programacoes category image

Cobertura – XVIII Bienal Internacional do Livro

11 setembro 2017 0 Comentários

Se há um evento que me deixa morrendo de ansiedade, é a Bienal Internacional do Livro, que ocorre intercaladamente entre RJ e SP. Neste ano, assim como todos os demais anos ímpares, a Bienal abre seus portões aqui na Cidade Maravilhosa.
Nesta XVIII edição, nós pudemos cobrir o evento com maior abrangência e marcamos presença nos pavilhões do Riocentro por oito, dos onze dias de duração do evento.

Ontem foi o último dia, nós saímos de lá totalmente esgotados, mas já estamos com saudades. Para matar essa saudade, eu trago aqui mais um pouco de Bienal para vocês, com algumas coisas que rolaram nessa festa maravilhosa e que achamos válido destacar.


O PRIMEIRO DIA
Em edições anteriores, a Bienal Internacional do Livro reservava o primeiro dia para os professores e livreiros, eles tinham chances de conhecer tudo antes do público geral. Hoje não é mais assim, porém muitas pessoas ainda desconheciam a liberação do evento desde o primeiro dia de festa. O que nos deixou bastante impressionados é que havia uma quantidade razoável de pessoas andando por lá desde o dia 31/08. Foi muito bom saber que não estávamos sozinhos na ansiedade de desbravar aqueles corredores de estandes.

Ainda no primeiro dia, fomos surpreendidos mais uma vez! As editoras resolveram inovar e algumas editoras e estandes tinham títulos excelentes — inclusive edições limitadas — por R$ 5,00 e R$ 10,00. Eu nunca havia feito uma compra no primeiro dia de Bienal, porém 2017 veio para marcar e eu saí de lá com dois livros.


OS EVENTOS
Algumas editoras promovem eventos durante a Bienal. Alguns são destinados a nós, blogueiros, para recebermos o material de marketing necessário e divulgar os próximos lançamentos para vocês, enquanto outros eventos são abertos para os leitores em geral. Mas o que me chamou a atenção mesmo é que nesta edição, algumas editoras foram bastante carinhosas conosco, blogueiros e leitores. Alguns eventos foram recheados de brindes e a dinâmica das interações foi excelente. Amamos ter sentido o carinho de quem a gente admira.

Outro destaque foi o espaço Geek & Quadrinhos, que juntava o público nerd para bate papo e jogos com autores e figuras maravilhosas desse mundo pop. Não havia mais desculpa para se sentir deslocado na Bienal!


OS AUTORES
Como sempre, a Bienal traz alguns escritores internacionais para bater um papo com o pessoal e autografar os livros para a galera. Neste ano tivemos grandes figuras como Jenny Han, Paula Hawkins, Victoria Schwab… mas eu só consegui o meu autógrafo com a linda da Karin Slaughter. Não me atrevi a enfrentar a fila de senhas dos demais.

Amamos autores internacionais, sim! Mas eu quero dar um destaque maior para os autores nacionais, desta vez. Sou fã declarado de alguns, mas me surpreendi com tantos outros que conheci e que escrevem maravilhosamente bem! E o que mais me emocionou foi o carinho e a recepção que tivemos deles. Tanto dos recorrentes, quanto dos que conheci nesses dias de festa.
Alguns eventos realizados por blogs e canais, tiveram esse objetivo, divulgar os autores nacionais emergentes e que possuem talentos merecedores de muito mais atenção do que recebem.


OS ESTANDES
Não basta ter livro pra todo canto, pra nos deixar encantados! As editoras arrebentam na montagem dos estandes e nos inserem no contexto das histórias. É impossível não derreter o coração quando encontramos decorações tematizadas com as narrativas que ganharam nossos corações.
Simplesmente não dá para evitar de tirar fotos em todas as posições possíveis, diante dos painéis que a gente tem vontade de levar pra casa.

A decoração vencedora desta edição foi a Rocco, que mais uma vez apostou em Harry Potter e montou um castelo de Hogwarts dentro do pavilhão azul. Foi realmente um prêmio muito justo e bem recebido. Estava lindo demais!


