Últimos Posts
programacoes category image

Termômetro Globo de Ouro 2016

10 janeiro 2016 0 Comentários
Tripulação, hoje, dia 10 de Janeiro de 2016, acontecerá o Globo de Ouro 2016, que será
transmitida no Brasil pelo canal pago TNT à partir das 23 horas (horário de
Brasília). Sendo a cerimônia apresentada pelo humorista britânico Ricky
Gervais.

A
premiação está em sua 73º edição e irá escolher os destaques do cinema e da TV.
Neste ano, a concorrência é acirrada, pois há candidatos fortes podendo
qualquer coisa acontecer, já que a premiação é conhecida por ousar em suas
escolhas. Segundo Tom O’Neil, fundador do siteGoldDerby”, “o
Globo de Ouro deste ano é um vale tudo
”.

Diante disso, nós temos uma difícil missão,
pois iremos fazer uma análise de quem levará o prêmio para casa. Não será
fácil, então venha conosco e confira os indicados e as nossas apostas da
premiação que é uns dos termômetros do Oscar.

Séries e TV

Melhor série dramática

Empire
Game of
Thrones
Mr. Robot
Narcos
Outlander

Aposta da crítica:
Game of Thrones. A
série e um sucesso televisivo, além de ter ganho o Emmy por sua 5º Temporada.

Aposta dos
astronautas
:
Narcos. Apesar de sabermos de este ser um feito difícil, a série foi uma das
mais assistidas de 2015, além de contar com a crescente popularidade de seu
protagonista, Wagner Moura, em solo americano. Outro ponto positivo é que quem
define os escolhidos é a Associação de Correspondentes Estrangeiros de
Hollywood (HFPA em inglês),
organização formada por jornalistas de diversas nacionalidades, dando mais
abertura para atores estrangeiros e assim não dando espaço a escolhas
tendenciosas.

Melhor ator em drama

Jon Hamm (Mad Men)
Rami Malek (Mr. Robot)
Wagner Moura (Narcos)
Bob Oden kirk (Better Call Saul)
Liev Schneiber (Ray Donovan)

Aposta
da crítica
: Jon Hamm. O primeiro ganhou o Emmy de 2015 nesta categoria,
e aqui não seria diferente, já que estamos falando do protagonista de uma
grande série que chegou ao seu fim.

Aposta
dos astronautas
: Wagner Moura. Não há como não torcer pelo ator brasileiro,
ele está em uma das melhores fases de sua carreira e como dito anteriormente a
premiação tem o costume de inovar em suas escolhas.

Melhor atriz de drama

Caitriona Balfe (Outlander)
Viola Davis (How to Get Away With Murder)
Eva Green (Penny Dreadful)
Robin Wright (House of Cards)
Taraji P. Herson (Empire)

Aposta
da crítica
: Viola Davis. A atriz tem grande aprovação da crítica e do
público por seu trabalho em How to Get
Away With Murder
, sendo um das fortes candidatas ao prêmio.

Aposta
dos astronautas
: Robin Wright. A atriz foi brilhante na 3ª temporada de House of Cards, roubando a cena a cada
capitulo. Merecendo o prêmio por sua excelente atuação.

Melhor série de comédia

Casual
Mozart in the Jungle
Orange is the New Black
Silicon Valley
Transparent
Veep

Aposta
da crítica
: Transparent. A série apresentou uma ótima 2ª Temporada,
mantendo o nível, devendo receber o reconhecimento do júri.

Aposta
dos astronautas
: Veep. A série definitivamente é a mais engraçada de toda a
categoria. Com seus diálogos construídos em torno de um humor sarcásticos e um
pouco negro até, o roteiro consegue suavizar a densidade de um tema tão
circunspecto quanto à política.

Melhor ator de comédia

Aziz Ansari
Gael García Bernal
Rob Lowe
Patrick Stewart
Jeffrey Tambor

Aposta
da crítica
: Jeffrey Tambor. Merecidíssimo. O ator continua a ser o
grande destaque deste ano.

Aposta
dos astronautas
: Jeffrey Tambor.

Melhor atriz de comédia

Rachel Bloom (Crazy ex-girlfriend)
Jamie Lee Curtis (Scream Queens)
Lily Tomlin (Grace and Frankie)
Julia Louis-Dreyfus (Veep)
Gina Rodriguez (Jane the Virgin)

Aposta
da crítica
: Julia Louis-Dreyfus.Uma das melhores comediantes da
atualidade, além de ser uma das queridinhas do júri.

Aposta
dos astronautas
: Julia Louis-Dreyfus.

Melhor minissérie ou filme para televisão

American Crime
American Horror Story: Hotel
Flesh and Bone
Wolf Hall
Fargo

Aposta
da crítica:
Fargo. O destaque da categoria. A série baseado no filme dos
irmãos Cohen manteve seu alto nível, devendo levar o prêmio pela segunda vez
consecutiva.

Aposta
dos astronautas
: Flesh and Bone. Série mostra com as sutilizas de um roteiro
inteligente e de um elenco bem sincronizado, os distúrbios que resultam de um
trabalho que exige uma perfeição fora do normal.

Melhor ator em minisséries ou filme para televisão

Idris Elba (Luther)
Mark Rylance (Wolf Hall)
Oscar Isaac (Show Me a Hero)
David Oyelowo (Nightingale)
Patrick Wilson (Fargo)

Aposta
da crítica
: Idris Elba. A sua atuação na série impulsionou sua carreira
artística, dando lhe oportunidades no mercado hollywoodiano. Outro ponto a
favor é ele ser um dos favoritos do júri.

