Últimos Posts
diario-de-bordo category image

Finais de Seriados: Inesquecíveis, Divididos e Amargos (pt. 2)

9 maio 2020 0 Comentários

Alerta de Spoiler: Se você não gosta de spoilers, o texto abaixo contém altas doses deles, melhor evitar.

Bem vindos de volta a mais um edição de Diário de Astronauta, na parte 1 eu fiz o questionamento. Qual é o fim ideal de seriado? Se você leu o texto anterior, você sabe que respondi que não existe um final perfeito, mas existe aquele que chega muito perto de um final ideal que nós almejamos. A parte 2 chega para mostrar que existe vários tipos de finais para um seriado de TV, na verdade eles se dividem em três níveis: 1) Inesquecíveis: São aqueles finais que você vai lembrar sempre com amor e com carinho, e que na maioria das vezes vai te fazer voltar a assistir a série por inteiro depois de um determinado período após seu término; 2) Divididos: São aqueles finais de seriados que não são tão bons, mas também não são tão ruins, ficam no meio termo, normalmente porque teve um fim polêmico e na maioria das vezes divide ou dividiu o público entre aqueles que amaram e aqueles que odiaram, não tem meio termo; 3) Amargos: Estes não tem salvação, são ruins, frustrantes e fazem você querer esquecer que um dia perdeu seu tempo assistindo várias temporadas durantes anos ainda que tenha se apegado aos personagens.

Separei seis seriados que preenchem esses três níveis, os finais selecionados ocorreram a partir dos anos 2010, mas você pode ficar a vontade em citar aqueles que você acham que mereciam estar entre os inesquecíveis, divididos e amargos. Então vamos a lista, começando dos inesquecíveis e terminando com os amargos.

Finais Inesquecíveis

The Americans (2013-2018)N° de Temporadas: 6 – Episódio Final: “START”
Exibido em: 30 de Maio de 2018.

finais

Por que inesquecível? – Poucas séries souberam manter a tensão e o suspense como The Americans, a saga do casal de espiões russos que se infiltra nos EUA em plena guerra fria vivendo suas vidas como uma típica família norte americana é repleta de ótimos momentos e seu final não foi diferente. Durante anos esperamos a família Jennings enfrentarem as consequências de seus atos e ações, em “START”, o final derradeiro desta história, o thriller de espionagem consegue não só trazer um final coerente e satisfatório, mas chocante e devastador tanto para seus personagens principais, quanto para o público que acompanhou. A cena final com Philip e Elizabeth na Rússia é melancólico e impactante.

Voltron: O Último Defensor (2013-2018)N° de Temporadas: 8 – Episódio Final: “The End Is The Beginning”
Exibido em: 14 de dezembro de 2018.

Finais

Por que inesquecível? – Esqueça o fandom tóxico, o final de Voltron foi incrível e simplesmente inesquecível. O desenho da Netflix criado pelos produtores de “Avatar: A Lenda de Aang” e “Avatar: A Lenda de Korra”, conseguiu evoluir muito em oito temporadas que convergiram para o espetacular “The End of the Beginning”, um episódio derradeiro que tem tudo que se espera de um final de ciclo, aventura, ação, sacrifícios e principalmente, um desfecho digno para seus personagens. A última cena é a eterna lembrança que não só valeu o tempo investido na história, mas também na jornada dos paladinos de Voltron.

Finais Divididos

Game of Thrones (2011-2019)N° de Temporadas: 8 – Episódio Final: “The Iron Throne”
Exibido em: 19 de Maio de 2019.

finais

Por que dividido? – Game of Thrones é um caso peculiar e sempre será um caso a ser discutido. Uma série cheia de momentos icônicos, épicos e devastadores do ponto de vista dramático. Oito temporadas oscilando entre o nível mais alto de drama e qualidade de roteiro, até seu nível mais fraco e frágil de uma narrativa complexa em uma mitologia rica em grandes histórias e personagens. O último episódio sempre causará uma divisão, uma grande maioria vai dizer que detestou, mas outra grande maioria vai dizer que gostou, todos tentaram defender seus pontos de vista, mas a verdade é que ninguém ficará satisfeito. A grande questão aqui é que Game of Thrones se tornou tão popular que qualquer final que tivesse, por melhor ou pior que fosse, ainda assim geraria discussões calorosas. “The Iron Throne” manteve sua coerência narrativa e deu um desfecho merecido para família Stark, tanto que eu fiquei do lado as pessoas que gostou do último episódio (meu problema mesmo é com a temporada em si, que deveria ser maior), mas entendo totalmente quem não gostou, entendo realmente, principalmente porque a série com personagens tão complexos, deveria sim ter um desfecho tão complexo e incrível quanto.

