Últimos Posts
hq-e-manga category image

HQ | Super-heróis LGBTQIA+ que merecem sua atenção

15 junho 2020 0 Comentários

Heróis LGBTQIA+ que merecem sua atenção

Junho é o mês em que celebramos o Dia Mundial do Orgulho LGBTQIA+ ao redor do mundo. Data está que ensina de forma educativa como podemos acabar com a opressão e preconceito contra a comunidade LGBTQIA+.

Por ser um mês tão importante e que enseja visibilidade, decidi trazer essa representatividade para a cultura nerd ao apresentar alguns exemplos de heróis LGBTQIA+ que fazem parte da cultura que tanto amamos e que são modelos importantes para a comunidade. Mostrando que eles fazem, sim, parte da sociedade, como também são fonte de inspiração para muitos.

Contudo, é necessário ressaltar que essa luta é diária e que depende de todos nós. Não devendo ser celebrado somente uma vez ao mês, mas diariamente, livre e sem medo de ser quem verdadeiramente são.

ESTRELA POLAR 

Heróis LGBTQIA+ que merecem sua atenção

Estrela Polar, também conhecido como Jean-Paul Beaubir, foi criado em 1979 por John Byrne, que desde do início tinha a intenção de introduzir um personagem LGBTQIA+ no grupo Tropa Alfa, equipe de mutantes criada pelo governo canadense para capturar Wolverine. Contudo na época, tal decisão foi reprimida, tendo o personagem se assumido só em 1992, tornando-o primeiro personagem gay da Marvel Comics.

O herói também trouxe outro feito importantíssimo ao protagonizar, em 2012, o primeiro casamento gay da Marvel, ao se unir ao seu namorado de longa data, Kyle Jinadu, na edição número 51 de “Astonishing X-Men”.  Um momento histórico e extremamente tocante.

BATWOMAN 

Heróis LGBTQIA+ que merecem sua atenção

Criada em 1956 por Bob Kane e Sheldon Moldoff, a personagem foi introduzida como a mais nova vigilante de Gotham City. Contudo, a DC deu descontinuidade à personagem. Sua volta foi ensaiada em 2006, como também, abrindo portas ao se assumir lésbica.

Demonstrando uma verdadeira evolução narrativa, a personagem venceu novas barreiras nas mãos dos criadores J.H Williams e W. Haden Blackman, ao protagonizar juntamente com sua namorada, Maggie Sawyer, o primeiro pedido de casamento lésbico da DC. Contudo, a editora se mostrou contra a decisão de mostrar o casamento delas, e mesmo apresentando uma nota oficial falando que a decisão não tinha qualquer relação com a opção sexual das personagens, ambos os criadores se demitiram em protesto.

Atualmente a personagem possui uma série na CW com sua segunda temporada já oficializada. Infelizmente, Ruby Rose, que interpretava a protagonista saiu da produção, que agora está procurando uma nova atriz para viver a vigilante.

MÍSTICA 

Heróis LGBTQIA+ que merecem sua atenção

Mística é uma das personagens mais conhecidas de X-Men, mas talvez nem todos saibam que ela é bissexual, tendo o grande amor da sua vida Irene Adler, também conhecida como a mutante Sina, com quem se casou e criaram por mais de 10 anos sua filha adotiva, que viria ser conhecida como a mutante Rogue.

O casal se conheceu nos anos 30 e ficaram juntas até a morte de Irene. O escritor dos X-Men na época, Chris Claremont, revelou que sua intenção desde o começo era tornar a relação das duas explícita, mas foi impedido por seus superiores. Anos mais tarde, o escritor conseguiu mudar o passado de Mística, dando ao casal o devido espaço para expressar seu amor.

SHATTERSTAR

Heróis LGBTQIA+ que merecem sua atenção

Apesar de muita gente saber que Deadpool é um personagem pansexual, gostaria de trazer visibilidade para um nome que não seja tão conhecido pela maioria, mas que possui alta relevância. Sim, personagens LGBTQIA+ surgiam nas encadernações, mas ainda sim suas relações não eram exploradas diante de tanto preconceito, não ganhando assim o devido espaço para expressar seu amor.

Gaveedra-Seven também é um mutante é identificado como pansexual e possui uma relação amorosa com seu companheiro de equipe, Rictor, em Novos Mutantes/X-Force/X-Factor. O relacionamento sempre foi deixada de forma implícita nas histórias, porém em  2009, Peter David, roteirista de X-Factor, decidiu tornar a relação explicita fazendo o casal protagonizar o primeiro beijo gay das HQs.

COAGULA

Com a intenção de trazer um retrato positivo de uma mulher transgênero, Rachel Pollack, ao assumir a publicação da Patrulha do Destino, deu a vida à Coagula, conhecida também como Kate Godwin. A personagem que tem o poder de dissolver sólidos e coagular líquidos foi inspirada em duas grandes amigas da escritora: a a atriz e escritora transgênero Kate Bornstein e a ativista transexual Chelsea Goodwin.

TREMOR

Por ter a habilidade de causar terremotos, Tremor – cujo nome é Rosana Chatterji – entrou para o sub-grupo “O Movimento” da DC Comics, equipe está criada por Amanda Waller. Indiana, trazendo assim grande representatividade para os poc (people of color), a personagem em sua terra natal era bastante hostilizada sendo chamada de bruxa pelos moradores.

Criada em 2010,  a personagem só assumiu sua assexualidade em 2014, na edição número 10 de “The Movement”, quando o colega de equipe Mouse, demonstrou interesse pela personagem, tendo assim revelado que a relação não seria possível pois ela era assexual.

Aliás, o sub-grupo “The Movement” possui inúmeros personagens LGBTQIA+, ficando aí a dica para você explorar mais essa equipe.

CAVALEIRO BRILHANTE

Ystin ou Ystina, possui um background bem interessante. Tendo servido Camelot, na época do Rei Arthur, este era um jovem escudeiro que coexistia com dois espíritos – de homem e de mulher – tendo encontrado um fim trágico ao ser empalado e morto em uma árvore. Merlin, mago extremamente poderoso e intrigado com a natureza do personagem, o reviveu concedendo-lhe a imortalidade. O grande problema é que ao acordar Ystin não possui memórias desse encontro e jurou vingar todos que foram responsáveis pela queda de Camelot.

Inicialmente muitos achavam que Ystin era uma mulher disfarçada de homem, para que assim pudesse ser um cavaleiro. Mas foi em 2015, através da edição número 14 de Demon Knights que Ystin se revelou interssexual ao dizer à sua amiga e companheira de batalhas Exoristos – uma  amazona lésbica exilada por Temiscira – que “não era apenas um homem ou uma mulher. Eu sou os dois”.  Tendo esta se apaixonado pelo/a personagem e vivido um relacionamento com ele/a.

Leia também:

Essa lista foi uma pequena parcela da representatividade existente dentro das HQs e cultura nerd em geral. Convido vocês a conhecerem as histórias destes personagens e a buscar cada vez mais conteúdos LGBTQIA+. Pois, é através do entendimento e da inclusão que iremos vencer essa batalha contra o preconceito.

Curtiu? Deixe nos comentários sua opinião e aproveite para seguir nosso Instagram clicando aqui