Últimos Posts
cinema category image

9 Produções Para Te Mostrar Que Vidas Negras Importam

5 junho 2020 0 Comentários

9 Produções Para Te Mostrar Que Vidas Negras Importam

Estamos vivendo um momento chave na nossa história. As recentes mortes de João Pedro de 14 anos em uma favela do Rio de Janeiro e George Floyd de 39 anos em Minneapolis nos EUA, dois casos diferentes, mas que ao mesmo tempo tem muita coisa em comum, são efeitos colaterais de um sistema racista e muitas vezes cruel, que desta vez romperam mais uma vez o limite do aceitável. Comunidades negras aqui e lá deram um basta na impunidade e saíram as ruas em protesto no meio da pandemia. “Vidas Negras Importam”, “Vidas Pretas Importam”, repita uma, duas, três vezes se puder. Eu como uma pessoa preta, tenho o dever de me posicionar e levar minha a voz aqueles que possam ouvir e entender o que estamos passando. Na ânsia de contribuir para o momento em que estamos vivendo e aproveitando o espaço que tenho neste blog, separei nove conteúdos no formato de filmes, séries e documentários para recomendar para vocês, é preciso entender que o problema do preconceito, racismo e abuso policial, não são um problema de agora, mas um problema que acontece a anos e de forma recorrente, que precisa ser encarado de frente. O racismo existe, seja ele realizado de forma explícita ou estrutural, e por causa dele, vidas negras estão sendo perdida dia após dia. Preparei essa lista para você entender a questão e pensar nem que seja um pouco sobre o assunto,  para que assim possamos nos juntar na luta contra a discriminação, contra a impunidade e a favor da vida, principalmente das vidas negras, que são as mais vulneráveis na nossa estrutura social e estão sendo destruídas constantemente. Vamos ao trabalho.

1 – Filme: “O Ódio Que Você Semeia” (The Hate U Give – 20th Century Fox – 2018)

Resumo: Starr Carter é uma adolescente negra que presencia o assassinato de Khalil, seu melhor amigo, por um policial branco. A garota é forçada a testemunhar no tribunal por ser a única pessoa presente na cena do crime. Mesmo sofrendo uma série de intimidações, ela está disposta a fazer justiça e dizer a verdade pela honra de seu amigo, custe o que custar.

9 Produções Para Te Mostrar Que Vidas Negras Importam

Por que importa? – Este longa é baseado no best seller de sucesso “The Hate U Give” da autora Angie Thomas, tanto o filme quanto o livro questionam o papel da vítima que sofre e testemunha o racismo, tudo isso sobre a ótica de uma menina negra e como isso afeta a sociedade a sua volta, sua família e amigos. O longa poderia ser um mero romance adolescente com uma tragédia catalisadora, mas vai além disso ao colocar em pauta o racismo estrutural e como as autoridades e o sistema veem pessoas pretas. A narrativa fala sobre injustiças, sobre lutar por algo que você acredita e sobre preconceitos na sociedade. Protagonizado por Amandla Sandler, que dá um show no papel de Starr, o elenco ainda conta com Regina Hall, Russell Hornsby, Anthony Mackie e participação de Issa Rae.

2 – Série: “Watchmen” (Watchmen – HBO – 2019)

Resumo: Baseado na consagrada HQ de Alan Moore, considerada por muitos o “Santo Graal” dos quadrinhos. A série Watchmen é praticamente uma sequência da história dos heróis e vigilantes sobre um novo ponto de vista e se passando num futuro moderno após os eventos da HQ de 1987 da DC Comics. A história é focada na detetive Ângela Abar, que precisa investigar o misterioso assassinato de um colega de trabalho, ao mesmo tempo que se vê no meio de uma conspiração entre a polícia e radicais extremistas.

