Últimos Posts
literatura category image

Todas as suas (im)perfeições | Resenha

24 fevereiro 2020 0 Comentários

Todas as suas (im)perfeições

Oi tripulação, hoje trouxemos para vocês a resenha do livro Todas as suas (im)perfeições da autora Colleen Hoover da Editora Galera Record. Confira!

Na história, Quinn e Graham se conhecem no pior dia de suas vidas; ela chega mais cedo de uma viagem para surpreender o noivo, ele testemunha a traição da namorada. E é assim que ambos acabam no corredor de um prédio, trocando confidências, biscoitos da sorte e palavras de conforto. Graham está convencido de que são almas gêmeas. Quinn jamais se sentiu dessa forma antes. A intensidade do sentimento os assusta, mas, ainda assim, eles mergulham de cabeça. O casamento é tudo o que sonhavam, a parceria perfeita. Mesmo nos momentos difíceis, sabem que podem contar com o outro. Nenhum deles desiste do amor que sentem. Quinn parece estar disposta a trocar tudo o que é pela única coisa que não consegue ser: mãe. A luta do casal por um filho arrisca os alicerces da relação. Quinn não pode engravidar. Graham não é um candidato para adoção por conta de um erro do passado.

Leia também:

É minha primeira experiência com a escrita da Colleen Hoover e confesso que no início demorei a entender a história, mas depois gostei bastante. É uma escrita dramática e algumas vezes fria por conta do drama que ela carrega. O livro é narrado no antes, mostrando como foi a vida de Quinn e Graham após o encontro no dia da traição de seus parceiros. E o Agora, que mostra o casal passando por alguns dilemas.

“Se você iluminar apenas suas imperfeições, todas as suas qualidades ficarão na sombra”

No meu ponto de vista a história demorou a se desenvolver um pouco. Passados as 150 páginas ainda não tinha acontecido nada além de saber que Quinn não conseguia engravidar e se sentia angustiada por isso. Quinn não foi uma personagem fácil pra mim, pois muitos de seus problemas eram reflexos de suas atitudes. Não fecho os olhos para o problema que a personagem passava, mas achei o drama um pouco demais. Já Graham foi o salvador da história, isso lá no final do livro. Ele é perfeito demais até quando erra. Nada justifica seus erros, mas merece ser amado de verdade.

Esperava mais do final do livro assim como do todo. Fui com muitas expectativas para ser um livro “OK” na minha opinião. E aí já leram o livro? Deixa aqui nos comentários o que achou e aproveita para seguir o Eu, Astronauta no facebook e no instagram.