Aposta
dos astronautas
: Idris Elba.

Melhor atriz em minissérie ou filme para televisão

Lady Gaga (American Horror Story: Hotel)
Kirsten Dunst (Fargo)
Sarah Hay (Flesh and Bone)
Felicity Huffman (American Crime)
Queen Latifah (Bessie)

Aposta
da crítica
: Kirsten Dunst. Mostrou seu potencial e versatilidade como
atriz em Fargo, dando um gás a sua carreira e ganhando atuação do público e
crítica.

Aposta
dos astronautas
: Kirsten Dunst.
Cinema

Melhor
Filme de drama

O Regresso
Spotlight –
Segredos Revelados
Carol
O Quarto de
Jack
Mad Max:
Estrada da Fúria

Aposta da crítica: “Spotlight: Segredos
Revelados”.

Aposta
dos astronautas
: “Mad Max: Estrada da Fúria” é um blockbuster com efeitos
visuais de tirar o fôlego e muita ação. O filme foi um sucesso de público e
crítica, além de nos dar uma das melhores personagens femininas da atualidade.
 
Melhor Filme de comedia e musical

Joy: O Nome do Sucesso
Perdido em Marte
Descompensada
A Grande Aposta
A Espiã que sabia de Menos

Aposta da crítica: A Grande Aposta.

Aposta
dos astronautas:
O filme “A Grande Aposta”, que vem com seu time principal
sendo bastante elogiado pela crítica assim como seu diretor Adam McKay, o torna
um dos grandes favoritos ao Oscar de melhor filme e tem chances enormes de
levar o Globo de Ouro nesse Domingo.

Melhor Diretor

Alejandro González Iñarritu – O Regresso
Ridley Scott – Perdido em Marte
Todd Haynes – Carol
George Miller – Mad Max: Estrada da Fúria
Tom McCarthy – Spotlight – Segredos Revelados

Aposta da crítica: George Miller –
Mad Max: Estrada da Fúria.

Aposta
dos astronautas:
Todd Haynes – Carol. Já Passou da Hora de Todd Haynes ser
reconhecido em Hollywood, por ser um cineasta americano inovador que começou
como diretor de videoclipes e passou pelo cinema independente, tem grandes
chances de ser premiado pelo drama Carol.

Melhor Ator de Drama

Bryan Cranston – Trumbo: Lista Negra
Leonardo DiCaprio – O Regresso
Michaeo Fassbender – Steve Jobs
Eddie Redmayne – A Garota Dinamarquesa
Will Smith: Concussion

Aposta da crítica: Leonardo DiCaprio – O Regresso.

Aposta
dos astronautas:
Leonardo DiCaprio, apesar de ainda não ter conquistado seu
tão sonhado Oscar é um forte concorrente para esse ano. Com dois Globos de
Ouros já ganhos anteriormente por “O Aviador” e “Lobo de Wall Street”, nossas
apostas são fortes para que ele leve mais um prêmio para casa.
Melhor Atriz de Drama

Cate Blanchett – Carol
Rooney
Mara – Carol
Brie
Larson – O Quarto de Jack
Saoirse
Ronan – Brooklyn
Alicia Vikander – A Garota Dinamarquesa

Aposta da crítica: Brie Larson
– O quarto de Jack.

Aposta
dos astronautas:
Soairse Ronan, apesar de não ser tão conhecida no setor “main stream” de Hollywood, atriz teve
sua primeira indicação ao Oscar aos 14 anos por “Desejo e Reparação”. Agora com 22 anos, atriz em “Brooklyn” mostra uma atuação sublime
podendo ser a grande surpresa desta categoria e derrotando as  favoritas Rooney Mara e Brie Larson.

Melhor Ator de Comedia ou Musical

Christian Bale – A Grande Aposta
Steve Carell – A Grande Aposta
Matt Damon – Perdido em Marte
Al Pacino – Não Olhe Para Trás
Mark Ruffalo – Sentimentos que Curam

Aposta da crítica: Matt Damon – Perdido em Marte.

Aposta
dos astronautas:
Matt Damon, com sua grande atuação no filme “Perdido em Marte” tem grandes chances
de levar o Globo de Ouro por sua atuação e carisma no filme.
Melhor Atriz de Comédia ou
Musical

Jennifer Lawrence – Joy: O Nome do Sucesso
Amy Schumer – Descompensada
Melissa McCarthy – A Espiã que Sabia de Menos
Maggie Smith – A Senhora da
Van
Lily Tomlin – Grandma

Aposta da crítica: Jennifer Lawrence – Joy: O Nome do
Sucesso.

Aposta
dos astronautas:
Nossas apostas são fortes para Melissa McCarthy, uma das
comediantes mais poderosas da atualidade tem grandes chances de ganhar nesse domingo
o prêmio.

Melhor Filme de Animação

Anomalisa
O Bom Dinossauro
Divertida Mente
Peanuts
Shaun, O Carneiro


Aposta da crítica: Divertida Mente.

Aposta
dos astronautas:
Divertida Mente. Não tem o que falar, simplesmente a melhor
animação de 2015.

Melhor Roteiro

Os Oito Odiados
Spotlight – Segredos Revelados
A Grande Aposta
O Quarto de Jack.
Steve Jobs

Aposta da crítica: Steve Jobs.

Aposta
dos astronautas:
Mais uma vez Tarantino nos trás uma trama enxuta com diálogos
impecáveis e excelentes atuações. Mencionados por muitos como melhor filme do
ano apesar de ser cedo para isso, gostaríamos que esse recebesse o prêmio.