OS PREÇOS
Como já mencionei acima, desde o primeiro dia havia livros com descontos, porém o destaque vai para os estandes de “Livros Por R$ 10,00” que continham edições lacradas de títulos excelentes, tudo por apenas R$ 10,00! Eu levei quatro livros que são lançamentos e eu não acreditei quando encontrei por lá até comprar e abrir e ver que era realmente o livro que eu estava pensando.
Os preços das editoras estavam bem normalizados e muita gente estava garantindo levar os livros pra casa, invés de aguardar a entrega e pagar mais caro no frete das compras online. Então todo dia havia muita gente comprando por lá.

Mas o último dia é aquele que destrói o nosso bolso mesmo e eu consegui levar para casa, por R$ 16,00 livros que custam R$ 55,00 pela internet a fora.
Nas últimas horas de ontem, era uma queima total de estoque, com descontos progressivos, desconto em cima de mais desconto e preços absurdamente baixos, que com certeza faliu muito leitor. Provavelmente alguém voltou a pé porque gastou até o dinheiro da passagem com livros.


O PÚBLICO
Pudemos encontrar muitas escolas visitando a Bienal, muitas famílias comprando livros juntos, muitas famílias se formando lá dentro também porque TEVE PEDIDO DE CASAMENTO NA BIENAL! Reencontramos amigos de longa data e fizemos mais alguns novos. Gente que é como a gente! Simplesmente 680 mil pessoas participaram dessa festa maravilhosa.

Tinha blogueiro de Fortaleza que teve a coragem de despencar aqui pro RJ para dividir a sala de imprensa com a gente, cada um com uma experiência mais legal que o outro.


QUERO MAIS
Nós provavelmente não aguentaríamos mais um dia de evento. Saímos de lá, ontem, destruídos e esgotados. Já estávamos nos jogando pelo chão nas últimas horas, cheios de mochilas recheadas com livros. Não tinha mais cabeça, coluna, perna, pé… mas chegamos vivos em casa!

E é claro, a saudade já dá vontade de chorar e se perguntarem se voltaríamos para lá agora, não pensaríamos duas vezes antes de gritar que SIM! Precisamos de mais dessa vida que cansa, mas que é muito gostosa de viver.

No decorrer das próximas semanas e meses, traremos todas as novidades para vocês, aqui na nossa transmissão. Fiquem ligados porque tem coisa boa chegando por aí.

programacoes category image

Guia de Sobrevivência: Bienal do Livro Rio 2017

29 agosto 2017 2 Comentários



Quinta-feira, dia 31 de Agosto de 2017, se iniciará o maior evento literário do país, a Bienal do Livro do Rio de Janeiro! Nós aqui, estamos extremamente ansiosos e contando os dias  — literalmente, através do Instagram e Facebook — para poder participar e compartilhar com vocês um pouco mais desse evento maravilhoso.
Nosso treinamento de astronauta nos capacitou a sobreviver em muitas condições e, para aproveitar esse evento ao máximo, trouxemos algumas dicas, tanto para você que é novato, quanto para você que é veterano, mas que ainda tem alguma dúvida ou caiu em algum esquecimento.   

COM QUE ROUPA EU VOU?

O ideal é ir o mais confortável possível. Pode ser de calça jeans ou leggin, bermuda, saia, vestido, whatever o importante é você se sentir bem durante as horas do evento. O calçado segue a mesma linha, vá preparado para correr maratonas. Ou seja, no fim o conforto ganha da beleza! 

COMO CHEGAR?

Esse ano, a chegada para a Bienal está bem mais fácil, pois o Riocentro recebeu duas estações do BRT (Olof Palme e Riocentro) em frente ao seu portão principal. Além disso, o metrô é ligado ao BRT pela estação Jardim Oceânico.

