Últimos Posts
cinema category image programacoes category image

Oscar 2020 | Saibam nossas apostas!

9 fevereiro 2020 0 Comentários

Oscar

É chegada a hora astronauta, estamos à poucas horas, minutos de mais uma premiação da Academia de Cinema de Hollywood. O Oscar entra em sua 92° edição cercada de polêmicas, mas ainda assim celebrando o melhor cinema norte americano e do resto do mundo. Então é aqui eu e Fernanda Azevedo fazemos nossas apostas para a premiação que acontece em Los Angeles neste domingo a partir das 20:00 horas.

Ok, as apostas vão funcionar da seguinte maneira, vamos fazer breves comentários das categorias principais (Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Ator, Melhor Atriz, Melhor Ator Coadjuvante, Melhor Atriz Coadjuvante, Melhor Roteiro Original e Melhor Roteiro Adaptado) citando que vai ganhar e quem deveria ganhar, mas deixaremos uma tabela com nossos palpites das outras categorias também. Que comecem as apostas.

Oscar

João Paulo – Essa sempre será uma categoria difícil de prever, nos últimos anos tivemos várias surpresas, ano passado inclusive a vitória do fraco “Green Book” gerou muitas discussões, a favor e contra, mas o importante aqui é que a disputa se tornou algo imprevisível, o que é sempre bom para quem assiste esperando zebras. Este Ano está complicado? Confesso que não, no começo da temporada, “O Irlandês” despontou como um dos favoritos, junto com Uma História de Casamento, ambos da Netflix, mas por motivos que envolvem críticas em cima da empresa de streaming, abriram espaço para uma rejeição bastante explicita e ambos perderam força, abrindo espaço para azarões como o épico de guerra “1917”, o espetacular e imprevisível “Parasita”, o psicótico e dramático “Coringa” e a celebração do cinema com o ótimo “Era Uma Vez Em Hollywood” de Quentin Tarantino, sobrando espaço ainda para filmes sólidos, porém que terão poucas chances como o excelente “Jojo Rabbit”, o competente “Ford vs Ferrari” e adaptação impecável de drama “Adoráveis Mulheres”. Minha aposta aqui vai para “1917”, que ganhou o Globo de Ouro e recentemente o Bafta (Uma espécie de Oscar inglês), mostrando ser o favorito da temporada, porém “Parasita” vem comendo pelas beiradas, então não duvide que o vencedor do SAG possa estragar a festa do filme de Sam Mendes.

Vai Ganhar: Parasita
Deveria Ganhar: Parasita

 

Fernanda Azevedo – Concordo com o João, no quesito da categoria “Melhor Filme” ser rodeada de uma imprevisibilidade, ainda mais em um ano com concorrentes tão forte. Contudo, na minha opinião a disputa ficará centrada entre “Parasita” e “1917”. De um lado um filme sul-coreano dirigido pelo instigante Bong Joon-Ho, que ganhou o público e a crítica pela sua narrativa crua, sombria, violenta e até mesmo em alguns momentos caricata da batalha entre classes sociais. Do outro, temos Sam Mendes, o favorito a levar a estatueta. Tendo ganhado força durante a semana de premiações e após levar o prêmio do sindicato dos produtores (PGA) – nos últimos 30 anos, o vencedor do PGA coincidiu 21 vezes com o melhor filme escolhido pela academia – a produção ainda conta com um tema que cai nas graças da banca avaliadora ao tratar sobre a Primeira Guerra Mundial. Com uma belíssima direção, quase sem cortes, o filme deve levar a melhor na disputa.

