Últimos Posts
hq-e-manga category image

Mangás e Quadrinhos para reler no isolamento

21 junho 2020 0 Comentários

claymore-fma-saga

Apesar de ter passado faz tempo da minha fase otaku e pseudo-geek, tem algumas obras que ficaram comigo, e que por motivos diversos eu continuo pensando sobre elas de vez em quando. Como ainda estou tentando voltar ao hábito da leitura, tenho aproveitado o isolamento social para revisitar algumas leituras, e resolvi aproveitar para escrever mais sobre o que algumas obras significam pra mim. Então, é isso. Esta é minha lista de mangás e quadrinhos para reler no isolamento, e se você tiver uma também, comenta aí pra trocarmos ideias!

Fullmetal Alchemist

mangás e quadrinhos

Ainda que Fullmetal Alchemist seja quase lugar-comum quando se fala de mangás e animes, pra mim seria impossível criar uma lista de mangás e quadrinhos para reler no isolamento sem começar por essa obra. história dos irmãos Elric em sua busca pela pedra filosofal é uma das jornadas mais emocionantes e emocionais que tive o prazer de ler. FMA encontra o equilíbrio perfeito entre ação, comédia e drama.

Escrito por Hiromu Arakawa, FMA acompanha a jornada de Alfonse e Edward Elric, dois alquimistas prodígio que, na tentativa de trazer a mãe falecida de volta à vida, quebraram a principal lei da alquimia: a da troca equivalente. Ao perder o controle do experimento, Ed perde uma perna e Al perde o corpo inteiro. Para manter a alma do irmão ancorada a uma armadura e evitar sua morte, Ed sacrifica um braço. A experiência traumática leva os dois a iniciar a busca pela pedra filosofal, um artefato mítico que supostamente possibilita ignorar a troca equivalente, o que permitiria a eles recuperar seus corpos. Essa procura leva os dois a conhecer personagens icônicos, se envolver em tramas pesadas e questionar os alicerces da alquimia que praticam.

Além disso, FMA tem provavelmente os relacionamentos mais bonitos que já li. Desde o amor fraternal de Ed e Al até o companheirismo da equipe de Roy Mustang, o mangá retrata relações humanas de maneira a envolver o leitor emocionalmente do início ao fim.

Claymore

mangás e quadrinhos

Eu tenho um relacionamento complexo com Claymore. Se por um lado o traço não figura entre meus favoritos e os relacionamentos com conotação romântica às vezes me preocupam, por outro, os pontos que gosto na narrativa são exatamente o meu nicho.

No mangá, a leitura se inicia centrada em Raki, uma criança moradora de um vilarejo que está sob ataque de um youma (um monstro ou demônio) e precisou contratar uma Claymore. É assim que conhecemos Clare, a guerreira de olhos prateados que atende ao chamado.

A partir daí, passamos a acompanhar a dupla e descobrir aos poucos como funciona a hierarquia das guerreiras, suas habilidades, objetivos pessoais e relacionamentos afetivos,enquanto observamos suas jornadas enfrentando youmas, devoradores vorazes, despertados e até mesmo outras guerreiras.

Enquanto acompanhamos a jornada de Clare rumo a seu objetivo – destruir uma criatura específica por motivos que são revelados ao longo da história -, aprendemos mais sobre a Organização que rege as guerreiras e conhecemos figuras incríveis, entre elas minhas favoritas: Teresa do sorriso enigmático e Miria Fantasma.
Definitivamente o grande ponto forte da história é o companheirismo entre as personagens, em sua grande maioria mulheres, e é exatamente nesse ponto que o mangá me ganhou. A partir do momento que a história mostra outras guerreiras como Clare, todo um novo aspecto narrativo se abre para o leitor, envolvendo as histórias de várias gerações de Claymores, a formação de alianças e amizades que enfrentam momentos difíceis sem nunca titubear e a construção de um companheirismo que é um refresco no meio da tão mais comum narrativa de rivalidade feminina.

 

Saga

mangás e quadrinhos
Única obra não finalizada dessa lista, Saga é escrita por Brian K. Vaughan e ilustrada por Fiona Staples, e conta a história de Hazel, o fruto proibido de um romance interespécie entre dois soldados de planetas em guerra (Ou um planeta e sua lua, se preferirem).

Apesar de ser um Space Opera fantástico, Saga não é necessariamente exclusivo para fãs de ficção científica. Utilizando o imaginário espacial e ficcional, o quadrinho aborda temas importantíssimos e bastante humanos, como segregação racial (ou de espécies, no caso), abuso de drogas, relacionamentos abusivos, política (intergaláxica) e luta de classes (!).

Ao mesmo tempo que acompanhamos as desventuras de uma família perseguida por governos que não acreditam que ela tenha direito de existir apenas porque ela foge do modelo tradicional, Saga é uma aventura emocionante e bastante gráfica com cliffhangers e reviravoltas para dar e vender.

No momento desta postagem, já reli Claymore e estou relendo Fullmetal Alchemist. Como Saga está em hiatus, vou esperar mais um pouco para reler.

E vocês, estão lendo o quê? Alguma sugestão de mangás e quadrinhos para reler no isolamento? Para ler pela primeira vez? Para ler e passar raiva esperando sair a continuação?

Quer continuar procurando? A tripulação ajuda!

Super-heróis LGBTQIA+ que merecem sua atenção

O que você precisa saber sobre The Umbrella Academy

O Ódio que você Semeia | Resenha

Gostou do nosso conteúdo? Siga nosso instagram!