Melhor Trilha Sonora

Carol
A Garota Dinamarquesa.
Os Oito Odiados.
Steve Jobs.
O Regresso.

Aposta da crítica: Os Oito Odiados.

Aposta
dos astronautas:
Os Oito Odiados, por ser o último do filme de Tarantino e por
ter grande aceitação dos críticos esse é nosso queridinho para essa categoria.

Melhor Canção Original

Writing’s
On The Wall –
007 Contra Spectre
Simple
Song #3 –
Youth
See
You Again –
Velozes e
Furiosos 7.
One
Kind of Love –
Love & Mercy.
Love Me Like You Do – Cinquenta Tons de Cinza

Aposta da crítica: Writing’s On The Wall – 007
Contra Spectre.


Aposta
dos astronautas:
See You Again – Velozes e Furiosos 7, essa música tornou-se
um tributo a Paul Walker. Ganhar seria uma forma de o júri homenagear o ator
que faleceu ano passado decorrente de um acidente de carro.



E então, tripulantes, gostaram dos indicados, concordam com nossas apostas? 


Estaremos hoje fazendo a cobertura completa da premiação Globo de ouro, através das nossas redes sociais Twitter e Facebook, vamos adorar contar com toda tripulação discutindo e comentando os resultados com a gente.


Assista online pelo site da TNT.




Criado por: Julia Dalmaso e Fernanda Novelo




cinema category image

Critica | Os Oito Odiados

7 janeiro 2016 0 Comentários
 
Nessa quarta-feira (06/01), a equipe do Eu, Astronauta compareceu a pré-estreia patrocinada pelo Omelete do filme Os Oito Odiados, dirigido por Quentin Tarantino.

Os Oito Odiados é o oitavo filme do Tarantino e, como o próprio disse, relembra o filme Cães de aluguel lançado em 1992, responsável por iniciar o estilo “Filme Tarantino”. O filme se passa logo depois da guerra da secessão e é dividido em 5 capítulos e basicamente dois cenários, sendo os dois primeiros na carruagem e os 3 últimos no Armarinho da Minnie. Com uma introdução longa e cansativa para mostrar todos os devidos créditos do filme da à aparentar que será um filme chato e cansativo, mas quem pensar isto está completamente enganado, por mais que a falta de trilha sonora e os grandes monólogos do filme o tornem maçante em certos momentos, o suspense e as ótimas gargalhadas que o filme oferece compensam.
A falta da trilha sonora aumenta o suspense e, no decorrer de todo o filme o espectador fica tentando descobrir o mistério, durante o filme o Tarantino foi soltando dicas para que uma hora tudo se encaixasse.



 
No filme, oito classes sociais se reúnem em uma casa e tentam resolver um mistério, pois John Ruth, personagem que está desde o começo na história está levando uma mulher para ser enforcada pelo seus crimes, e ele acredita que um dos sete está trabalhando junto a ela para libertá-la .
Tarantino faz com que os próprios personagens se apresentem e contem suas histórias, usando os outros personagens para incentivá-los a contar, usando recursos como “Você não sabe quem ele é? Ele é o Major Marquis Warren” e assim o personagem é introduzido.
Por mais que todos digam que o filme não possui um protagonista, mas sim oito, na minha opinião o que mais se destacou foi o Samuel L. Jackson, que é apresentado no começo e tem um dos papéis mais importantes em toda a história. Há personagens que não foram tão bem explorados, como Channing Tatum, que aparece apenas nos momentos finais do filme
 
O filme foi gravado com uma 70mm e as imagens ficaram absurdamente lindas, dando um efeito de filme antigo, levando em consideração o estúdio criado para a gravação do armarinho, Tarantino soube trabalhar muito bem em um local pequeno . A falta de sangue no filme certamente é compensada no final, tudo de uma vez (fica a dica).


Em relação às expectativas do filme, e a todos os comentários dizendo que pode até mesmo ser o filme do ano, acho que são e não são validas, o filme realmente é muito bom, sem contar todos os problemas que teve como vazamento de roteiro e até mesmo o filme todo, porém 2016 é um ano em que temos muitos grandes lançamentos, então acho cedo pra falar que Os Oito Odiados será o melhor filme do ano.


É um filme de três horas, que pode realmente ser entediante para quem não gosta do gênero, porém para aqueles que gostam ou que nunca tenham visto nada no estilo antes, vale a pena cada centavo. Por mais que eu tenha feito diversas críticas, eu gostei do filme. A maneira que ele é desenvolvido fazendo com que você pense em todos como um suspeito até que tudo vem a tona de uma vez é muito interessante. 
 

 

series-e-tv category image

Novidades no mundo das séries em 2016

5 janeiro 2016 0 Comentários



Ano novo, séries novas!


Agora que você já se empanturrou com a deliciosa ceia de Natal e bebeu tudo o que tinha que beber no Ano Novo, é hora de focar no que a TV irá trazer de novidade esse ano. Então se acomodem em seus assentos que está humilde astronauta irá dar dicas imperdíveis do que você não pode perder no mundo das séries.


11/22/63

Adaptação do livro de Stephen King. A série criada por J.J Abrams e estrelada por James Franco conta a história de um professor universitário que viaja no tempo para impedir o assassinato do presidente J.F. Kennedy. 

Data de estréia: 15 de Fevereiro de 2016 (Hulu).