Vai Ganhar: 1917
Deveria Ganhar: Parasita

Oscar

João Paulo – Nesta categoria, não teremos grandes surpresas, os indicados são bem fortes, mas se houver uma disputa aqui, será entre Sam Mendes, diretor de “1917” e Bong Joon-Ho de “Parasita”, mas com uma larga vantagem para o primeiro que vem vencendo todas as premiações que anda participando, incluindo o recente o prêmio de diretor no DGA (Associação de Diretores), que é um sinal de favoritismo muito grande, sem falar que o trabalho do diretor no épico da primeira guerra é primoroso e preciso, ele realmente merece ganhar. Quanto aos outros três indicados, a indicação está de bom tamanho, apesar de que Scorsese merecia mais amor dos votantes pela obra prima “O Irlandês”.

Vai Ganhar: Sam Mendes, 1917
Deveria Ganhar: Sam Mendes, 1917

 

Fernanda Azevedo – Sem muitas surpresas, Sam Mendes deve levar a estatueta. Após ter ganhado o prêmio da associação dos diretores (DGA), claro sinal de favoritismo, o diretor merecidamente ganhará a disputa, e merecidamente. O fato de Mendes contar a história em apenas dois plano-sequência, com apenas uma interrupção, compactua em criar toda a beleza narrativa e a urgência para a trama. Contudo, fica aqui minha critica diante da ausência de Greta Gerwig e Lulu Wang, duas excelentes diretoras que mereciam sim indicações por seus trabalhos em, respectivamente, “Adoráveis Mulheres” e “The Farrawell”.

Vai Ganhar: Sam Mendes, 1917
Deveria Ganhar: Sam Mendes, 1917

Oscar

João Paulo – Esta é outra categoria que esta praticamente definida, a atuação de Joaquin Phoenix vem sendo aclamada desde o festival de Veneza no ano passado e o sucesso de “Coringa” colocou o ator como favorito do público e da crítica especializada, sem contestações praticamente, desde então, o ator vem ganhando todas premiações maiores e só esta faltando o Oscar, então está no papo. Porém, apesar de gostar da atuação de Phoenix, a atuação de Adam Driver em “Uma História de Casamento” é um espetáculo, me cativou e foi mais marcante, então se fosse para escolher, Driver venceria facilmente. Gosto das atuações de Banderas, Di Caprio e Pryce, mas Driver e Phoenix estão um nível acima.

Vai Ganhar: Joaquin Phoenix, Coringa
Deveria Ganhar: Adam Driver, Uma História de Casamento

 

Fernanda Azevedo – Acho que há muito tempo não se via a categoria de “Melhor Ator” tão disputada. Realmente as performances masculinas no ano de 2019 foram bem marcantes, mas a batalha ficará entre Joaquin Phoenix e Adam Driver, devendo o primeiro levar o prêmio para casa. Phoenix tem sido unanimidade na award season, ganhando todas as grandes premiações. Contudo, Driver tem se mostrado forte na corrida tendo levado 31 prêmios dentre os circuitos de festivais por sua atuação em ˜História de Um Casamento”. Duas grandes performances, mas confesso que Driver me emocionou por sua atuação tão profunda e cheio de nuances, algo extremamente marcante. E caso o Oscar tenha alguma carta na manga, vê-lo levando a estatueta seria uma grata surpresa, porém acho difícil uma vez que é quase certa a vitória de Phoenix.

Vai Ganhar: Joaquin Phoenix, Coringa
Deveria Ganhar: Adam Driver, Uma História de Casamento

Oscar

João Paulo – As categorias de atuação se definiram muito cedo nessa corrida de premiações e esta categoria não foi diferente. Confesso que acho a performance de Renee Zelweger muito boa em “Judy”, mas não acho algo espetacular ou arrebatador, a sorte dela é que sua atuação eleva o filme que é bem fraco por sinal. A atriz vai ganhar melhor atriz de forma até fácil, assim como Phoenix, não perdeu nenhuma premiação importante, deixando as concorrentes a ver poeira. Das cinco indicadas, acho Scarlett Johansson em “Uma História de Casamento” a performance mais completa, melancólica e arrebatadora, que merecia ganhar na categoria, com todo respeito a Cynthia Erivo (Harriet), Charlize Theron (O Escândalo) e Saiorse Ronan (Adoráveis Mulheres).

