Swift

TOP 5 | Grandes mães dos quadrinhos


Ser mãe por si só é um grande poder. A maternidade requer que essas super-heroínas sejam dotadas de habilidades especiais devido a todo altruísmo, amor e adversidades que envolvem está jornada. Sendo assim, nada mais justo do que neste Dias das Mães listar algumas das grandes mães que os quadrinhos já nos proporcionaram!

MAY PARKER

Tia May é uma figura emblemática. Tendo acolhido Peter quando criança, após a trágica morte de seus pais a personagem sempre foi um porto seguro para o super-herói, mostrando um incondicional apoio mesmo diante de todas as dificuldades vividas por está. A relação entre Peter e May é linda e conseguimos sentir todo o amor e cumplicidade que existe entre os dois personagens.

Mesmo depois de ter perdido o filho, o marido e ser alvo de inúmeros inimigos do teioso, May nunca se distanciou de seu sobrinho permanecendo firme ao seu lado em todos os bons e maus momentos.

HIPÓLITA

Ser mãe da nossa Mulher-Maravilha e rainha das amazonas não é para qualquer um. Hipólita também é uma personificação do que é ser supermãe. Ensinando desde cedo a Diana o senso de responsabilidade, liderança, coragem e fraternidade a sua filha, muitas vezes Hipólita é vista como uma mãe severa, mas poucos sabem o quão altruísta a rainha de  Themyscira é com relação ao seu povo e sua própria filha.

Sempre protegendo Diana, Hipólita inclusive já se sacrificou, ao ser transformado em pedra por Hera, para que assim a Mulher-Maravilha fosse poupada de um terrível destino, como visto em os Novos 52

JESSICA JONES

A história de Jessica Jones é sinônimo de superação. A super-heroína passou por poucas e boas, e mesmo diante de tantas dificuldades conseguiu superar o alcoolismo e todas as feridas deixadas por Killgrave. Contudo, com o nascimento da pequena Danielle Cage - filha desta com Luke Cage - Jessica  se tornou ainda amais focada para proteção de sua filha. Isso que chamamos de ser mãe super protetora.

Mas brincadeiras a parte, com a vinda de Danielle a personagem abraçou novamente seu lado de heroína, tendo inclusive se aliado a Tony Stark após Guerra Civil e se registrado como uma mutante. Toda, essa proteção e foco valeu a pena, pois anos mais tarde lá na Terra-15061, Danielle Cage se tornaria a Capitã América. 

MARTHA KENT

Martha Kent é outro daqueles nomes que é impossível não mencionar quando estamos falando de grandes mães das histórias em quadrinhos. Mãe de Clark Kent, ela foi a responsável por ensinar os valores e a visão de mundo que o Superman defende até hoje. Assumindo um papel de conselheira de Clark, Martha esteve presente em momentos decisivos para o seu filho, o aconselhando no seus momentos de dúvida e dificuldade. 

SUE STORM

Mais conhecida como Mulher Invisível, Sue Storm sempre botou ordem no Quarteto Fantástico devido ao seu grande senso de responsabilidade. Esse senso só cresceu quando se tornou mãe de dois filhos, o poderoso Franklin Richards - que possui o poder de manipular na realidade - e a superinteligente Valerie Richards, fazendo com que Sue movesse mundos e fundos para a proteção de ambos. Se dividindo entre salvar o mundo e a criar os seus filhos, Sue sempre soube conciliar ambos, sendo outro exemplo de Supermãe.


Há outra supermãe que deixamos de mencionar? Deixe nos comentários!

LEIA TAMBÉM