguir a senha do alarme da loja com ela, e uma ameaça porque a garota é muito inteligente e os meninos sempre acabam fazendo alguma besteira.
Sobre a história, eu paro de falar por aqui, porque senão vai perder a graça de saber o que acontece e principalmente como acontece e se desenrola.

O livro é um Young Adult e a galera-alvo do gênero não viveu essa década deliciosa — porém a história é boa demais, mesmo para os mais jovens —, então o presente maior desse livro fica para o pessoal mais vivido e que curte uma história leve de YA, porque as referências e a nostalgia que se aplicam na leitura são muito gostosas!

A descrição dos cenários, da cultura e dos personagens são muito bem trabalhadas e certamente quem já assistiu a Stranger Things, vai fazer uma analogia entre os ambientes.

Fortaleza Impossível”, que estampa o título do livro, é o nome de um game, que é um dos pontos principais da história, e a editora Arqueiro simplesmente criou um hotsite para que possamos jogar! É uma declaração de amor muito grande ao universo geek, não é mesmo?! Vou deixar o link aqui abaixo.

Fortaleza Impossível — https://goo.gl/yzQxST

Ah, e ainda falando sobre o game, preste atenção na jogabilidade e em como ele funciona — o livro explica —, porque a própria história tem uma referência a ele! E quando você encontrar, aaah certamente vai achar incrível! Sério, é muito bem bolado e encaixado!

Fortaleza Impossível é sem dúvidas um dos melhores livros para os amantes da cultura pop, para quem sente saudades dos anos 80 e para todos os que vivem dentro do universo geek!

Leitura com uma trama deliciosa e cativante, recheada com tudo de bom. No entanto não espere algo tão grandioso nem muito profundo, é tudo bem leve.

LEIA TAMBÉM