Embarque em qualquer estação do Metrô Rio e siga pela linha 4 até a estação Jardim Oceânico, lá procure a saída “C”, que dá acesso ao Terminal do BRT. Na plataforma pegue o BRT 53 – Sulacap Expresso e siga até a estação Morro do Outeiro. Nessa estação, faça uma baldeação e pegue BRT 51 Expresso ou BRT 41 Parador sentido Terminal Recreio, via Riocentro. O tempo de viagem é de aproximadamente 35 minutos.

Como voltar: A partir das estações Olof Palme ou Riocentro, o BRT permite integração com linhas que deixarão na Zona Norte e Oeste, além do metrô que dá acesso ao Centro e à Zona Sul

ATENÇÃO: Durante a Bienal do Livro, de 31 de agosto até 10 de setembro, a Linha 41 – Expresso Madureira x Terminal Recreio fará paradas nas estações Riocentro e Olof Palme, que estão localizadas em frente ao local do evento. Além disso, nesse período, a linha também vai operar aos sábados, domingos e no feriado do dia 7 de setembro.

Para quem quiser pegar um táxi, a Bienal tem parceria com o aplicativo 99Taxis, que dá R$ 25,00 de desconto na corrida com o cupom BIENALDE99. Mas atenção, porque só é válido para novos usuários e o prazo de validade é de 00h do dia 01/08/17 até às 00h do dia 10/09/17.

Mais informações sobre o trajeto – www.bienaldolivro.com.br/como-chegar.php

COMO SOBREVIVER À FILA?

Se tem uma coisa que brasileiro gosta, isso é fila. Não importa a hora que você chegar, já haverá uma fila no portão, esperando a abertura. E, meus amigos, quando aquele portão abre é uma correria que você nem imagina — ou até já sabe e é participante assíduo, certo?! Então, se você quer conhecer algum autor, não pense que será assim tão fácil. Vá o mais cedo possível para a Bienal! E se quer garantir mesmo, compre seu ingresso online. Não há maior praticidade! Até mesmo porque a fila para compra de ingressos é quilométrica! Garanta o seu pelo site: www.bienaldolivro.com.br/ingressos.php

CORRE PRA SENHA!

Agora é a hora de mostrar tudo o que você aprendeu com os Jogos Vorazes! Nos dias de autógrafos, a Bienal vira uma trincheira de guerra e quando os portões dos pavilhões abrem, há apenas um objetivo: chegar vivo à central de senhas! Então se liga nessas dicas:


O pavilhão mais próximo
A entrada pelo pavilhão Laranja te deixará mais próximo da central de senhas, basta cortar pelo meio do pavilhão e seguir para a esquerda, quando chegar antes de entrar no pavilhão azul!


O calçado
Se você pretende conseguir uma senha, nada de salto e nem chinelo! O macete é o tênis, principalmente se você tiver um daqueles especiais para corrida! Porque se você cair… já era — é morte certa por pisoteamento!


Os acessórios
Não vá com nada que te atrapalhe no meio da corrida ou que permita você se prender em alguma coisa, como bolsas, câmeras penduradas, cordões, nem celular na mão. Você precisa estar livre para ser mais rápido.


O preparamento físico
Ainda dá tempo de praticar uma corridinha leve até o dia do autor que você quer o autógrafo. Pega o cachorro, chama um amigo e vai dar treinar o passinho pra não morrer nos dois primeiros metros da maratona — assim como eu morreria.


Correr
Fora a isso, o importante mesmo é correr muito! Corra desembalado e sem olhar pra trás. Foca na central de senhas e vai com tudo. Só cuidado pra não cair e morrer.


Caso você tenha um escudo do Capitão América, pode ser bem útil para a sobrevivência nessa batalha pelas senhas. Estou pensando seriamente em levar o meu…

O QUE LEVAR?

Comida, comida e mais comida!
A Bienal conta com uma praça de alimentação com variedades de lanches e mais alguns carrinhos espalhados pelos pavilhões. Porém, tudo é vendido por um preço bem salgadinho, então se você quer economizar, leve seu lanche e sua água! Claro, que não precisa carregar muita coisa para não ficar pesado, mas quanto mais economizamos na comida, mais livros levamos para casa! 