American Crime Story



Dos mesmos produtores de American Horror Story, vem ai uma série baseada nos crimes mais fascinantes da história. Cada temporada irá contar uma história baseada em um crime que ganhou comoção pública e as páginas dos jornais, sendo o primeiro caso a ser explorado o de O.J. Simpson. Além de contar com um elenco sensacional como Cuba Gooding Jr., John Travolta, David Schimmer, Selma Blair e muito mais. 


Data de estréia: 2 de Fevereiro (Fox).



Angie Tribeca


Criada por Steve Carell, a série é uma sátira aos programas policiais e criminais como CSI e Law and Order, sendo estrelada por Rashida Jones.


Data de estréia: 17 de janeiro de 2016 (TBS).



Fuller House


Outra surpresa para esse ano é a continuação de Três é Demais, agora chamada Fuller House. A história se passará 20 anos após o fim do sitcom e irá mostrar o que aconteceu com essa família durante todo esse tempo, tendo grande parte do elenco original retornado.


Data de estréia: 26 de fevereiro de 2016 (Netflix).




Arquivo X

Outra queridinha do público também está de volta, Arquivo X  está de volta após 13 após. Nesta nova temporada além de lidar com casos sobre extraterrestres e atividades paranormais, também irá trazer a tona temas atuais como invasão de privacidade, espionagem, etc. A série será transmitida pela FOX.

Data da estréia: 24 de Janeiro de 2016 (Fox).





Westworld


Criada por Jonathan Nolan e produzida por J.J Abrams (esse homem não para!). A série baseada no filme de 1973 conta a história de um parque de diversões futurístico para adultos que é habitado por robôs. Contudo o mau-funcionamento de um deles provoca destruição e terror a um grupo de turistas que se encontra no local. A série é uma produção HBO e estrelada por Anthony Hopkins, Ed Harris, Evan Rachel Wood, Rodrigo Santoro etc.


Data de estréia: ainda não divulgado.



Preacher


A série baseada na história em quadrinhos de Garth Ennis e Steve Dillon, ganha sua versão para a televisão em 2016. Produzida por Evan GoldbergSeth Rogen e Sam Catlin, a série contará a história de Jesse Custer, um padre em conflito, que é possuído por uma entidade chamada Gênesis, que fugiu do Paraíso e está sendo procurada pelos anjos. Sendo enviado por estes, um matador do Século XIX, chamado Santo dos Assassinos, para persegui-lo. A produção é estrelada por Dominic Cooper.


Data de estréia: ainda não divulgado.



Legends of Tomorrow


A nova série da CW que será um spin-off tanto de Flash como de Arrow, contará a história de Rip Hunter, um viajante do tempo, que volta 150 anos no passado, com o objetivo de reunir uma equipe de heróis
e vilões que salvará a terra de uma grande ameaça – na qual não só 
põem o planeta Terra em risco como o próprio conceito do tempo.


Data de estréia: 21 de Janeiro de 2016 (CW).



Espero que vocês curtam as dicas e antes de terminar está mensagem lhes dou mais uma tip. Com tanta série boa à caminho, para você não se perder num looping infinito, baixe o aplicativo TVShow Time, ele simplesmente facilita e organiza sua vida seriatíca. 


Até mais tripulação!

cinema category image

Nunca mais donzela em apuros: o que 2015 nos ensinou sobre as mulheres nas tramas de ação

3 janeiro 2016 0 Comentários

Whoopi
Goldberg contou esta história uma vez: “Quando eu tinha nove anos, Star Trek estava passando na televisão,
eu estava assistindo e de repente saí gritando pela casa: ‘Venha aqui, mãe,
todo mundo, venham logo, porque tem uma mulher negra na televisão e ela não é a
empregada’. Foi naquele momento que eu soube que podia me tornar absolutamente o
que quisesse”.

Representação
importa e faz toda a diferença. Você vai ver por todo lugar da internet gente sem
rosto chamar isso de “politicamente correto”. Mas representação é uma outra
categoria de coisa. Na verdade, se a mídia e sua cultura (seja a televisão, o
cinema, os quadrinhos ou a literatura) já podem ser entendidas hoje em dia como o
espelho das nossas vidas, como alguém pode existir nessa sociedade globalizada
se a televisão não lhe permite se ver?

Em 2015,
algumas hegemonias quase milenares foram enfraquecidas. Seja por causa da
presença mais significativa e menos caricata da cultura negra, seja porque o
cinema decidiu mostrar mulheres que não precisavam ser salvas por ninguém,
protagonistas femininas fortes e decididas, imaginem
só!
, em filmes de ação. Um ano que começou com a alma inquieta da
Imperatriz Furiosa e suas deslumbrantes sequências de ação no aclamado Mad Max – Estrada da Fúria, e terminou
com a centralidade de Rey no ressurgimento de uma das franquias intergalácticas
mais populares do cinema norte-americano, Star
Wars
.

Não
é incorreto dizer que a cultura pop tenha sido por muito tempo um mundo
construído em torno da figura protagonista do homem. Tente listar suas
protagonistas femininas preferidas e vai perceber que a maioria delas é um fenômeno
muito recente. A ideia geral era a de que a mulher estava ali para que o herói
tivesse por quem se apaixonar ou alguém para salvar, qualquer coisa diferente
disso era quase uma anomalia.