How I Met Your Mother (2005-2014)N° de Temporadas: 9 – Episódio Final: “Last Forever: Part 2”
Exibido em: 14 de Março de 2014.

Finais de Seriados

Por que dividido? – Está ai um final que realmente deixou as pessoas divididas quando assistiram na época. Se você acha que o final de Game of Thrones foi polêmico, este aqui foi ainda mais. Durante nove temporadas ficamos na maior expectativa para saber quem era a mulher de Ted Mosby, quando revelaram seu rosto no final da oitava temporada, ficamos praticamente o último ano inteiro encaixando todo o quebra cabeça montado nas temporadas anteriores para entender o porquê de Ted ter escolhido ela. Em “Last Forever: Part 2” não só descobrimos o desfecho de Barney, Lilly, Marshall e Robin, como também vimos como Ted conheceu Tracy, mas como nem tudo são flores, certos caminhos escolhidos pelos roteiristas deixaram muitos fãs revoltados, não só porque o final se recusava a  se apoiar no clichê de comédias românticas, mas porque o desfecho traia a premissa da série, o que acho equivocado, já que a promessa do Ted contar como conheceu a mulher dele foi cumprida. A verdade é que How I Met Your Mother será sempre aquela comédia com um final polêmico e divisor de amizade.

Finais Amargos

True Blood (2009-2014)N° de Temporadas: 7 – Episódio Final: “Thank You”
Exibido em: 24 de Agosto de 2014.

Por que amargo? – É difícil falar de True Blood sem lembrar daquele final horrendo logo em seguida, infelizmente o gosto que ficou foi realmente amargo para um desfecho que tem poucos momentos para serem lembrados. A série sobrenatural que envolve o romance entre a humana Sookie Stakhouse e o vampiro Bill Compton, funcionou muito bem durante cinco temporadas, mas a partir da sexta começou a dar sinais fortes de desgaste, o problema é que a série criada por Alan Ball tinha uma mitologia tão bizarra, personagens tão estranhos e uma atmosfera tão sinistra, que ficava difícil largar assim tão fácil. Foram sete temporadas até o seu desfecho no desastroso “Thank You”, com o romance entre Sookie e Bill praticamente deteriorado, com personagens memoráveis como Eric Northman e Pam De Beaufort também bastante desgastados, além disso depois de tantas perdas importantes ao longo da série, era complicado ter um desfecho digno ou impactante. Em resumo, o capítulo final foi preguiçoso, tosco (de jeito ruim mesmo) e extremamente besta, coroando uma temporada que já estava ruim, mas que com esse episódio ficou ainda pior.

Scandal (2012-2018)N° de Temporadas: 7 – Episódio Final: “Over A Cliff”
Exibido em: 19 de Abril de 2018.

Por que amargo? – O desgaste é o maior inimigo de uma série, manter o texto empolgante e com ideias frescas é um desafio enorme e quando as ideias acabam, finais como este de Scandal acontecem. Para mim foi um final bem amargo, mais amargo do que eu esperava na verdade, tanto que a única cena que gostei no episódio foi exatamente a da imagem acima, linda e representativa. Olivia Pope foi uma das melhores criações de Shonda Rhimes, baseado numa figura real, essa personagem tem seus méritos e esse vai ser o legado de Scandal. O último episódio é uma verdadeira bomba coroando uma última temporada que já não estava boa, mas aqui claramente notava-se um esgotamento considerável de ideias e plots narrativos, a conspiração política envolvendo a organização B613 sobreviveu durante seis temporadas e os roteiristas tiveram a pachorra de repetir novamente no último ano, não deu outra, com Cyrus e Jake alçados a papéis de vilões, a história morreu de vez, porque tudo em “Over A Cliff” soou previsível, familiar e insuficiente para satisfazer os desejos do público que acompanhou a série por tanto tempo, nem o desfecho de outros personagens preencheu o vazio da falta de ideias deste capítulo final. Tristeza define.

Leia também:

É isso pessoal, espero que tenham gostado das séries selecionadas, existem muitas, queria ter escolhido aquelas que terminaram este ano, mas tentei selecionar os mais diversificados gêneros que consegui, mas o post serve para abrir debate, me conta ai, qual final de série você acha inesquecível, divida ou amarga?

Aproveita e segue a gente no instagram: @euastronauta

 

Leia esses posts também