9 Produções Para Te Mostrar Que Vidas Negras Importam

Por que importa? – É protagonizado por uma mulher negra, independente e com forte senso de justiça. Esta minissérie foi uma das melhores do ano passado com todos os méritos e ainda se mantém como uma das mais relevantes do nosso presente. Criada por Damon Lindelof (Lost), a história não só explora um futuro distópico dominado por uma polícia autoritária que esconde o rosto, mas também dominado por grupos extremistas, um deles denominado de “Sétima Cavalaria”, seguidores das ideias do antigo anti-herói Rorschach. No meio disto a história tem todo um arco focado em Ângela Abar e sua origem, o pano racial é bastante forte no seriado, mas a sacada do roteiro ao colocar os eventos dos Distúrbios de Tulsa de 1921 para ser o catalisador central da temporada é simplesmente brilhante, aqui é onde realidade se mistura com ficção levando não só o expectador a entender, mas descobrir sobre um dos momentos mais tenebrosos da história da humanidade, com massacre de pessoas pretas numa cidade pequena no interior dos EUA no período da segregação racial. É uma série para se assistir com atenção, pois trata sobre questões sociais e raciais, sobre a necessidade de lutar e combater regimes fascistas e autoritários, além de mostrar como a ferida chamada racismo é algo difícil de cicatrizar. O elenco conta com: Regina King, Yahya Abdul-Mateen II, Jeremy Irons, Tim Blake Nelson, Hong Chau, Jean Smart e Louis Gossett Jr.

3 – Minissérie: “Olhos Que Condenam” (“When They See Us” – Netflix – 2019)

Resumo: Baseado em fatos, esta minissérie da Netflix conta a história dos “Cinco do Central Park”, jovens negros acusados injustamente de ter violentado e matado uma mulher branca.

Crítica. When They See Us: O roubo da liberdade - Espalha-Factos

Por que Importa? – Esta minissérie criada, roteirizada e dirigida por Ava Durvenay (Selma) é um soco no estômago e a forma mais clara de entender como o sistema judiciário e policial dos EUA é falho e abre espaço para condenações injustas num sistema estruturalmente racista que segrega suspeitos e condena baseado na aparência e na cor do suspeito. São episódios fortes, necessários e por muitas vezes revoltantes, mas importante para entender a luta travada diariamente pelo povo preto norte americano. O elenco dá um show no quesito atuação e conta com nomes como: Jharrel Jerome, Asante Blackk, Michael K. Williams, Storm Reid, Niecy Nash, Felicity Huffman, Vera Farmiga, Famke Jansen, Blair Underwood, Aunjanue Ellis e Joshua Jackson. Você pode ler uma crítica mais detalha no link abaixo.

4 – Documentário: Marielle Franco – O Documentário (Marielle Franco: O Documentário – Globoplay – 2019)

Resumo: A história da deputada Marielle Franco contada na forma de um documentário, reconstituindo relatos da noite em que ela e seu motorista Anderson Silva foram covardemente assassinados até os eventos mais recentes que ainda tentam elucidar um dos casos mais chocantes da história do país.

9 Produções Para Te Mostrar Que Vidas Negras Importam

Por que importa? – O documentário de Marielle talvez seja um dos produtos mais necessários do momento no nosso Brasil atual, são depoimentos da família, amigos, da polícia, peritos, relatos de repórteres, juristas que tentam esmiuçar cada detalhe de um caso complexo que tem vestígios da forte ligação de ex-policiais envolvidos com milícias poderosas do Rio de Janeiro. É um produto para ser assistido, refletido e para mostrar como a voz de uma deputada negra, engajada e que lutou para defender sua comunidade e peitar poderosos, incomodou milicianos e outros criminosos ligados ao crime organizado no Rio de Janeiro.

5 – Filme: “Luta Por Justiça” (Just Mercy – Warner Bros – 2019)

Resumo: O advogado Bryan Stevenson assume o caso de Walter McMillian, que foi condenado a morte por assassinato, apesar das evidências que comprovam sua inocência. Stevenson encontra racismo e manobras ilegais no processo enquanto luta para salvar a vida de McMillian.

Assistir “Luta por Justiça — Just Mercy (2019)” Filme Completo ...

Por que importa? – Mais um caso que mostra o racismo sistêmico no judiciário dos EUA, onde uma pessoa preta é automaticamente acusada mesmo que as provas sejam favoráveis, o drama traz atuações excelentes e uma temática que ainda se mostra atual e chocante. O longa protagonizado por Michael B. Jordan, Jamie Foxx e Brie Larson é mais um exemplo que além do preconceito, os negros precisam lutar por justiça contra um sistema que não os julga corretamente.

6 – Série: Todo Mundo Odeia O Chris (Everybody Hates Chris – CW – 2005-2009)

Resumo: A história do comediante e ator Chris Rock foi transformada em um seriado de TV se tornando um fenômeno mundial, mas um fenômeno ainda maior aqui no Brasil. Conta a história das desventuras de Chris, um garoto negro que vive com sua família num bairro do Brooklyn nos anos 80, onde passou a maior parte da sua adolescência.

Globoplay adquire Todo Mundo Odeia o Chris em streaming | Pipoca ...