Nos
quadrinhos, por exemplo, os dois arquétipos mais populares eram (e muitas vezes
ainda são):

  • a
    super-heroína ultra-sexualizada (o termo ultra-sexualizado está sendo usado aqui
    com a implicação de um fetiche exagerado. Pois naturalmente podemos argumentar
    que as roupas justíssimas dos super-heróis masculinos também têm algum caráter de
    sexualização);
  • a
    namorada do herói;
A super-heroína ultra-sexualizada provavelmente nasceu da noção de que quadrinho é brinquedo de menino. Esse arquétipo parece estar caindo em desuso a medida que editoras e estúdios atentam para o fato de que mulheres também consomem, produzem e se interessam por este mercado.


Já a namorada do herói, mais recorrente que qualquer outro arquétipo, tem como base uma
espécie de mulher idealizada, auxiliadora incansável do herói e complemento
dele. A donzela em apuros não possui trama própria, tendo sua identidade vinculada
ao homem e à missão dele. Em alguns casos, ela até move a história do herói
para frente, mas não caminha em uma história própria. Ela se depara com o
perigo, mas não é capaz de sair dele sozinha. Ela precisa ser salva.

É
fácil identificar exemplos. Lois Lane é uma repórter eficiente, trabalha em um
dos maiores jornais do universo dos quadrinhos e até já foi premiada por seus
talentos como jornalista. Mesmo assim, nem sempre Lois Lane pode ser forte e
emancipada. Na ação, na aventuram e no confronto com vilões, só os atributos
masculinos são necessários. Se uma ameaça aparece, sua vida fica por um triz.
Até que o Superman apareça. Na verdade, durante décadas, os roteiristas ficaram
obsessivos pela ideia de uma Lois louca casamenteira. Todas as tramas
envolvendo a personagem tinham a ver com suas tentativas de descobrir a
identidade secreta do Superman, para poder se casar com ele
.


A
roteirista da DC, Gail Simone (Aves de
Rapina, Batgirl
) chegou até a
criar o termo mulheres na geladeira em referência à morte prematura dessas
donzelas. Essa expressão faz referência à revista Green Lantern #54, onde um dos membros da tropa dos Lanternas
Verdes, Kyle Rayner, encontra numa geladeira o corpo de sua namorada
brutalmente assassinada. Para Simone, há uma abundância de personagens
femininas assassinadas de forma violenta com o único intuito de dar andamento
ao arco dramático do herói. Mulheres espancadas, estupradas e assassinadas para
originar um arco no qual o herói recorrerá a vingança como forma de
restabelecer de sua honra, mas certamente não a vida delas.

Mas se nos anos 60, Whoopi Goldberg já podia acreditar em si mesma, na sua cor, no seu gênero e na sua cultura quando assistia televisão, é correto supor que em muitos sentidos a nossa geração também não deu muito para trás.

As já mencionadas Rey e Furiosa são só os dois exemplos mais óbvios de que existe espaço para algum tipo de protagonismo feminino nas histórias de ação. Os mais óbvios, mas certamente não os únicos.

Nos quadrinhos, tivemos um desenvolvimento mais apurado para as cada vez mais populares Miss Marvel (Khamala Khan) e Arlequina. Com seus títulos próprios indo cada dia mais longe no ranking de vendas.

2015 também foi o ano para a Supergirl tomar seu espaço na televisão. Assumindo sem constrangimento a chamada temática de mulherzinha, em alguns momentos, a série pareceu sofrer algum tipo de resistência inicial. Críticas majoritariamente baseadas no público alvo. Como se o fato de se fazer uma série direcionada também a meninas fosse em si mesmo motivo de rejeição.

A Netflix entregou, entre outras coisas, DemolidorSense8 e Jessica Jones. Três séries que usaram do tema da representatividade das formas mais variadas.


Apesar
de seu personagem título ser masculino, Demolidor
não poupou esforços para tornar a sua mais importante coadjuvante feminina uma
personagem interessante e relevante para o andamento da trama. Karen Page,
interpretada por Deborah Ann Woll, é uma donzela e está mesmo em apuros na
maior parte da primeira temporada. Nem por isso, ficou de braços cruzados
esperando ser salva. Rompendo os parâmetros de um arquétipo, ela tem motivações
próprias que nem sempre estão de acordo com as motivações do herói, ela soluciona
o mistério e derrota o vilão sem o auxílio dele também.


(Se ainda não viu Demolidor inteira, vá ler o resto e esqueça este vídeo. Para sempre)
Com
oito protagonistas, quatro homens e quatro mulheres, Sense8, escrita por Straczynski
e pelos Wachowski, trouxe a representatividade para o primeiro plano e falou de
diferença com uma sensibilidade única. O mote principal da série é a ideia de
olhar para o outro e ser capaz de compreender suas diferenças sem ter que
julgar.  

Jessica Jones, seguindo o caminho
trilhado por Demolidor, trouxe para a
televisão uma heroína com a força de um Superman, mas sem nada de seu
temperamento tranquilo. Muita gente argumenta que a série é um grande ensaio
sobre o abuso. Não deixa de ser verdade. Essa representação da vítima que se
torna um espírito vingador pode, de fato, ser muito catártica.

2015
parece que quis mostrar que há mesmo todo tipo de público e que o caminho para
as vendas (seja de revistas, de publicidade ou ingresso) é quebrar os
monopólios e deixar que todo mundo se sinta mais ou menos representado.  
cinema category image

2016: Filmes que você não pode perder

2 janeiro 2016 0 Comentários

O ano de 2016 chegou e junto com ele diversas estreias. Confira nossa lista  de filmes que você não pode perder.

