Últimos Posts
cinema category image

O Livro e o Filme: Para todos os garotos: P.S. Ainda amo você

17 fevereiro 2020 0 Comentários

Para todos os garotos: P.S. Ainda Amo Você

A aguardada continuação de Para todos os Garotos que Já amei finalmente chegou e bem próxima do dia de São Valentim nos trazendo um filme promissor de ser uma doce dose de romance colegial. Para quem não sabe (se é que ainda isso é possivel), a história retrata o romance entre a Lara Jean (Lana Condor) e o Peter Kavinsky (Noah Centineo), não que o filme anterior não tenha sido sobre isso, mas agora, eles realmente estão namorando!

Agora nossa querida Lara Jean está completamente em êxtase com o seu primeiro relacionamento sério. Ela jamais pensaria que a paixonite de criança viraria um romance firme. Mesmo tendo um relacionamento incrível (na opinião dela), os problemas sempre surgem e os pensamentos de insegurança começam a se tornar recorrentes.  Pensamentos que sempre voltados para Genevieve (Emijila Baranac), nas paranoias de que tudo que ela está fazendo pela primeira vez com Peter, ele já fez com Genevieve

Para todos os garotos: P.S. Ainda Amo Você

Entretanto, em uma das cartas que a nossa Laranjinha enviou no primeiro filme, recebe uma resposta – e da forma que ela gosta: em forma de carta! E esta carta era de – nada mais, nada menos – que John Ambrose Mcclaren (Jordan Fisher). Ele a responde de uma forma carinhosa, mexendo com o coração da Lara Jean e a deixando confusa. Será que ela ainda nutre sentimentos pelo Ambrose? Sim! Temos aquela pontadinha no peito quando ela o vê, deixando nossa protagonista desnorteada. Lara Jean fica tão transtornada com a presença de John, que não conta ele sobre o relacionamento com o Kavinsky

Comparando com o livro, percebemos logo de cara uma das principais diferenças que é a ordem cronológica dos fatos. Lara Jean e Peter tinham terminado o relacionamento quando aconteceu o desenterro da cápsula do tempo, o que dilacerou ainda mais o pobre coração da Laranjinha ao ver ele e Genevieve juntos. Entre as páginas, sofremos ainda mais com a separação deles, principalmente quando o Peter está com Gen, em momentos importantes para Lara Jean. Mas não é só ela quem sofreu; quando John flertava com ela, Kavinsky sentia ciúmes. Claro que não foi um término saudável para nenhum deles, mas parecia que estavam fazendo alguma espécie de competição do tipo  “Quem está melhor”. 

Leia também:

No livro, Lara Jean encontra Ambrose pela primeira vez no baile da casa de repouso dos idosos (o que particularmente achei bem chique no filme, afinal, no livro eles mal tinham verba para as festas); e ao saírem da festa, dão de cara com PeterGenevieve. Quando lemos isso, sentimos nosso coração partido, por presumir que eles estivessem voltado e que nosso amado casal não existiria mais. Então, Lara Jean entra correndo no carro de Ambrose, para fugir desse momento constrangedor, e lá, ocorre o primeiro beijo deles. 

Outro momento que foi bem diferente do livro, foi a conversa da Lara Jean com Genevieve. Essa conversa nunca existiu, na verdade, Laranjinha segue Gen, quando estava enfurecida e acaba indo a empresa do pai dela. Enquanto ela estava parada observando, ela vê o pai de Gen traindo a mãe dela. Foi um soco no estômago na nossa protagonista, por finalmente entender, que Gen estava passando por uma fase difícil e que Peter era o único amigo de verdade dela. 

No início, me senti incomodada com essa mudança cronológica dos fatos, mas até que achei uma boa forma de driblar o “sofrimento dos fãs” com o joguinho de ciúmes. No final, achei um bom filme que cumpre seu papel de romance teen. Totalmente recomendado para adolescentes e jovens adultos, mas saiba que o filme não é nada mais que isso. Não diria que é uma boa adaptação, o primeiro filme é bem melhor, nesse quesito.

Curtiu? Deixe nos comentários sua opinião e aproveite para seguir nosso Instagram clicando aqui