Casaco
Por ter muitas pessoas e estarmos sempre em movimento, dificilmente sentimos frio. Porém, quando fazemos aquela pausa para descansar, aí percebemos a potência do ar condicionado. Então, não esqueça seu casaco! 

Remédio
Amigos, o Riocentro vira praticamente uma arena em época de Bienal do Livro. As dores virão, isso é inevitável! Então não esqueça o Dorflex, a dipirona, maracugina, enfim, o analgésico e o calmante que você está acostumado, porque vai ser necessário!

Powerbank
Se você quer registrar o seu momento na bienal, não esqueça de levar um powerbank! Por mais que tenham algumas tomadas nos pavilhões, há uma guerra para conseguir usá-las e é mais sangrenta do que a Guerra dos Tronos. Se você pode investir, compre um modelo legal porque que vale a pena, assim você não perde a oportunidade de tirar aquela foto com a galera, com o autor, e nos estandes maravilhosos. 

PECHINCHANDO OS LIVROS

Sabemos que nós leitores não temos limites quando se trata de livros, então para não extrapolarmos precisamos nos controlar através de wishlist. Aqui vai mais uma dica: monte uma lista com os livros desejados e o preço normal dele, para saber se vale a pena comprar na Bienal ou se é melhor esperar e pagar mais barato.
Mas a dica master mesmo é: Dia 10 de Setembro tem promoção aos montes, sim senhor! Último dia do evento você sempre vai encontrar livros em promoção, pois as editoras não querem carregar muita coisa de volta, e quem faz a festa somos nós!

PONTOS DE ENCONTRO

Dentro do Riocentro, o sinal das operadoras de celular não funciona muito bem, então dificilmente você vai conseguir ficar se comunicando com os seus amigos. Sabendo disso, ao chegar na Bienal, marque um lugar e horário para encontrar seus amigos. Por mais que vocês não planejem se separar, a vida irá separá-los, não há como evitar. Ah, evite marcar em frente aos estandes, pois eles ficam tão lotados que fica bem difícil achar alguém por lá, é mais fácil marcar entre um pavilhão e outro ou algum outro local de mais fácil acesso.

EVENTOS

Como esperado, a Bienal deste ano está lotada de eventos interessantes! São tantas programações, tantos autores, tantas conversas… a gente precisa se organizar para aproveitar um pouco disso tudo! Pensando nisso, faça uma lista com os eventos que chamam sua atenção, dia, local e horário. Assim você consegue adequar cada um à sua disponibilidade. Para informações sobre eventos e horários acesse: www.bienaldolivro.com.br/distribuicao-senhas.php
Para outras informações, nós liberamos várias dicas durante o dia, nas nossas redes sociais. Siga a nossa transmissão pelo Instagram, Twitter e Facebook, para ficar a par de tudo o que está rolando e como sobreviver no meio de tanto livro!
programacoes category image

Exposição O Mundo de Tim Burton

12 fevereiro 2016 6 Comentários

tim burton

No último sábado (06/02), alguns membros do nosso blog estiveram presentes na exposição O Mundo de Tim Burton que acontece no MIS (Museu de Imagem e Som) em São Paulo, onde pudemos desfrutar de pertinho toda a criatividade que o diretor passou para o papel, guardanapo e até veludo e que foram guardadas durante anos! Sejam desenhos feitos com lápis, aquarela ou caneta de pena, Tim Burton deixou bem claro que não existe limites para sua criatividade e mesmo que algumas sejam sombrias e estranhas, ganharam cores vibrantes e títulos ou frases engraçadas. Continue lendo

programacoes category image

Lorien’s Day (2ª Edição)

16 janeiro 2016 38 Comentários

legados de lorien

No ano passado aconteceu em São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba a 1ª Edição do Lorien’s Day, o evento nacional que reúne os fãs da saga Os Legados de Lorien. Este ano, mais cidades terão a oportunidade de sediar a 2ª edição nacional do evento! Continue lendo