O Bom
Dinossauro
 



O Bom
Dinossauro conta a história de uma amizade entre uma criança e um dinossauro,
em um mundo onde o meteoro não atingiu a Terra e os dinossauros não foram
extintos.  O filme é mais uma grande
produção da Pixar.


Estréia nos cinemas: 7 de janeiro de 2016

Snoopy & Charlie Brown – Peanuts: O Filme   



O Snoopy com
certeza é um personagem que todos conhecem, e em 2016 ele vai ganhar uma nova
versão em 3D para as telas do cinema. Este é o primeiro filme que foca nos
personagens desde o último a 35 anos.


Estreia no Brasil: 14 de janeiro de 2016.

Zootopia   



Zootopia
mostra o mundo onde os seres humanos não dominam, mas sim os animais. A história
gira em torno de uma lebre chamada Judy que entra para o departamento de polícia,
e enquanto tentava resolver um misterioso caso acaba fazendo uma parceria
indesejada com uma raposa chamada Nick.


Estreia no Brasil: 18 de janeiro de 2016.

Steve Jobs   



A
cinebiografia do cofundador da apple não teve uma boa recepção nos Estados
Unidos, mas não deixa de ser um filme para aqueles que são fanáticos por
tecnologia. O filme conta a trajetória do Steve Jobs que faleceu em 2011


Estreia no Brasil: 28 de janeiro de 2016.

A Escolha   



A Escolha é mais um filme de um escritor que fez muito sucesso com obras como “Querido
John” e “Diário de uma Paixão”, “A Escolha” não muda a formula destes outros
filmes.


Estreia no Brasil: 4 de fevereiro de 2016.

A Quinta
Onda
   



O filme se
passa no futuro quando a Terra começa a sofrer ataques alienígenas, quatro
ondas acontecem, tirando a energia, um tsunami, um vírus transmitido pelos
pássaros e na quarta os seres humanos começam a ser possuídos.


Estreia no Brasil: 4 de fevereiro de 2016.


Deadpool   



Um dos
filmes mais aguardados da Marvel, e que os fãs possuem muito “medo” em relação
a atuação (Devido ao estrago que foi feito em X-men Origins: Wolverine). Direto
dos quadrinhos Wade Wilson um ex-militar que foi diagnosticado com câncer é
convidado para uma experiência cientifica, que lhe dá poderes de regeneração
que só perde para o Hulk, ele se torna no Deadpool e sai atrás de vingança
contra o homem que destruiu sua vida.


Estreia no Brasil: 11 de fevereiro de 2016.

Creed:
Nascido para lutar
   



Adonis
Johnson nunca conheceu o pai, Apollo Creed, mesmo assim tenta entrar nas
competições profissionais de boxe e consegue convencer Rocky Balboa a
treina-lo.


Estreia no Brasil: 16 de fevereiro de 2016.

Kung Fu Panda 3   



Po volta
para as telinhas em fevereiro, no terceiro filme da saga, o pai de Po reaparece
e os dois partem para um lugar secreto onde todos os Pandas estão escondidos, e
conhecem dezenas de personagens.


Estreia no Brasil: 10 de março de 2016.

Convergente   



Convergente é o último livro da série Divergente, e será dividido em dividido em duas
partes. Desde o primeiro filme a trilogia vem fazendo muito sucesso e faturando
alto nas bilheterias.


Estreia no Brasil: 17 de março de 2016.

Batman vs.
Superman: A Origem da Justiça
   



Mais um
filme direto dos quadrinhos, e também muito aguardado pelos fãs de super-heróis.
Pela primeira vez é feita uma adaptação para o cinema do confronto de dois dos super-heróis
mais conhecidos.


Estreia no Brasil: 24 de março de 2016.

Mogli: O
Menino Lobo
   



Ultimamente
temos visto muitos clássicos se tornando Live Action, e “Mogli – O Menino Lobo”
não escapou dessa. A história é sobre um menino que foi criado na selva por
lobos, e conta com a companhia de um urso e uma pantera negra.


Estreia no Brasil: 14 de abril de 2016.

Capitão
América: Guerra Civil
   




Guerra
Civil pode ser considerado como um dos arcos mais famosos da Marvel, e agora
irá ganhar uma adaptação no terceiro filme de Capitão América. Depois do ataque
do Ultron o governo resolve criar uma medida para conseguir controlar os super-heróis,
e alguns deles acabam não sendo a favor, criando um conflito entre os dois líderes,
Tony Stark e Steve Rogers.



Estreia no Brasil: 28 de abril de 2016.

Ratchet
& Clank
  



Ratchet é um ser alienígena parecido com um tigre,
que possui uma grande habilidade com armas e entende muito de mecânica. Ele
precisa derrotar o vilão Chairman Drek, que possui uma poderosa arma capaz de
destruir todos os planetas da galáxia Solana. Ao lado do robô Clank e do grupo
de super-heróis chamado Galactic Rangers, Ratcher precisa derrotar o perigoso
vilão e, mais uma vez, salvar a galáxia.


Estreia no Brasil: 29 de abril de 2016.

Angry Birds   



Nascida no mundo mobile, a série Angry Birds se
tornou um dos maiores fenômenos da história da indústria do entretenimento.
Depois de ganhar versões de jogos para celulares, TVs, consoles e qualquer
outro dispositivo que você possa imaginar, chegou a vez dos pássaros raivosos
invadirem também as telas dos cinemas.


Estreia no Brasil: 12 de maio de 2016.

X-Men:
Apocalipse
   



X-Men: Apocalipse é
a continuação de 
Dias de um
Futuro Esquecido
. O
filme, que se passará em 1983, mostrará a origem dos mutantes e incluirá novos
e antigos personagens na trama.