Vai Ganhar: Renée Zelweger, Judy
Deveria Ganhar: Scarlett Johansson, Uma História de Casamento

 

Fernanda Azevedo – Outra categoria que já foi definida a bastante tempo, com Renée Zellweger levando todos os prêmios por seu trabalho em “Judy”. No entanto, deixo aqui minha torcida por Saiorse Ronan, que vem apresentando um trabalho impecável desde de “Brooklyn”. A atriz rouba a cena em “Adoráveis Mulheres”, e sinceramente carrega a melhor interpretação dentre as concorrentes.

Vai Ganhar: Renée Zellweger, Judy
Deveria Ganhar: Saiorse Ronan, Adoráveis Mulheres

Oscar

João Paulo – Esta talvez seja a categoria mais forte do Oscars 2020, ainda que não tenha uma disputa propriamente, nomes de peso como: Anthony Hopkins (Dois Papas), Al Pacino (O Irlandês), Joe Pesci (O Irlandês), Tom Hanks (Um Dia Lindo Na Vizinhança) e Brad Pitt (Era Uma Vez Em Hollywood), é sempre bom exaltar. Pitt deve vencer fácil aqui, coincidentemente é o único que não tem ainda um Oscar por atuação dos cinco, mas sua atuação em Era Uma Vez Hollywood chamou a atenção, confesso que também gosto, mas longe de ser tão boa quanto sua atuação no injustiçado filme “Ad Astra”, aqui ficaria facilmente com Pesci ou Pacino, com atuações mais robustas e dignas de oscar realmente.

Vai Ganhar: Brad Pitt, Era Uma Vez Em Hollywood
Deveria Ganhar: Joe Pesci, O Irlandês

 

Fernanda Azevedo – Dentre os indicados Brad Pitt é o único que ainda não possui a estatueta, e apesar de não ter gostado de “Era Uma Vez em Hollywood”, sua atuação é uma das poucas coisas que gosto no filme. Outro fator, é que apesar da produção nesta reta final ter perdido um pouca de sua força e favoritismo no circuito, sua história é algo extremamente favorável, já que a Academia ama filmes com narrativas envolvendo bastidores de Hollywood. No entanto, fica aqui minha torcida por Anthony Hopkins, por “Dois Papas”, um filme talvez um pouco esquecido pela premiação, mas que possui uma grande qualidade técnica, e obviamente a atuação de Hopkins como Bento XVI dispensa comentários. É simplesmente tocante ver o ator no auge dos seus 80 anos entregando tamanha interpretação.

Vai Ganhar: Brad Pitt, Era Uma Vez Em Hollywood
Deveria Ganhar: Anthony Hopkins, Dois Papas

Oscar

João Paulo – A última categoria no quesito atuação, também está praticamente definida, na verdade o amor da academia por Laura Dern, fez dela a favorita em praticamente todas as premiações e circuitos de críticos, a atuação dela em Uma História de Casamento é muito boa realmente, acho que ela faz trabalhos mais consistente em outros filmes, mas o momento que ela tem nesse filme faz com que o Oscar seja merecido. Com Dern praticamente com a mão na taça, Kathy Bates (Richard Jewell), Florence Pugh (Adoráveis Mulheres), Scarlett Johansson (Jojo Rabbit) e Margot Robbie (O Escândalo) terão que contentar apenas com as indicações.

Vai Ganhar: Laura Dern, Uma História de Casamento
Deveria Ganhar: Laura Dern, Uma História de Casamento

 

Fernanda Azevedo – Outra categoria “manjada”, por assim dizer, devendo Laura Dern levar o prêmio. Diga-se de passagem, a atriz possui o trabalho mais consistente dentre as indicadas. A atuação desta em “Uma História de Casamento” é simplesmente cativante, e seu monólogo na produção sobre as atitudes falhas dos homens é simplesmente brilhante.  Com o favoritismo em praticamente todas as premiações e circuitos de críticos, é quase certo que Dern vença nesta categoria.

