Swift

Bienal do livro e o futuro da literatura


Todos sabemos que as crianças, hoje, se tornarão em esperança ou decepção amanhã. Pensando nisso, a XIX Bienal do Livro Rio investiu ainda mais nessa garotada, nutrindo uma expectativa de que no futuro os resultados sejam promissores!

Somos especialistas em Bienal, e podemos afirmar que esta foi a edição mais dedicada aos pequenos, com nada menos do que um pavilhão inteirinho só para eles! Era muito livro, mas também era muita criança no meio de tantas páginas.

Algumas editoras merecem destaque nas edições de livros “infantis” — daqui a pouco eu explico sobre as aspas —, como a Estrela, que até então é muito mais conhecida pela sua fábrica de jogos e brinquedos, mas que também possui um selo editorial — Estrela Cultural — com livros que despertam bastante a curiosidade das crianças, por conta de suas edições interativas.

E agora falando das aspas ali de cima, um dos títulos mais divulgados e que fez muito sucesso durante a Bienal, foi o “Pterossauros Brasileiros”, de Luiz Aneli e Celina Bondenmüller, que além de falar desses antigos dominantes dos nossos céus, vem com nada menos do que um esqueleto de pterossauro para ser montado! E, sim, eu montei e não me importo com que o público alvo do livro seja infantil, eu simplesmente me apaixonei!

Ainda falando da Estrela Cultural, os livros do Pequeno Príncipe e do João e o Pé de Feijão são sensacionais, com diversos marcadores para utilizar nas páginas. Já a Arca de Noé permite montar um barco e criar bichinhos com massa, para “navegar” pela história.

Outra editora que estava se destacando muito com o público infantil foi a Melhoramentos. Com muito Ziraldo, Maurício de Sousa, Marvel, Disney e livros que promovem a interação e diversidade cultural entre as crianças, o estande rendia grandes filas de pais felizes por verem os filhos interessados na leitura e crianças ansiosas para abrir as páginas, caixas e maletas que compunham os kits literários.

E além de publicar os livros, a Melhoramentos também levou os autores para o estande, para autografar e tirar fotos com a garotada. Gabriel, o Pensador esteve por lá, autografando sua obra infantil “Um Garoto Chamado Rorbeto”, assim como Tiago Andrade e Rogério Barbosa que também animaram as crianças no estande!

Então se você ainda não comprou o próximo presente para a criança mais apegada a você, com certeza vale muito a pena conferir o catálogo dessas duas editoras e dar um presente diferenciado, que além de colocar um sorriso no rosto de algum pequeno, sem dúvida também é um grande investimento na tripulação infantil.

LEIA TAMBÉM