Estreia nos cinemas: 26 de maio de 2016.

Alice
Através do Espelho
   



Sequência de Alice no País das Maravilhas, lançada
em 2010. Na história, Alice atravessa para o outro lado do espelho e lá
encontra um mundo diferente, com muitos conceitos invertidos e acontecimentos
imprevisíveis, tendo como tema o jogo de xadrez. Ela descobre ainda um estranho
mundo construído como um tabuleiro de xadrez, com peças brancas e vermelhas.


Estreia nos cinemas: 26 de maio de 2016.

As
Tartarugas Ninja 2
   



As
tartarugas voltam em 2016 com novos vilões e novos integrantes também. A
sinopse do filme ainda não foi revelada.


Estreia nos cinemas: 16 de junho de 2016.

Independece
Day 2
  




Em 2016, o
filme Independence Day completa 20 anos. Para marcar a data, o diretor Roland
Emmerich preparou uma sequência para a produção que foi referencia em efeitos
especiais na década de 90. Na trama, o planeta Terra volta a ser objeto de um
ataque alienígena. Do ponto de vista dos aliens, são passadas poucas semanas
desde os episódios do filme anterior, mas o que para eles são dias de viagem no
espaço, para a Terra são muitos anos.

Estreia nos cinemas 23 de junho de 2016

Procurando
Dory
  




A animação do
ano da Pixar é Procurando Dory, aguardada sequencia do filme Procurando Nemo.
Um ano após ajudar Marlin a reencontrar seu filho Nemo, Dory precisa agora
lidar com vários peixes do seu passado, entre eles alguns pelos quais ela foi
apaixonada.

Estreia nos cinemas: 30 de junho de 2016.

Warcraft  




World of
Warcraft é uma das franquias de maior sucesso no mundo dos games e sua
adaptação para o cinema promete bastante. A trama deve ser centrada nos
encontros iniciais entre humanos e orcs. O primeiro trailer, lançado durante a
Blizzcon, gerou uma grande expectativa no público.

Estreia nos cinemas: 30 de junho de 2016.

A Era do Gelo 5  





Quinta
aventura da franquia “A Era do Gelo”, comandada pelo mamute Manny,
pelo tigre dente-de-sabre Diego e pela preguiça Sid, junto com outros animais
que devem enfrentar as mudanças climáticas no planeta. Uma das séries de
animação de maior sucesso de todos os tempos, o filme tem a expectativa de
ultrapassar a marca de US$ 1 bilhão em arrecadação.

Estreia nos cinemas: 7 de julho de 2016.

As
Caça-Fantasmas

Sucesso na
década de 80, o mundo de “Os Caça-Fantasmas” vai ganhar um remake em 2016.
Porém, a principal novidade é que agora o grupo principal é formado apenas por
mulheres. Juntas, as garotas presenciam eventos estranhos no metrô de Nova York
e se unem para salvar a cidade.
Estreia nos cinemas: 14 de julho de 2016.

Star Trek:
Beyond




Star Trek: Beyond é o terceiro filme de franquia
após o reboot. Desta vez, a direção ficará sob a responsabilidade de Justin
Lin, uma vez que J. J. Abrams assumiu a franquia Star Wars. Detalhes da sinopse
ainda não foram divulgados pela Paramount, estúdio que detém os direitos da
série.

Estreia nos cinemas: 21 de julho de 2016.

Esquadrão
Suicida

 A DC Comics
também deve seguir a linha que a Marvel adotou nos cinemas e expandir os seus
universos em diversos filmes nos próximos anos. Outra série que se inicia é
Esquadrão Suicida, um dos subgrupos de mercenários mais emblemáticos do mundo
dos quadrinhos. Margot Robbie, Jared Leto, Will Smith e Ben Affleck são apenas
algumas das atrações do elenco.
Estreia nos cinemas: 4 de agosto de 2016.


Smurfs 3


Os dois filmes
anteriores dos Smurfs, lançados em 2011 e 2013, não agradaram a crítica
especializada, que deu notas baixíssimas para as produções. Porém, nos cinemas
a arrecadação foi satisfatória, o que garantiu sinal verde para que um novo
filme fosse feito. A sinopse oficial ainda não foi divulgada.
Estreia nos cinemas: 1 de setembro
de 2016.

Anjos da
Noite: A Próxima Geração

O quinto filme
da franquia Anjos da Noite vai acompanhar uma nova geração de vampiros e
lobisomens disposta a lutar até o fim a histórica batalha interracial de seres
sobrenaturais. A franquia foi para os cinemas em 2003 e até 2012 quatro filmes
foram lançados, todos com um desempenho razoável nas bilheterias.
Estreia nos cinemas: 27 de outubro de 2016.

Doutor
Estranho

Um cirurgião
desfigurado ganha uma nova chance em sua vida quando um feiticeiro o treina
para se tornar o Mago Supremo. Essa é a história de vida de Doutor Estranho,
mais um personagem dos quadrinhos que fará a sua estreia no cinema em 2016.
Caberá ao ator Benedict Cumberbatch interpretar o papel principal.
Estreia nos cinemas: 3 de novembro de 2016.

Animais Fantásticos
e Onde Habitam

Baseado no
livro escrito por J. K. Rowling, autora da série Harry Potter, esse filme será
a adatação cinamatográfica do livro homônimo e contará a história do excêntrico
magizoologista Newt Scamander e sua aventura em Nova York. A produção se
passará 70 anos antes das aventuras de Harry e seus amigos, com foco no
personagem protagonizado por Eddie Reymane.
 Estréia nos cinemas: 17 de novembro de 2016.

