Swift

Crítica | O Parque dos Sonhos


Quem nunca se pegou imaginando o quanto seria legal montar um parque de diversões todinho ao seu gosto, com todos os brinquedos e atrações mais divertidas que conseguimos imaginar? É isso que O Parque dos Sonhos oferece ao espectador que for assistir ao filme nos cinemas.

A produção é uma parceria da Nickelodeon Movies e Paramount Animation e traz um elenco de peso para da voz e vida a esses personagens. Entre alguns desta extensa lista podemos mencionar: Jennifer Garner, Mila Kunis, Kevin Chamberlin, Ken Jeong, Matthew Broderick, Kenan Thompson, entre outros.

Mas sobre o que se trata o filme? Bem, este trás a história da pequena sonhadora June, que constrói um parque imaginário com sua mãe. Tudo que é feito no parque, segue instruções divertidas criadas pelas duas, ganhando vida e enchendo ainda mais a criatividade da menina.

Nickelodeon Movies/Paramount Animation
Porém, logo após um acontecimento inesperado, June  já não se vê acreditando mais na sua criação fazendo com que pare de imaginar e brincar como antes. É quando então, ela descobre um caminho desconhecido que a leva até o parque de verdade e uma fantástica jornada se inicia.

É lá que ela conhece seus companheiros de aventura, Broomer, Steve, Greta, Cooper e Peanut; que são animais que possuem funções dentro do parque e garantem seu perfeito funcionamento e diversão aos visitantes.

June chega à sua criação em um momento de dificuldade, já que uma força maligna quer destruir todo o parque e acabar com os sonhos e fantasias. Mas para enfrentar essa força tão terrível, a menina terá que passar por algumas provas, tendo que confiar em si mesma e em seus companheiros.

Nickelodeon Movies/Paramount Animation
Tentando salvar o lugar de um terrível destino, podemos perceber que O Parque dos Sonhos é uma história que trabalha muito bem relações familiares e de amizade. No meio de toda está aventura vemos a importância do estímulo constante da imaginação e criatividade das crianças, como também, em mostrar como é importante dos pais neste desenvolvimento.

Trazendo a noção da importância em desenvolver a criatividade e a acreditar em seu potencial o filme traz uma trama delicada e sem duvidas emocionante. Mesmo possuindo uma hora e vinte e cinco minutos de duração, encantamento e o sorriso do  público ao final da sessão são garantidos. 

E então, vai perder essa aventura?



LEIA TAMBÉM