Por que importa? – Está ai uma comédia inteligente com um pano de fundo bastante crítico, se você quer compreender os preconceitos da sociedade norte americana, este seriado te ajuda entender o contexto de uma forma mais leve, porém em vários momentos ela é incisiva e traz assuntos pertinentes a tona, inclusive sobre o tratamento dos negros pela polícia, pela escola, numa sociedade ainda cheia de preconceitos, tudo de uma forma bastante competente e direta. O elenco tem Tyle James Williams, Terry Crews, Tichina Arnold e Chris Rock que surge aqui como narrador.

7 – Filme: “Corra!” (Get Out – Universal – 2017)

Resumo: Um jovem fotógrafo vai com sua namorada visitar os pais da moça em uma pequena cidade no interior dos EUA, só que a família da moça e os habitantes da cidade não são o que aparentam e parecem esconder um segredo sombrio.

Get Out» : quand horreur et hyper réalisme ne font qu'un | Télépro

Por que importa? – Corra! é um filme difícil de encaixar em um gênero só, transita entre terror, suspense, thriller, mas considero o filme um terror com um cunho social. Este filme pega uma situação aparentemente de um preconceito latente e incômoda transformando-a numa narrativa horror e luta pela sobrevivência. A genialidade de Jordan Peele na direção e no roteiro traz um filme que atiça o expectador e mostra o racismo sobre uma ótica diferente consegue ser ainda mais assustadora. O elenco conta com o ótimo Daniel Kaluuya, além de Allison Williams, Lakeith Stanfield, Catherine Keener, Bradley Whitford e Betty Gabriel.

8 – Documentário: 13th (13th – Netflix – 2016)

Resumo: Um documentário que discute a décima terceira emenda da Constituição norte americana ao mesmo tempo em traça paralelos sobre o racismo sistêmico dos EUA fazendo uma correlação entre a criminalização da população negra dos EUA e o boom do sistema prisional do país.

Review: Netflix documentary '13TH' spawns racial discussions | The ...

Por que Importa? – O documentário dirigido por Ava Duvernay (Selma), é preciso em mostrar um vício recorrente nos EUA, as abordagens policiais são parte deste problema, mas isso faz parte de algo muito maior e mais complexo que vem desde o tempo da escravidão norte americana, isto esta levando o encarceramento em massa da população negra no país. Um documentário necessário, bem produzido, bastante metódico e importante para compreender o momento que a população de lá está vivendo.

9 – Filme: “Se a Rua Beale Falasse” (If Beale Street Could Talk – 2018)

Resumo: Baseado no romance de James Balwin, o longa conta a história de Tish e Fonny, um casal negro que se vê no desafio de lutar por justiça quando Fonny é preso injustamente acusado de um crime que não cometeu.

Se a Rua Beale Falasse (If Beale Street Could Talk, 2018 ...

Por que importa? – Este aqui é um dos filmes que mostram o verdadeiro significado de “Vidas Negras Importam”, o longa é um romance, mas também é um drama forte e simplesmente arrebatador. Mostra a história desse casal que vive um intenso caso amoroso, mas que é interrompido por acusações falsas feitas por um policial branco durante um caso de violência sexual sofrido por uma mulher branca perto da área em que vivem. A sensibilidade da direção de Barry Jenkins procura ressaltar de uma forma poética esta história de amor, porém não esconde os horrores de uma sociedade preconceituosa e racista, que insiste em julgar e condenar pela cor da pele, além de mostrar que o sistema judicial é injusto, falho e parcial. O elenco conta com Stephan James, Kiky Layne, Teyonah Parris, Colman Domingo e Regina King.

Leia também:

Outras indicações:Queen & Slim”, “Marshall”, “Eu Não Sou Seu Negro”, “Detroit Em Rebelião”, “Infiltrado na Klan”, “As Viúvas”, “Faça a Coisa Certa”, “Selma”, “Moonlight” e “Mudbound – Lágrimas Sobre o Mississipi”.

Espero que gostem das indicações, são bons filmes, boas séries e documentários importantes. A lista é apenas um pontapé inicial para saber mais sobre o assunto, mas se você quiser se aprofundar mais e ouvir pessoas negras falando sobre esta pauta, basta ler mais livros, escutar podcasts e outras mídias protagonizados por elas, ouvir vozes negras neste momento é o primeiro passo para apoiar nossa luta por um país com menos preconceitos e que seja mais tolerante.

Gostou? Tem alguma sugestão de matéria trazermos por aqui? Deixe nos comentários e siga a gente lá no Instagram!