Rogue One: A Star Wars Story

 A partir de
2016 veremos também a expansão do universo de Star Wars nos cinemas. Em Rogue
One: A Star Wars Story, guerreiros rebeldes partem em missão para roubar os
planos da Estrela da Morte e trazer nova esperança para a galáxia. Alguns nomes
como Felicity Jones, Forest Whitaker e Diego Luna já foram confirmados no
elenco. A direção será de Gareth Edwards, que dirigiu o recente Godzilla.
Estreia nos cinemas: 15 de dezembro de 2016.

Assassin’s Creed

A adaptação de
Assassin’s Creed para os cinemas está confirmada para estrear no dia 21 de
dezembro nos Estados Unidos, mas no Brasil essa data ainda não foi oficializada
e o filme pode ficar para 2017. De qualquer forma, vale ficar de olho em um dos
maiores sucessos do mundo dos games na última década.
Estreia no Brasil: indefinida. Estreia nos EUA: 21 de dezembro de 2016.
musica category image

Coletânea We Love Disney

16 dezembro 2015 0 Comentários


A Disney reuniu vários artistas como NE-YO, Jessie J, Jason Derulo, Gwen Stefani, Ariana Grande, Fall Out Boy, Tori Kelly, Jhené Aiko, Rascal Flatts, Lucy Hale, Charles Perry, Jessie Ware e Kacey Musgraves para dar novas versões as canções de alguns dos seus clássicos e lançou a coletânea We Love Disney. O álbum foi liberado no final de Outubro e não precisamos dizer que morremos de amor com o resultado! Abaixo algumas das versões que mais gostamos:


A música “Friend Like Me” do filme Aladdin, originalmente cantada por Robin Williams, ganhou uma versão incrível com NE-YO.


A famosa canção “Let It Go” do filme Frozen que ganhou o Oscar de melhor canção original, ficou com uma versão country pop com Lucy Hale e Rascal Flatts (que eu amo muito!).



E como Fall Out Boy é uma das minhas bandas preferidas, não poderia deixar de incluir na minha lista de preferidas a canção “I Wanna Be Like You” do filme Mogli, que ficou super divertida!

 

E para lacrar todo o álbum, Jessie J ficou com “Part Of Your World” do filme A Pequena Sereia <3




Confira a tracklist completa:


01. Friend Like Me – Ne-Yo (Aladdin)
02. Part of Your World – Jessie J (A Pequena Sereia
03. Can You Feel the Love Tonight / Nants’ Ingonyama – Jason Derulo (O Rei Leão)
04. The Rainbow Connection – Gwen Stefani (Os Muppets)
05. Zero to Hero – Ariana Grande (Hércules)
06. In a World of My Own / Very Good Advice – Jhené Aiko (Alice No País Das Maravilhas)
07. I Wan’na Be Like You – Fall Out Boy (Mogli)
08. Colors of the Wind – Tori Kelly (Pocahontas)
09. Spoonful of Sugar – Kacey Musgraves (Mary Poppins)
10. Ev’rybody Wants to Be a Cat – Charles Perry (Aristogatas)
11. Dream Is a Wish Your Heart Makes – Jessie Ware (Cinderela)
12. Let It Go – Rascal Flatts & Lucy Hale (Frozen)
13. It’s a Small World – We Love Disney Artists
14. It’s Not Easy Being Green – Brenna Whitaker (The Muppet Show)
15. A Whole New World – Yuna (Aladdin)

Visite o canal do youtube e veja os bastidores com alguns desses artistas. E você também pode escutar todas as canções pelo Spotify e já está disponível para compra no iTunes.

Qual canção você acha que poderia ter sido incluída no álbum e com quais artistas?

programacoes category image

Termômetro Globo de Ouro 2016

10 janeiro 2016 0 Comentários

Tripulação, hoje, dia 10 de Janeiro de 2016, acontecerá o Globo de Ouro 2016, que será transmitida no Brasil pelo […]

Continue lendo

cinema category image

Critica | Os Oito Odiados

7 janeiro 2016 0 Comentários

  Nessa quarta-feira (06/01), a equipe do Eu, Astronauta compareceu a pré-estreia patrocinada pelo Omelete do filme Os Oito Odiados, dirigido […]

Continue lendo

series-e-tv category image

Novidades no mundo das séries em 2016

5 janeiro 2016 0 Comentários

Ano novo, séries novas! Agora que você já se empanturrou com a deliciosa ceia de Natal e bebeu tudo o […]

Continue lendo

cinema category image

Nunca mais donzela em apuros: o que 2015 nos ensinou sobre as mulheres nas tramas de ação

3 janeiro 2016 0 Comentários

Whoopi Goldberg contou esta história uma vez: “Quando eu tinha nove anos, Star Trek estava passando na televisão, eu estava […]

Continue lendo

cinema category image

2016: Filmes que você não pode perder

2 janeiro 2016 0 Comentários

O ano de 2016 chegou e junto com ele diversas estreias. Confira nossa lista  de filmes que você não pode […]

Continue lendo

musica category image

Coletânea We Love Disney

16 dezembro 2015 0 Comentários

A Disney reuniu vários artistas como NE-YO, Jessie J, Jason Derulo, Gwen Stefani, Ariana Grande, Fall Out Boy, Tori Kelly, […]

Continue lendo