Últimos Posts
diario-de-bordo category image

Filmes sobre saúde mental | Setembro Amarelo

13 setembro 2020 0 Comentários

filmes sobre saude mental 9

Para quem não sabe, dia 10 de Setembro é, oficialmente, o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. ​Conhecido como Setembro Amarelo, a campanha (que também acontece o ano todo) tem como objetivo prevenir e reduzir os números alarmantes de casos. No, Brasil, são registrados cerca de 12 mil suicídios todos os anos e mais de 1 milhão no mundo. Trata-se de uma triste realidade, que registra cada vez mais casos, principalmente entre os jovens. ​Para reforçar esse assunto de extrema importância, trouxemos mais uma lista de filmes sobre saúde mental que aborda o tema de diferentes formas.

A felicidade não se compra

filmes sobre saude mental 8

Para abrir a lista de hoje, separei um dos meus filmes preferidos. Um clássico da história do cinema que estreou em 1946 e foi dirigido por Frank Capra. A obra nos apresenta a história de George Bailey, um empresário que, ao falir financeiramente, considera o suicídio como uma alternativa. A partir deste momento, uma entidade surge, e o faz enxergar como seria a vida das pessoas a sua volta caso ele nunca houvesse nascido.

O longa é inspirador, e traz a reflexão de que, por mais que percamos a consciência de nossa importância, não devemos esquecer que o simples fato de existirmos já causa um grande impacto positivo na existência de quem amamos.

Depois de Lúcia

filmes sobre saude mental 7

A obra mexicana que relata as consequências de um vídeo vazado, e a destruição que isso causa na vida da jovem Alejandra. A protagonista acabou de perder sua mãe, e para recomeçar a vida, ela e o pai se mudam para a Cidade do México, onde esperam estreitar os laços e se curarem da recente perda.

Como toda novata, Alejandra se vê sozinha em uma escola na qual não conhece ninguém, e tenta se enturmar com um grupo de alunos, tudo vai se encaminhando relativamente bem, porém após se envolver com um garoto que filmou a relação, a garota se vê no meio de um furacão, quando o vídeo vaza e ela começa a sofrer perseguições pesadas das pessoas que antes considerava amiga.

O filme é cru e mostra tudo sem medo de esconder os detalhes, vemos todo o terror que Alejandra começa a enfrentar e toda crueldade que ela sofre nas mãos dos “colegas”. É desesperador e muito verdadeiro, vemos a protagonista entrar em uma depressão pesada. E as “brincadeiras” que fazem com ela, são de nos deixar enfurecidos e com vontade de protegê-la. É um relato sombrio e verdadeiro sobre o bullying. Devo avisar que o filme possui gatilhos e é bem forte, se forem assistir, assistam em um dia que estejam bem emocionalmente.

Antes que eu vá

filmes sobre saude mental 6

Antes que eu vá é uma adaptação de um livro escrita pela autora Lauren Oliver, e nos conta a história de Samantha Kingston, uma jovem que faz parte de um grupo de amigas bem no estilo Meninas Malvadas, e perseguem uma colega de classe, humilhando-a e fazendo bullying diário.

Aqui, vemos bem aquela frase “tudo que vai volta” e a nossa protagonista acaba sofrendo um acidente que causa uma rachadura no tempo e a faz viver o dia do acidente repetidamente. Todos os dias Samantha acorda e descobre que está revivendo o dia do acidente, e ela precisa entender o porquê disso, então passa a avaliar suas atitudes para corrigir seu erro e acabar de uma vez por todas com as repetições.

O filme é bem leve, marca desde o início sua mensagem, é um drama adolescente que faz o agressor ter noção do quanto seu bullying afeta a vítima, e os faz refletir sobre suas atitudes.

As horas

filmes sobre saude mental 5

A história gira em torno de personagens de diferentes gerações que são influenciadas pelo romance “Mrs Dalloway”, de Virginia Woolf. Todas elas têm relação com a depressão e o suicídio em suas vidas, e precisam superar estes obstáculos para alcançarem seus objetivos.

Sem romantizar um contexto obscuro, a obra mostra como a depressão pode ser capaz de ceifar, pouco a pouco, as virtudes de quem sofre com a condição. A produção trás um elenco feminino de peso: Meryl Streep, Julianne Moore e Nicole Kidman – que levou um Oscar por esse filme.

Ferrugem

ferrugem

Agora vamos falar um pouquinho sobre como a internet também é uma ferramenta que possibilita muito para que o bullying seja cometido em grande escala. O filme nacional Ferrugem, aborda exatamente isso, nos mostrando como tudo ganha proporção nas redes sociais, e como isso afeta ainda mais quem sofre essa violência.

