Swift

Primeiras Impressões | Demolidor - 3ª Temporada


A terceira temporada de Demolidor estreia dia 19 de outubro, contudo a Netflix gentilmente liberou os seis primeiros episódios para o blog e devo confessar que minha primeira impressão é bem positiva. A série mostra porque é a produção de mais alta qualidade da parceria Marvel/Netflix e traz um início de temporada emocionante.

Partindo do finale de Os Defensores, vemos Matt Murdock ser resgatado pelo convento pelo qual foi acolhido quando criança. Logo após, a irmã Maggie (Joanne Whalley) aparece em cena cuidando de Matt. Esses são os primeiros resquícios do arco A Queda de Murdock em cena, que vem ser a grande influência da temporada mesmo tendo sofrido algumas adaptações em decorrência da trama.

Vemos um Murdock quebrado, que questiona suas crenças e despido do seu manto de vigilante de Hell's Kitchen. É muito gratificante ver um roteiro amarrado e com direcionamento - ao contrário do visto na segunda temporada - e que se preocupa em desenvolver sua história, assim como, seus personagens. O maior exemplo disto, é o próprio Foggy (Elden Helson), que ganha mais espaço, e a bela introdução de Benjamin Pointdexter (Wilson Bethel) também conhecido como Mercenário, um dos maiores vilões do vigilante. 

Por falar em vilões, outro personagem retorna ao mundo de Murdock para dividir o papel de antagonista. Como você já deve suspeitar, Wilson Fisk (Vicent D'Onofrio) está de volta e confesso que senti falta do Rei do Crime. Além da presença imponente de D'Onofrio no papel do vilão, o roteiro sabe muito bem dividir o tempo de tela dos seus vilões, criando mais do que um objetivo em comum, e sim uma conexão, entre eles.

Para alguns, o ritmo pode parecer um pouco lento, mas a terceira temporada de Demolidor te ganha nos detalhes, no desenvolvimento de personagem e em cenas de luta muito bem coreografadas. Toda dualidade de Murdock e a urgência deste  em ressurgir das cinzas por conta da volta do seu antigo inimigo, faz com que a série te prenda instantaneamente nesta temporada - até o momento - bem planejada. 

Como disse anteriormente, eu só tive acesso aos primeiros seis episódios, mas caso a produção continue a caminhar neste ritmo até o final, devemos reconhecer que o Diabo de Hell's Kitchen ainda tem muito a oferecer.

LEIA TAMBÉM