Vai Ganhar: Laura Dern, Uma História de Casamento
Deveria Ganhar: Laura Dern, Uma História de Casamento

Oscar

João Paulo – Está aí uma categoria que pode trazer boas surpresas, a disputa aqui será interessante, afinal, pode ser uma dica de quem poderá ganhar Melhor Filme. O roteiro de “1917” é bastante simples, então não acho que terá grandes chances, o roteiro de “Uma História de Casamento” é ótimo, mas ainda assim acho que a disputa ficará entre “Era Uma Vez Em Hollywood” e “Parasita”, o primeiro porque Tarantino é muito bom de escrita e os votantes amam sua obra, o segundo porque é um dos roteiros originais mais surpreendente de 2019. Rian Johnson vem por fora com seu roteiro em “Entre Facas e Segredos”, mas não tem muitas chances. Eu acho o roteiro de “Parasita” o melhor e pode ser a surpresa aqui, mas provavelmente “Era Uma Vez Em Hollywood” vai ganhar.

Vai Ganhar: Era Uma Vez Em Hollywood
Deveria Ganhar: Parasita

 

Fernanda Azevedo –  Ao meu ver outra disputa acirrada, porém torço para que o roteiro de “Parasita” leve a melhor. Trazendo como foco o embate das classes causado diante da desigualdade social, tema este tão atual como polêmico, o filme consegue desconstruir o assunto através de uma narrativa que não opta indicar vilões ou vítimas, tornando sua trama extremamente realista e correlacionável. Tendo vencido o prêmio do Sindicato dos Roteiristas (WAG), o filme possui grandes chances de vencer, e caso isso se torne realidade tal feito será histórico ao se tornar o primeiro filme estrangeiro a levar a estatueta nesta categoria.

Vai Ganhar: Parasita
Deveria Ganhar: Parasita

Oscar

João Paulo – Assim como na categoria de Roteiro Original, aqui podemos ter surpresas também. Até a algumas semanas atrás, Greta Gerwig era a favorita a levar a estatueta com seu forte roteiro em “Adoráveis Mulheres”, mas as vitórias de Taika Waititi no WGA (Associação de Roteiristas) e no Bafta, abriram completamente a disputa para “Jojo Rabbit” conquistar o Oscar na categoria. Ainda assim, acredito que “Adoráveis Mulheres” possa ser surpresa, afinal quem não adora uma zebra? Eu adoro. Os outros indicados, apesar de terem roteiros consistentes (O Irlandês e Dois Papas, são roteiros muito bem escritos) e sólidos (Coringa tem um bom roteiro), provavelmente não terão muitas chances.

Vai Ganhar: Taika Waititi, Jojo Rabbit
Deveria Ganhar: Greta Gerwig, Adoráveis Mulheres

 

Fernanda Azevedo – Minha torcida vai para Greta Gerwig e seu belo trabalho em “Adoráveis Mulheres”.  Apesar da obra já ter tido inúmeras adaptações para o cinema, TV até mesmo teatro, Greta consegue criar com seu roteiro algo único. O fato da diretora trazer uma narrativa não-linear é uma agradável surpresa, já que está se afasta da clássica abordagem das adaptações. Tornando a produção  dinâmica e nem um pouco maniqueísta.

Vai Ganhar: Greta Gerwig, Adoráveis Mulheres
Deveria Ganhar: Greta Gerwig, Adoráveis Mulheres

Estão aí as apostas das principais categorias, vocês podem conferir nossas apostas para as demais categorias logo abaixo.

2020 apostas

Curtiu? Deixe nos comentários sua opinião e aproveite para seguir nosso instagram clicando aqui

Bom Oscar a todos e até a próxima.