Na história conhecemos Tati, uma garota que como todas as meninas de hoje em dia, está sempre conectada e adora compartilhar sua vida nas redes sociais, essa é a realidade de praticamente todo mundo né? A vida de Tati desmorona quando um conteúdo íntimo seu acaba vazando no grupo de whatsapp da sua turma na escola, e a partir de então a garota começa a sofrer toda a perseguição e machismo que uma mulher sofre quando acontece isso na vida real.

O filme faz um ótimo trabalho nos mostrando essa realidade nas telas, e o senso de justiça grita dentro de nós aos assistirmos. É um belo acerto do cinema nacional e abre essa discussão muito importante.

As vantagens de ser invisível

As vantagens de ser invisível

A adaptação cinematográfica do livro escrito por Stephen Chbosky narra a história de Charlie, um adolescente introvertido que luta com sentimentos depressivos ao adentrar em um novo colégio, durante o ensino médio.

Por mais que seu talento para a escrita seja reconhecido por sua professora de literatura, sua condição psicológica fragilizada não permite que ele reconheça o melhor de si. Até que ele conhece dois colegas que mudam sua perspectiva de mundo e reiteram a importância do acolhimento e do sentimento de pertencimento quando estamos enfrentando fases obscuras em nossas vidas.

Melancolia

Melancolia

Trazendo mais um clássico do cinema, uma obra prima de Lars Von Trier que retrata a depressão de transpassa para a tela de uma forma magnifica. Nele, vemos a vida pela ótica e no ritmo da mente de uma pessoa com depressão.

Na trama, um planeta chamado Melancolia está prestes a colidir com a Terra, o que resultaria em sua destruição por completo. Neste contexto, Justine (Kirsten Dunst) está prestes a se casar com Michael (Alexander Skarsgard). Ela recebe a ajuda de sua irmã, Claire (Charlotte Gainsbourg), que juntamente com seu marido John (Kiefer Sutherland) realiza uma festa suntuosa para a comemoração. Tá, mas cadê o sentindo nessa história?

Justine não encontra mais sentido na vida depois de saber do fim do mundo eminente. Com cenas em câmera lenta, uma trilha sonora nada animada e uma fotografia fantasiosa – o combo compõem um retrato fiel das sensações causadas pelo transtorno mental. Você consegue compreender melhor o que está se passando na cabeça de uma pessoa quando ela não quiser levantar da cama nem para tomar banho.

Sete minutos depois da meia-noite

Sete minutos depois da meia noite

Para encerrar a lista de filme sobre saúde mental, selecionei um filme com protagonismo infantil, para mostrar como as crianças sofrem muito com esse mal e precisam de toda a atenção possível para se sentirem confiantes, para lidarem da melhor forma possível com o bullying.

Neste filme, que também é adaptação de um livro escrito brilhantemente por Patrick Ness, conhecemos Conor, um garotinho que vive em uma realidade muito triste. Com seu pai ausente e sua mãe que está sofrendo de um câncer terminal, ele vive sob os cuidados de sua avó que o trata de maneira fria e não entende sua mente. Para piorar, Conor é muito solitário, e os dias no colégio são ainda mais difíceis por causa da perseguição que sofre. Seus colegas o vivem humilhando, e ele precisa lidar sozinho com tudo isso.

Para fugir de toda essa realidade, Conor acaba entrando de cabeça em um mundo de fantasia todas as noites, exatamente sete minutos depois da meia noite, quando ele sonha com uma criatura que prometeu lhe contar três histórias desde que Conor também compartilhe suas histórias com ela, a partir de então esse tempo se torna o refúgio fantástico do garoto, que precisa de forças para enfrentar sua dura realidade.

Esse é um dos filmes mais lindo que já assisti, e as mensagens que ele transmite são espetaculares. São ensinamentos valiosos, e nos faz lembrar da inocência infantil e como o sofrimento nos faz criar pontos de escape da realidade. Recomendo fortemente e tenho certeza que vai te emocionar muito.

Leia também:

Esses alguns filmes que separei para vocês, espero que tenham gostado das indicações e se tiverem mais sugestões de filmes que falem sobre saúde mental, deixem nos comentários!

Devemos sempre conversar sobre o tema e cuidar um dos outros, pode ser que a pessoa ao seu lado esteja sofrendo com isso, então precisamos estar atentos e ajudar sempre. Até a próxima!

Para mais dicas, siga a gente lá no Instagram!

Leia esses posts também